Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Ergonomia 2

No description
by

CAMILA OSUGI

on 29 January 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ergonomia 2

A criação e o desenvolvimento de produtos sempre acompanharam a evolução humana, pois desde a pré-história o homem utiliza artefatos para facilitar as suas atividades.
A Revolução Industrial, a aceleração da produção e o estímulo de consumo de bens ocasionaram mudanças na sociedade.
A atividade de criação, produção e comercialização desses produtos torna-se complexa e, aspectos como custo, segurança, desempenho, sensações e percepções subjetivas do usuário passam a fazer parte dos requisitos estabelecidos para o projeto de produtos.
O design torna-se fundamental no desenvolvimento e criação de bens de consumo, pois através da aplicação de uma metodologia projetual ele liga todos esses aspectos.
A atividade projetual humana sempre foi marcada por fatores que subsidiassem a melhor integração entre os espaços e o homem, seja na função estética, funcional ou produtiva, esse fato é uma realidade, uma necessidade que acompanha a história humana.
X
X
OU
A criação de um novo produto se justifica pela necessidade percebida, tanto
individual como de um grupo.
NESCESSIDADE
PRODUTO
Um problema, ao ser detectado, desperta o designer
para o desenvolvimento de um novo produto, pois a essência do problema é a necessidade.
Back et al. (2008, p. 25) definem produto como “um objeto concebido, produzido industrialmente com determinadas características e funções, comercializado e usado de modo a satisfazer as necessidades ou desejos de pessoas ou organizações.”
O projeto é a atividade principal de quem desenvolve produtos. É interessante ressaltar que projeto e metodologia são aspectos distintos e que projeto é uma das etapas do método de trabalho do designer:
É através do projeto que as necessidades levantadas são resolvidas e encaminhadas para a reprodução em série, por meio de matrizes elaboradas para a fabricação industrial. Mas também fazem parte dessa metodologia o levantamento e a análise dos dados apurados, por exemplo, etapas anteriores ao projeto e que servem a ele como base de informação. A metodologia de trabalho em design pressupõe uma maneira própria de abordar e resolver os problemas. O designer pode usá-la para atuar também como planejador e como assessor, funções alheias à atividade de projeto. É um engano, portanto, afirmar que metodologia e projeto é uma coisa só. (ESCORELl 2000, p.101 apud RECH, 2002, p. 58).
Qualquer objeto – como vestuário, calças, bermudas, blusas, entre outros - concebido pelo homem é um produto, e todos são considerados neste trabalho como produtos industriais, fabricáveis em série, e por isso utilizam métodos.
Então, como se deu a evolução da criação humana?
Da Vinci
Taylorismo
Revolução
Industrial
(cc) image by jantik on Flickr
Fordismo
Teoria Geral dos
Sistemas 1954
1900 - 1960
Época da produção em massa
1930 - Início da necessidade de produtos diferenciados
Surgimento do Marketing
Asimow
Archer
Munari
Baxter
Bonsiepe
...
Estratégia empresarial

Foco na produção



Foco no projeto de produto



Foco no negócio
"O fazer"
Atelier
(próximo ao artístico)
Industrial
(confiabilidade)
Como evoluiu a relação homem x objeto?
Resumindo...
Pré-Industrial
Industrial
Pós-Industrial
x
x
Instituições
chaves
(1700 até meados do século)
(1800 - 1930)
(após 2° Guerra)
Igreja, nobreza,
exército, família
Estado, igreja,
sindicatos, bancos,
partidos políticos,
núcleos familiares
Universidade, bancos,
organizações multimidiáticas,
pesquisa
Principais
recursos
Matérias-primas
extraídas da natureza
rudimentarmente
Meios de produção,
Matérias-primas
extraídas da natureza
com sequência
metodológica e patentes
Conhecimento, criatividade,
inteligência, acesso à informação,
laboratórios científicos
Setores
econômicos
dominantes
Agricultura,
exploração de floresta
e minerais
Produção de bens,
setor de transformação
e distribuição
Produção de idéias,
fornecimento de serviços,
finanças, saúde,
pesquisas científicas
Instrumentação
principal
Instrumentos flexíveis
sem sofisticação tecnológica,
feito à mão
Instrumentos rígidos,
mecanização, feito à
máquina
Eletrônica, informática,
bioenergética, tecnologia
intelectual,o ser humano
comanda a máquina
Fatores de
coesão da
sociedade
Premissas do
método de produção
de produtos
Relação
tempo x espaço
Origem comum
e a fé
Ideologia (grandes revoluções),
solidariedade de classes,
organizações formais
Redes de comunicação,
solidariedade programada
Tentativa e erro
bom senso
Orientação voltada
para o passado,
tempo sincronizado
pela natureza,
dimensão local da vida,
onde mora / trabalha
Empirismo e experimentação,
pesquisa de soluções,
descobertas científicas
Teorias abstratas, modelização,
simulação, análise de sistemas
descentralização
Presente, adaptação à
necessidade científica
do tempo, ritmo
das máquinas
Futuro, criação da necessidade,
tempo é individualizado,
a vida é orientada para o tempo
livre, a dimensão vida/liberdade,
vida desterritorializada, virtual
Como isso se reflete na Moda?
Hoje é fundamental o designer entender o
consumo e as decisões de compra de produtos
Full transcript