Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Benefícios e Malefícios

No description
by

marina dos santos

on 27 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Benefícios e Malefícios

LSD (dietilamida do ácido lisérgico)
Usuário famoso
Steve Jobs -“Experimentar
LSD foi uma das duas
ou três coisas mais
importantes que fiz
na minha vida”.

Descoberta
Benefícios X Malefícios
O LSD não causa dependência física, nem dependência psicológica
O LSD pode provocar ilusões, alucinações (auditivas e visuais), grande sensibilidade sensorial (cores mais brilhantes, percepção de sons imperceptíveis), sinestesias, experiências místicas, flashbacks, , sentimento de bem-estar, experiências de êxtase, euforia alternada com angústia.
Consumo
Paranóia, alteração da noção temporal e espacial, confusão, pensamento desordenado, despersonalização, perda do controle emocional, pânico, ansiedade, dificuldade de concentração, perturbações da memória, psicose por “má viagem” (bad trip).
Os efeitos físicos são: dilatação das pupilas, sudorese, aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial, aumento da temperatura, náuseas, vômitos.
LSD pode ser consumido de três maneiras.Sendo essas:
*Oral
*Injeção
*Inalação


LSD é o acrônimo de Lysergsäurediethylamid, palavra alemã para a dietilamida do ácido lisérgico, que é uma das mais potentes substâncias alucinógenas conhecidas.
É um composto cristalino, que ocorre naturalmente como resultado das reações metabólicas do fungo Claviceps purpurea.
Foi sintetizado pela primeira vez em 1938 e, em 1943, o químico suíço Albert Hofmann, enquanto trabalhava na Sandoz, acidentalmente descobriu os seus efeitos, de que se tornou entusiasta até sua morte aos 102 anos.
Efeitos no cérebro
Pesquisadores não estão 100% certos sobre o que o LSD faz no sistema nervoso central, ou exatamente o que provoca os efeitos alucinógenos. Isso é em parte porque nunca houve estudos científicos sobre como o LSD afeta o cérebro. Acredita-se que o LSD funcione de maneira similar à serotonina, que regula o humor, o apetite, o controle muscular, a sexualidade, o sono e a percepção sensorial.
O LSD parece interferir na maneira como os receptores de serotonina do cérebro funcionam. Ele pode inibir a neurotransmissão, estimulá-la, ou ambos.
Ele também afeta a forma como a retina processa a informação e conduz essa informação ao cérebro.
Produção
A produção do LSD começa com o fungo Claviceps purpurea, popularmente conhecido como ferrugem ou cravagem de centeio, de forte cor púrpura. Esse fungo contem um grande número de substâncias que podem agir no organismo humano. A cravagem possui alcalóides do grupo ergolina, que agem de várias maneiras no corpo humano, principalmente nos sistemas circulatório e nervoso.
Como uma dose ativa de LSD é incrivelmente pequena, um grande número de doses pode ser sintetizado a partir de uma pequena quantidade de matéria-prima. Com cinco quilogramas do sal tartrato de ergotamina, por exemplo, pode-se fabricar aproximadamente um quilograma de LSD puro e cristalino.
Uma dose típica única de LSD pode estar entre 100 e 500 microgramas. o nível de dose que irá produzir um efeito alucinógeno em humanos é considerado ser 20 a 30 µg
Full transcript