Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

TRIDIS

No description
by

Rúben Duarte Fernandes

on 19 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of TRIDIS

DISFAGIA
"desordem na deglutição, caracterizada por dificuldades na preparação oral da deglutição ou no ato de levar o alimento ou a saliva da boca até ao estômago"
(American Speech and Hearing Association)

"dificuldade em deglutir (...) aumento do tempo despendido na refeição, períodos de tosse (...), dificuldade em deglutir a saliva, pelo excesso de secreções na traqueia, pneumonias recorrentes ou por perda de peso"
(Garcia e Coelho, 2009)

Impacto e Sinais da Disfagia
TRIDIS - Teste Rápido de Identificação de Disfagia
Antes de realizar o teste...

Aspeto geral
Estado de consciência
Voz
Musculatura da deglutição e suas estruturas( incluindo nervos cranianos):
- Expressão facial;
- Dentição;
- Língua;
- Mucosa oral...
Teste deglutição.
TRIDIS
1. Alimentação oral após AVC
- Nunca alimentar antes de testar convenientemente a disfagia
- NIHSS 1a ≤ 1 – pode iniciar dieta de acordo com o teste de disfagia
- NIHSS 1a > 1 – aguardar até 24 h, exceto se indicação médica contrária

2. Indicação para colocar SNG
- Alteração da consciência (NIHSS 1a > 1) para além de 24h.
- Não contra-indica que a SNG já tenha sido colocada por outros motivos clínicos.
- Disfagia Grau 2 ou Grau 3, avaliada por teste deglutório

3. Primeira refeição
- Administrada por enfermeiro e utilizada sempre para avaliar o grau de disfagia
- Idealmente a meio da manhã ou ao almoço, altura em que os doentes estão mais despertos
TRIDIS
4. Identificação e classificação da disfagia

- Desde que o doente esteja consciente (NIHSS ≤ 1) e capaz de se sentar ou suportar a elevação da cabeceira > 60º por 15 minutos

- Teste de cabeceira da disfagia
(a realizar no primeiro dia de internamento)


TRIDIS
5. Teste de cabeceira da disfagia

- Pedir ao doente para dizer o nome completo e “não há mas nem meio mas”

- Iniciar com 100 ml de água


Normal:
Alimentação com dieta branda;
Alimentação pelo próprio ou AAM
Vigiar aumento das secreções nas primeiras 24h

Alterado
TRIDIS
TRIDIS - Teste Rápido de Identificação da Disfagia

Rúben Duarte Fernandes
(duartefernandesr@gmail.com)

VI CPLEER - ESECVPOA - Estágio de Enfermagem de Reabilitação à Pessoa com problemas e/ou deficiências de causa Neurológica

Neurologia C / UAVC - CHUC,EPE Coimbra, 5 de junho de 2014

- Muito frequente nos doentes com AVC
- Frequentemente subdiagnosticada
- Facilitador de complicações
- Fator de mau prognóstico
- Atraso na propulsão post. do bolo alimentar (> 1s)
- Deglutição fracionada
- Tosse imediata
- Tosse tardia (a verificar após a deglutição)
- Engasgamento
- Pigarro
- Voz humidificada ao repetir o nome e a frase "Não há mas nem meio mas"
- Diminuição SpO2 > 4%
NIHSS - National Institute of Health Stroke Scale
Se
ALTERADO

- Repetir com 100 ml de líquido espessado a consistência néctar (7,5ml)

- Classificar como
NORMAL
ou
ALTERADO
como no ponto anterior

NORMAL
(Disfagia grau 1)

• Alimentação com dieta mole (ou líquida com espessante até consistência néctar)
• Alimentação por enfermeiro
• Procurar aumento das secreções nas primeiras 24h
• Repetir teste 2 dias depois

Se
ALTERADO

- Repetir teste com 100 ml de líquido espessado a consistência pudim (15 ml)

- Classificar como
NORMAL
ou
ALTERADO
como no ponto anterior

Normal
(Disfagia grau 2)

• Alimentação com dieta mista: Hidratação por SNG e manter dieta líquida espessada a consistência pudim;
• Alimentação por enfermeiro;
• Procurar aumento das secreções nas primeiras 24h;
• Repetir teste 48 horas depois;
Se
ALTERADO
(Disfagia grau 3)

Alimentação por SNG;
Alimentação por enfermeiro;
Repetir teste 48 horas depois.
Exceções

- Doente com alterações sugestivas de disfagia durante o exame neurológico, iniciar teste com consistência pudim;

- Nas reavaliações iniciar com a consistência prévia e depois progredir no sentido evolutivo ou involutivo, consoante o resultado
Qualquer doente com alteração neste teste deverá ser alvo de reavaliação
REABILITAR A PESSOA COM DISFAGIA
BIBLIOGRAFIA

CARDOSO, A. et al. Avaliação clínica não-invasiva de disfagia no AVC: Revisão sistemática. Rev. Enf. Ref. [online]. 2011, vol.serIII, n.5 [citado 2014-06-08], pp. 135-143 . Disponible en: <http://www.scielo.gpeari.mctes.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0874-02832011000300014&lng=es&nrm=iso>. ISSN 0874-0283. http://dx.doi.org/10.12707/RIII1106.

Daniels, SK, Anderson, JA, Willson, PC. Valid items for screening dysphagia risk in patients with stroke: a systematic review. Stroke. 2012 Mar;43(3):892-7. doi: 10.1161/STROKEAHA.111.640946. Epub 2012 Feb 2.

Edmiaston, J., Connor, LT., Steger-May K., Ford, AL. A simple bedside stroke dysphagia screen, validated against videofluoroscopy, detects dysphagia and aspiration with high sensitivity. J Stroke Cerebrovasc Dis. 2014 Apr;23(4):712-6. doi: 10.1016/j.jstrokecerebrovasdis.2013.06.030. Epub 2013 Jul 30.

Martino R., Maki E., Diamant N. Identification of dysphagia using the Toronto Bedside Swallowing Screening Test (TOR-BSST(©)): Are 10 teaspoons of water necessary? Int J Speech Lang Pathol. 2014 Jun;16(3):193-8. doi: 10.3109/17549507.2014.902995.


National Institute of Health Stroke. Nationat Institute of Health Stroke Scale - acedido em 30/5/2014, disponível em http://www.nihstrokescale.org.
Full transcript