Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

História da Arte

No description
by

fernanda Cunha Réus

on 18 September 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of História da Arte

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL
FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA
HISTÓRIA DA ARTE
Cristiano
Fernanda Réus Modernidade e Modernismo
A pintura Francesa no século XIX O Velho Músico de Manet Baudelaire Courbet Manet Haussmann, O trajeto da arte moderna no século XIX
acompanha a curva definida pelo romantismo
realismo e impressionismo Românticos assumem uma atitude crítica aos temas oficiais impostos pelas academias de arte, produzindo pinturas históricas sobre temas da vida moderna. O realismo de Courbet (1819 - 1877) exemplifica, um pouco mais tarde, outra direção tomada pela representação do povo e do cotidiano. pensado como forma de superação das tradições clássica e romântica, O rompimento com os temas clássico. Inaugura o espaço moderno na pintura,
Com a obra de Éduard Manet (1832 - 1883). As pinturas de Manet, na década de 1860, lidam com vários temas relacionados à visão baudelairiana de modernidade e aos boêmios, ciganos, burgueses empobrecidos etc. 1223 1871 1600 1860 1853-1870 Lojas de departamento
Hotel
Táxi
Iluminação
Drenagem da Ruas Reconstrução e Novas tecnologias Metrópole modernizada Para Courbet, a questão da modernidade esta na experiência social A textura RICA, resultava na opressão moderna. “Rica em temas poéticos e maravilhosos” A vida na Paris contemporânea era Baudelaire A Experiência da Modernidade “precisamos abrir os olhos para
conhecer o nosso heroísmo.” O espetáculo da vida elegante e dos milhares
de vida à deriva que vagam pelo submundo
de uma grande cidade, criminosos e amásias. No Salão de 1846:
No entanto, há temas da vida
particular que são heroicos de
um momo totalmente diferente. Contentados com temas :
-públicos e oficiais
-vitórias
-heroísmo político Artista enfrentam temas modernos. Baudelaire O espetáculo da vida elegante e dos milhares
de vida à deriva que vagam pelo submundo
de uma grande cidade, criminosos e amásias. “precisamos abrir os olhos para
conhecer o nosso heroísmo.” No Salão de 1846:
No entanto, há temas da vida
particular que são heroicos de
um momo totalmente diferente. Contentados com temas :
-públicos e oficiais
-vitórias
-heroísmo político Artista enfrentam temas modernos. Baudelaire Hippolyte Lecomte, Combate na porte St- Denis, 28 de julho de 1830. Musée Carnavalet, Paris. Representaria um avanço ao flâneur “o pintor ideal da vida moderna” Baudelaire Mulheres lavadeiras de roupa
Bebedores de absinto
Tropeiros Decifrar a natureza e a biografia dos
personagens que se tornavam comuns. Heroísmo o novo Flâneur Édouard Manet, O velho Músico 1862 Édouard Manet- Concerto nas Tolherias Produzida em menor porte, mais objetável Crianças indigentes- Boêmios, ciganos, bonecos ventríloquo( personagem de teatro do tipo improvisado)- violinista ambulante- um trapeiro (um mendigo hoje é uma pessoa que recolhe trapos ou detritos para seu meio de sobrevivência)- OU um burguês empobrecido (bebedor de absinto) Tornando mais difícil para um observador contemporâneo, abrindo questões como:-
a composição esta baseada em um ponto ou em um personagem?qual é o tema da pintura?
Questões como essa surgem nas pinturas:
O prestigiador de Hamon (68)

Boemios voltando de uma festa andaluza, de Dehondencq(69) CRÍTICA CRÍTICA Críticos da época como o simbolista Joseph Péladan, escreveu em 1884, que Manet é apenas um pintor, e um pintor de fragmentos – desprovido de ideias, de imaginação e de emoções, de poesia ou de habilidade artística, que ele era incapaz de produzir um quadro, só um técnico pode julgar e apreciar o quadro. Assim como esse criticou outros afirmavam que sua pintura era composta por citações, que suas obras era apenas uma rotina sem nenhum interesse pela função ou significância exceto pela aparência formal e estética. X waber: “uma libertação interior da vida cotidiana”. Em que o novo pintor não teria mais que se preocupa com as restrições e responsabilidades sociais políticas e morais. X X DEFENDE Couture conquista a reputação de ser progressista graças a sua obra dos Romanos da decadência. Enfatizando a importância dos primeiros estágios da representação pictórica:

-CROQUIS: esboço da composição
-ÉTUDES: estudos
-ESQUISSES: esboços pintados, exemplos figura 71 Manet estava usando técnicas e novos modos de composição e iluminação tendo em mente as correntes progressistas como de Delacroix, Couture e Courbet. Técnicas cores terrosas e com técnicas de esfregação geralmente com panos, a massa mais importante de luz e sombra eram aplicadas como um superficiefinal de tinta, sobre q qual era aplicado camadas de vernizou de tinta mais espassa. A pintura Irmãos Le Nain citadas como tema de composição e como de personagens Édouard Manet O bebedor de absinto Nesse Período Manet viva nas proximidades de batignolles, região que foi reformada por Haussmann, inicio de 1860 Lugar aonde a políciase
aventurava a ir a menos
que seja obrigada. Eugéne Sue descreve como:
não havia rua, mas becos,
nem casas, mas barracos
nem pavimento, masum tapete
de lama e esterco. De 3 mil para 65 mil (1837-1860) De ruelas estreitas por 140km de avenidas
retas largas e bordadas de árvore 350 mil pessoas foram deslocadas
e dessas 12 mil foram arrancadas de suas casas
Transmitindo pela Paris uma idéa de Modernidade. Beneficio:
-comércio
-sistema de esgoto
-condições de higiene
Criou uma imagem ideal da vida burguesa
Full transcript