Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

As Quatro Faces do RH: Analisando a Performance da Gestão de

No description
by

Gracielle Amorim

on 30 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of As Quatro Faces do RH: Analisando a Performance da Gestão de

As Quatro Faces do RH: Analisando a Performance da Gestão de Recursos Humanos em Empresas no Brasil
Introdução
Contribuição da GRH para o desenpenho das empresas: praticas UNIVERSAIS/ RELATIVISTAS.
Diversos autores desenvolveram modelos que auxiliam na compreensão da atuação e performance do RH como: Burke e Cooper(2005), Ulrick(1997) e Weiss(1999).
Modelo proposto por Evans(2002), trás três faces diferentes:
- A do construtor- edifica os fundamentos das funções de RH de maneira consistente.
- A do parceiro de mudanças – busca o realinhamento da organização as estratrgias e ao ambiente externo.
- A do navegador- auxilia a organização em face das contradições e paradoxos inerentes ao mundo globalizado.
Surgimento de uma nova face – denominada EXECUTOR.
Essa face emergiu a partir da analise de dados e da realidade brasileira.

Referencial Teórico
Teoria divergente, convergente e divergência-convergente.
O desenvolvimento do RH no Brasil.

Resumo
Objetivo analisar o desempenho em empresas brasileiras, apartir do modelo das quatro faces da GRH proposto por Tanure, Evans e Pucik(2007).
As faces: O execultor , o construtor, o parceiro de mudanças e o navegador.l
Estudo de caso realizado em uma empresa financeira - Brasilprev.
Os dados coletados foram por meio de entrevistas(14 individuais),de três grupos focais com 15 colaboradores de diversos níveis hierárquicos e 68 questionarios.
Os resultados: indicam que,na percepção dos colaboradores da Brasilprev, o Rh está caminhando para a face parceiro de mudanças.

As Quatro Faces
Executor – “A perspectiva do executor é centrada no fazer, na ação, sendo as funções, entretanto, as funções desalinhadas entre si e descoladas da estratégia da empresa. O foco é no processo, em detrimento dos resultados.”

Construtor – “A perspectiva teórica que sustenta a face do construtor é a do ajuste interno, centrado na coerência interna dos elementos da GRH e de outros componentes do sistema de trabalho. A construção é a etapa em que se edifica a infra-estrutura, sendo uma perspectiva orientada para o interior da própria empresa.”



Discurso x Realidade
Betânia Tanure
Paul Evans
Vera L. Cançado

As Quatro Faces
Parceiro de Mudanças – “O foco da ação de RH deve ser na parceria com os gerentes de linha para obter a reconfiguração e a mudança, de maneira a implementar efetivamente cada nova estratégia.”

Navegador - O foco está no desenvolvimento das capacidades da organização e nas pessoas, para prosperarem em mundo de contínua mudança; é administrar construtivamente as tensões entre forças opostas.
curto prazo x longo prazo; operacional x estratégico; cooperação x competição; descentralização x centralização; processos x estrutura x pessoas.

Equilíbrio Dinâmico


Full transcript