Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Estatuto moral dos animais não humanos

No description
by

Cátiia Ribeiro

on 2 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Estatuto moral dos animais não humanos

O Estatuto moral dos animais não humanos Filosofia Os Animais não humanos têm estatuto moral? Perspectiva
Tradicional Especismo Porque razão haveremos de excluir os animais não humanos da esfera da ética? Trabalho realizado por: Ana Rita nº3
Cátia Ribeiro nº9
Flávia Garrido nº15
Tânia Ferreira nº25 Sim Perspectiva
Tradicional Não Perspectiva
Utilitarista Perspectiva dos Direitos Especismo é um erro Resposta Tradicional: Os animais não humanos não têm importancia moral, porque contrariamente aos seres humanos, não são racionais, nem têm a capacidade de usar a linguagem Jeremy Bentham considera esta resposta insatisfatória Ao usar a capacidade de pensar ou de usar linguagem, temos de excluir não só os animais não humanos, mas como os recém-nascidos ou defecientes mentais profundos. Jeremy Bentham sugere o critério Senciência Ser com capacidade de sofrer e o seu sofrimento não pode ser ignorado O facto de um indivíduo ser humano será razão para o tratar com maior consideração do que aquela que é dada aos membros das outras espécies? 1. Especismo Absoluto:

O simples facto de pertencer a uma certa espécie é suficiente, mesmo na ausência de quaisquer outras considerações, para influenciar o modo como este deve ser tratado. 2. Especismo Qualificado:

A espécie em si não é moralmente importante e que os interesses dos seres humanos contam mais por estes serem agentes racionais.

Mas alguns podem ter sofrido danos cerebrais, por esta lógica, poderiam ser usados como os animais não humanos (talvez como cobaias ou alimentação?)

Os moralistas tradicionais afirmam que os interesses dos seres humanos são considerados mais importantes, sejas quais forem as suas defeciências 3. Individualismo moral:

O modo como um indivíduo deve ser tratado depende, não da sua pertença a certos grupos, mas das suas caracteristicas individuais. Os seres humanos não são simplesmente «diferentes» dos animais existe um padrão complexo de semelhanças e de diferenças. Isto permite que um ser humano afirme o seu direito a um tratamento melhor, mas não lhe permite reclamar mais direitos simplesmente por ser humano. Perspectiva Utilitarista Kant :
Os animais não têm consciencia de si, e existem apenas como meio para um fim e esse fim é o homem. O nosso dever para com os animais é apenas um dever indireto Charles Darwin (1809-1882):
- Os animais não humanos não existem nem foram criados apenas para nosso benefício: nós descendemos de outros animais, e somos o resultado da seleção natural sem qualquer propósito ou finalidade. Objeções : " A dor e o sofrimento são maus e devem ser evitados ou minimizados, independentemente da raça, sexo ou espécie do ser que sofre.."
Peter Singer, Ética Prática, 1993 Peter Singer defende que os interesses dos seres humanos e dos animais valem o mesmo e ao avaliar as consequências das nossas ações temos de pensar imparcialmente, no bem-estar de todos os seres.

- Matar um animal é tão grave como matar um humano, no entanto podemos sustentar que é muito mais grave matar um humano do que matar por exemplo um rato, pois nós humanos temos capacidades mentais superiores. Perspectiva dos Direitos Os seres humanos têm direitos, que não podem ser violados em nome da felicidade geral Por isso há coisas que não podemos fazer a muitos animais não humanos , como matá-los sejam quais forem os benefícios. FIM

- Não nos poderiamos servir dos animais directa ou indiretamente.

- Teriamos que optar por alimentação vegetariana, roupas fabricadas sinteticamente e não poderiamos usá-los como meio para o conhecimento (ciência). Objeções: Objeções: Objeções: Um especista pensa que pelo simples facto de pertencer á espécie Homo Sapiens nos dá um estatuto moral superior. Uso de animais não humanos na ciência: aquisição de conhecimento

Condena a crueldade quando exercida por diversão Estatuto Moral X tem estatuto moral se e apenas se a existência de X, ou o seu bem-estar têm peso moral positivo, ou seja se os seus interesses têm que ser considerados na tomada de decisão. Especismo = Racismo Há 3 respostas possiveis:
Full transcript