Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Frei Luis De Sousa - Romantismo

No description
by

Jorge Aleluia

on 11 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Frei Luis De Sousa - Romantismo

Curso Profissional Técnico de Turismo

Caracteristicas
O Culto do Eu
Crença em agouros, em superstições, em dias aziagos
Liberdade e Nacionalismo
A crença no Sebastianismo
Mulher-anjo e mulher-demonio
O mito do escritor romântico
Amor
O dominio do sentimento sobre a razão
Elevada religiosidade
Romantismo na Obra
Ideologia
Na obra Frei Luís de Sousa ecoam os grandes cânones que estiveram na origem da forma de estar de Garrett no mundo. A sua luta pela liberdade e pelo patriotismo estão patentes na corajosa decisão de Manuel de Sousa Coutinho de incendiar a sua própria casa, para que os governadores espanhóis não façam dela o seu alojamento - de facto, o período filipino que se seguiu à derrota portuguesa na Batalha de Alcácer Quibir espelhava o Portugal conturbado dos anos vinte e trinta do século XIX, onde as forças absolutistas tentavam esmagar o grito de liberdade de homens entre os quais se encontrava o escritor.
Mas, a ideologia romântica da obra, completa-se com a intenção pedagógica do autor. Se a peça veicula o amor que o escritor nutria pela sua pátria e o culto que fazia da liberdade, verdadeiro valor que, segundo ele, permitia a redenção dos povos e o seu percurso em direcção ao progresso, esta apresenta um conteúdo moral: na última cena do drama, uma criança inocente, vítima de uma sociedade dominada por preconceitos desumanos e por ideais efémeros, morre "de vergonha". Garrett, cria que, para educar o seu país, era necessário confrontá-lo com a sua própria realidade, para que, conscientes das suas virtudes e dos seus erros, os portugueses aprendessem a lição que motivaria a sua transformação.
Na verdade, a dimensão humana ultrapassa as fronteiras nacionais, pois nela encontramos espelhada a relação, sempre actual, entre o homem e a sociedade, numa perspectiva (explícita ou implícita) de interacção entre estes dois agentes que criam, afinal, a realidade, sempre relativa, como sabemos, porque susceptível de análises diversas ao longo dos tempos.

Frei Luis De Sousa - Romantismo
Trabalho Realizado por
:
Jéssica Oliveira nº 16
Jorge Aleluia nº 17
Ruben Jerónimo nº 24
Viktoriya Podakova nº 26
Disciplina: Português
Professora: Alexandra Coelho
Ano letivo: 2013/2014
Frei Luís de Sousa, apresenta alguns tópicos românticos:
O Sebastianismo que foi alimentado por Telmo e D. Maria, pois Telmo pensa que deseja a vinda do seu amo, D.João de Portugal e D.Maria anseia pela vinda de D.Sebastião.
O Patriotismo e o Nacionalismo deve-se ao comportamento de Manuel de Sousa Coutinho por ter incendiado o seu próprio palácio para proibir que fosse ocupado pelos Governadores ao serviço de Castela.
As Crenças e Superstições que foram alimentadas por D.Maria, D. Madalena e Telmo no que diz respeito a sonhos, visões e agouros (sinal de coisas negativas); D.Maria tem sonhos e visões que previa acontecimentos relacionados com a morte; D.Madalena insiste na crença de que a sexta-feira é um dia de azar e dá valor aos agouros e Telmo acredita na volta de D.João de Portugal “vivo ou morto”.
A Religiosidade era uma característica de todas as personagens, mas a qualidade de religioso de Manuel de Sousa Coutinho incluía o uso da razão, o que dava lugar normalmente ao conflito como solução, Madalena não entendia a atitude de Joana de Castro e a condensa de Vimioso tornou-se freira.
O Individualismo que era o confronto entre a sociedade e o indivíduo especialmente visível em Madalena.
O Tema da morte, este é um tema privilegiado pelos românticos, pois era uma solução para os conflitos, por exemplo, a morte física de Maria, que morre de tuberculose; a morte simbólica de Manuel e de Madalena, por causa da paixão incontrolada; a morte simbólica de D.João de Portugal e a morte psicológica de Telmo.

Personagens Romanticas
Madalena de Vilhena
Manuel de Sousa Coutinho
Maria de Noronha
D. João de Portugal
Telmo Pais
Frei Jorge
Full transcript