Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Shopenhauer

Vida, obra, contexto histórico e pensamento do filósofo Schopenhauer
by

regia carvalho

on 28 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Shopenhauer

Obra A quádrupla raíz do princípio de razão suficiente

Vida Nasceu em Dantzig, em 22 de fevereiro de 1788

Filho de Heinrich Floris Schopenhauer e Johanna Henriette Trosenier

Trabalhou no comércio mas decidiu dedicar-se aos estudos após o suicídio do pai.

Matriculou-se na Universidade de Gotinga

Teve contato com personalidades como Schulze, Fichte, Goethe e Friedrich Mayer.

Nos ultimos anos de sua vida obteve o reconhecimento do público, gerando assim grande influência para a cultura posterior. Contexto histórico Industrial - 1760 a 1830
Francesa - 1789 a 1799 - Napoleão
França e Alemanha - 1848 Pensamento Ascese e redenção Ascese: suprimir a raiz do mal pela supressão da vontade de viver. Mas como?

Justiça equitativa

Bondade. Compaixão. Sentir a dor do outro por meio da compreensão da nossa própria dor.

Caminho da ascese: castidade livre e perfeita, pobreza voluntária e intencional, conformismo e sacrifício.

A ascese arranca o homem da vontade de vida, do vínculo com os objetos e é assim que lhe permite aquietar-se. Pensamento Vida, Obra, Contexto histórico e Pensamentos Schopenhauer Produção musical Beethoven, Chopin, Schuman, Wagner, Mozart* Cenário político de revoluções Influências Influenciou Platão (428/427 a.C), Kant (1724 - 1804), Hobbes (1588 a 1678), Goethe (1749 a 1832) Nietzsche*, Wagner, Tolstói, Zola, Kafka, Anatole France, Guy de Maupassant e Thomas Mann, Freud* Filme Transpotting O Mundo como Vontade Ordenação através do Espaço, Tempo e Causalidade.

Não há distinção clara entre sonho e vigília.

“Nós não nos envergonhamos de proclamá-la, tantos foram os grandes espíritos que a reconheceram e proclamaram”. A vida e o sonho
são páginas do
mesmo livro. Pensamento sobre
“fenômeno” difere
do trazido por
Imannuel Kant. “O ato volitivo e a ação do corpo (...) são (...) uma só e mesma coisa que nos é dada de dois modos essencialmente diversos: por um lado imediatamente;
por outro lado, como intuição do intelecto”. Através do nosso corpo sentimos que vivemos, experimentamos prazer e dor, percebemos o anseio de viver e o impulso à conservação.

Sujeito e objeto são um só. Essência do ser é a vontade.

“Vontade única, aquele cego e irresistível ímpeto”

Universo movido pela vontade que gera insatisfação e conflito. “À medida que o conhecimento torna-se mais distinto e que a consciência se eleva, cresce também o tormento, que alcança no homem o grau mais elevado quanto mais inteligente é o homem; o homem de gênio é o que sofre mais”.

A ignorância pouparia o homem da dúvida, do questionamento e da dor?

Vontade é tensão contínua, apenas uma ponto de partida para um novo querer.

“As mais das vezes, a vida nada mais é do que a luta contínua pela existência, com a certeza da derrota final’. A vida oscila entre a dor e o tédio “ O fim, em substância é ilusório: com a posse, desvanece todo atrativo; o desejo, porém, renasce de nova forma e, com ele, a necessidade; caso contrário, eis a tristeza, o vazio, o tédio, inimigos ainda mais terríveis do que a necessidade”.

Obra “ Parerga e Paralipomena”: o homem é animal selvagem e feroz.

“O homem é o único animal que faz sofrer os outros pelo único objetivo de fazer sofrer”.

Dor e Tragédia são a essência da humanidade. A experiência estética separa o indivíduo das cadeias da vontade, dos seus desejos, anula suas necessidades.

A música expressa a própria vontade.

Música: Arte mais universal e profunda. Libertação através da arte “A Vida é dor, a história é cego acaso e o progresso ilusão”. Arthur Schopenhauer
1-classe das representações completas.
2- classe das representações.
3-classe do tempo e do espaço considerado em si por si.
4- classe das ações que tem por base o representante em que se distinguem: motivos, estímulos e excitações. Princípio da "razão suficiente"
. Questionar e entender o porquê das coisas A quádrupla raiz:
- Toda intuição é intelectual.
- Esquema das cores complementares:
Preto= 0
Violeta = 1/4
Azul= 1/3
Verde= 1/2
Vermelho= 1/2
Laranja= 2/3
Amarelo= 3/4
Branco=1 " Sobre a vista e suas cores"
- " A minha principal obra";
- Crítica aos filósofos;
- Liberdade do querer;
- Genialidade x loucura;
- Ideia x conceito.

Obs.: Os suplementos O mundo como vontade e como representação.
- Introdução;
- Sobre a liberdade do querer;
- Fundamento da moral Da vontade na natureza ao fundamento da moral. -Fama tardia
-Exame da história da Filosofia
-Último escrito oficial de Schopenhauer Os Parerga e Paralipómena
Full transcript