Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Luziane Martins

on 25 July 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Oficina de Restauração e Higienização de Materiais
Conhecer o comportamento dos materiais e de seus suportes para poder tomar medidas que resultem à conservação do acervo.
Conservar
É fazer com que o documento dure maior tempo possível, ou seja, é estender a vida útil dos materiais, dando a eles o tratamento correto, com permanente fiscalização das condições ambientais, do manuseio e do armazenamento. É um conceito amplo que pode ser pensado com o nível de áreas: preservação, proteção e manutenção.
Estragou, molhou uma parte, vou tentar restaurar.
Uma intervenção da instituição para reverter o dano.

No âmbito da preservação dos documentos
encontram-se ações políticas:

Técnicas aceitáveis e o tipo dos materiais para conserto;
Diretrizes sobre a exposição dos documentos;
Orientações quanto ao armazenamento das coleções;
Implantação de regulamentos relativos ao acesso e uso;
Ações a serem implementadas em caso de sinistros (incêndios, inundações, vendavais);
Planos de segurança;
Treinamento do pessoal da biblioteca;
Conscientização dos usuários no manuseio adequado dos documentos.
Constituem-se, ainda, em medidas preventivas todas aquelas relativas ao ambiente físico da biblioteca:
Controles dos níveis de iluminação;
Controles de umidade relativa do ar;
Controles de temperatura;
Ventilação.
Obrigada!
Bibliotecária: Luziane Graciano Martins
E-mail: luzigracin@gmail.com ou luzgmbr@yahoo.com.br
Fone: (51)96392344

Restaurar
A CONSERVAÇÃO DOS SUPORTES

Quatro principais categorias responsáveis pela danificação e destruição dos livros, manuscritos e material multimídia:

Agentes químicos;
Agentes físicos;
Agentes biológicos;
Agentes ambientais.
Agentes químicos:

Acidez do papel –
Os papéis brasileiros apresentam um índice de acidez elevado (pH5, em média), e portanto, uma permanência duvidosa.

Poluição atmosférica –
A celulose é atacada pelos ácidos, ainda que nas condições de conservação favorável. A poluição atmosférica é uma das principais causas da degradação química.

Tintas –
A tinta é um dos compostos mais importantes na documentação.





Agentes físicos:

Com relação aos agentes físicos encontra-se a luz natural ou artificial.

As radiações infravermelhas e ultravioletas tornam o papel desidratado e quebradiço.

Luminosidade – A luz é um dos fatores mais agravantes no processo de degradação dos materiais bibliográficos.

A radiação ultravioleta presente na luz solar e nas lâmpadas fluorescentes ataca o papel, pois sua ação branqueadora provoca alteração em tintas e/ou escurecimento, resseca a fibra e queima o papel.

A umidade relativa do ar decorrente das condições climáticas onde se situa a biblioteca.

Ainda na categoria dos agentes físicos encontram-se o fogo, a água e os ventos.



Agentes biológicos: 

Insetos
Roedores
fungos
Homem
Insetos – O ataque de insetos têm provocado graves danos a arquivos e bibliotecas, destruindo coleções e documentos preciosos. Alguns exemplos de insetos:

Brocas ou carunchos (Anobbídeos );
Traça (Thysanura);
Barata (Blatta orientalis );
Fungos;
Roedores.

Agentes ambientais:

Falta de ventilação
Poeira
Humanos – Outro agente biológico altamente destrutivo dos acervos é o homem. Exemplos de uso indevido:

Dobrar as páginas;
Colocar elementos como flores e/ou folhas em seu interior;
Rabiscar ou marcar trechos que considera importantes;
Umedecer os dedos com saliva;
Colar fitas adesivas;
Cortes de partes dos documentos.


Procedimentos de reparação dos materiais
Lista de materiais para a higienização e reparos
Cola CMC carboxi metil;
Papel siliconado, pode ser o papel parafinado de contacti;
Pesos envoltos com papel - usa papel de encarte;
Pincel p/cola, fininho, de meio centímetro de largura e um de 1,5 a 2 cm;
Pincel para higienizar (pincel logo com cerdas curtas); - o nome certo é trincha e em geral, é mais barato em ferragem;
Dobradeiras de osso; ou espátula de osso.
Papel absorvente, pode ser toalha de papel;
Vasilha para colocar água;
Luvas;
Máscaras de proteção;
TNT.

Como preparar a cola CMC

 Misture 1 colher de sopa de CMC em 250 ml de água morna, agite vigorosamente até que o CMC pareça estar dissolvido.É normal formar grumos.

Deixe a mistura descansar por algumas horas até que a solução tenha a aparência de um gel e esteja totalmente transparente.

Armazene a temperatura ambiente em um frasco de vidro de vidro com tampa de plástico.

Esta receita dura algumas semanas se feita com água destilada.

Usa-se aos poucos, tomando cuidado para não contaminá-la.

REFERÊNCIAS

FEATHER, John. Preservation and the Management of Library Collections. London: Library Association, 1996.

TRINKLEY, Michael. Considerações sobre Preservação na Construção e Reforma de Bibliotecas: planejamento para preservação. 2.ed. Rio de Janeiro: Projeto Conservação Preventiva em Bibliotecas e Arquivos, 2001.

 Yamashita, Marina Mayumi; Paletta, Fátima Aparecida. Preservação do Patrimônio Documental e Bibliográfico com ênfase na Higienização de Livros e Documentos Textuais.

É ação física no documento que já está deteriorado.
Tem por objetivo revitalizar a concepção original,
ou seja, a legibilidade do documento.

Conservar
Conservar é fazer com que o documento dure maior tempo possível, ou seja, é estender a vida útil dos materiais.

Dando a eles o tratamento correto, com permanente fiscalização das condições ambientais, do manuseio e do armazenamento.

É um conceito amplo que pode ser pensado em nível de áreas:
preservação, proteção e manutenção.

Com o passar do tempo tudo degrada.

Assim como o homem, os livros e documentos sofrem alterações resultantes de agentes.

Mãos à obra
Atividade prática
Full transcript