Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Economia Mineradora no século XVIII

No description
by

Laryssa Omito

on 13 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Economia Mineradora no século XVIII

Guerra dos Emboabas
1ª treta importante
Ouro de aluvião-> lavra e faiscação
Propriedade privada -> datas
Mão-de-obra escrava e livre
Mercado externo
Migração
Fortalecimento e integração do mercado interno*
Características
1695- descobertas as primeiras jazidas de ouro (atual Ouro Preto); a partir de então, foi encontrado ouro em MG, BA, GO e MT.

1730- descobertos diamantes no norte de MG.
No final do séc. XVII então...
Movimento bandeirante
Decadência da economia açucareira
Dependência econômica da Inglaterra
Contexto
Economia Mineradora no século XVIII
Portugal em crise!
E Portugal?
Paulistas
Baianos e estrangeiros
(Emboabas)
Impostos:
Quinto
Capitação
Casas de fundição
Finta --> Derrama
Fiscalização:
controle da emigração
proibição de frades e ourives
Dragões
Sociedade:
criação de um aparelho burocrático
elevação das vilas a núcleos urbanos
Rio de Janeiro passa a ser a capital da colônia- 1763
Sociedade
Diversificada
Miscigenada
Urbana e comercial
Escravocrata
Mobilidade social
Decadência da economia mineradora
Esgotamento de jazidas-> ouro de aluvião-> falta de técnicas para extração
Questões
1702- Intendência das minas
1703-Tratado de Methuen (panos e vinhos)
Desastre de Mariana/MG: foram encontrados altos índices de arsênio na lama proveniente das barragens de rejeito.
Não
se usa arsênio na extração de minério de ferro.
(Para pensar)
Rígida cobrança de impostos pela metrópole ->Marquês de Pombal
Inconfidência Mineira
Renascimento agrícola
(Unesp) "E o pior é que a maior parte do ouro que se tira das minas passa em pó e em moedas para os reinos estranhos e a menor é a que fica em Portugal e nas cidades do Brasil, salvo o que se gasta em cordões, arrecadas e outros brincos, dos quais se vêem hoje carregadas as mulatas de mau viver e as negras, muito mais que as senhoras".
(André João Antonil. "Cultura e opulência do Brasil", 1711.)

No trecho transcrito, o autor denuncia:
a) a corrupção dos proprietários de lavras no desvio de ouro em seu próprio benefício e na compra de escravos.
b) a transferência do ouro brasileiro para outros países em decorrência de acordos comerciais internacionais de Portugal.
c) o prejuízo para o desenvolvimento interno da colônia e da metrópole gerado pelo contrabando de ouro brasileiro.
d) o controle do ouro por funcionários reais preocupados em esbanjar dinheiro e dominar o poder local.
e) a ausência de controle fiscal português no Brasil e o desvio de ouro para o exterior pelos escravos e mineradores ingleses.
Resposta
c) o prejuízo para o desenvolvimento interno da colônia e da metrópole gerado pelo contrabando de ouro brasileiro.
(Uece) A corrida do ouro em Minas Gerais no final do século XVII trouxe uma riqueza muito grande para a Coroa portuguesa mas também exigiu muitos esforços no sentido de fiscalizar a produção e punir o contrabando. Assinale a expressão correta a respeito das medidas fiscais empreendidas por Portugal na área das minas:
a) apesar dos protestos dos fidalgos encarregados da arrecadação, a Coroa portuguesa evitava pressionar os produtores através das derramas, limitando-se a aumentar os impostos.
b) sem conseguir se impor aos proprietários das minas, a administração colonial passou a permitir a livre comercialização do ouro, arrecadando impostos nos portos e nas estradas.
c) a administração colonial instalou as casas de fundição para regulamentar a produção do ouro e arrecadar mais impostos, obtendo total apoio dos proprietários das minas.
d) ao aumentar a carga fiscal e as casas de fundição, a Coroa logrou aumentar a arrecadação de impostos, mas provocou a revolta dos proprietários das minas
Resposta
d) ao aumentar a carga fiscal e as casas de fundição, a Coroa logrou aumentar a arrecadação de impostos, mas provocou a revolta dos proprietários das minas
Laryssa Omito
Arte Barroca
Antônio Francisco Lisboa (Aleijadinho)
Manuel da Costa Ataíde (Mestre Ataíde)
Full transcript