Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Mesopotâmia: terra entre rios

No description
by

Pérysson Nogueira

on 23 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Mesopotâmia: terra entre rios

Terra entre rios 1 Introdução 2 Organização Econômica Organização Social Cultura Mesopotâmia A importância dos rios: geração de excedentes e a liberação de indivíduos para outras atividade que não a agricultura (comercio, guerra e artesanato). Click aqui: Localização Atual Iraque entre os rios tigres e Eufrates Região do Crescente Fértil. Geografia: Alta Mesopotâmia (montanhosa) e Média e baixa Mesopotâmia (no vale dos rios) As Invasões Atenção: por ser uma região fértil era constantemente disputada Principais Povos: Sumérios e acádios (antes de 2000 a.C.) Amoritas - Primeiro Império Babilônico (2000 a.C. - 1750 a.C.) Império Assírio (1.300 a.C. – 612 a.C.) 3 Caldeus - Segundo Império Babilônico (612 a.C.– 539 a.C.) Os povos da mesopotâmia Sumérios e Acádios Formado por agricultores e pastores (As terras pertenciam aos deuses) Cidades-Estados Independentes e rivais entre si (Ur, Uruk, Lagash, Nipur), Cada cidade era governada por um Patesi ou lugal (Os governantes eram considerados representantes dos deuses); Revolução Urbana, aperfeiçoamento do comércio, da irrigação, artes e arquitetura; escrita cuneiforme. Construíram Zigurates (unidade econômica e religiosa, funcionava como templo, celeiro, centro administrativo, biblioteca, etc); Desenvolveram o direito consuetudinário – Código de Dungi Decadência dos Sumérios : invasões acádias devido as disputas entre as Cidades-Estados. Por volta de 2.300 a.C. Sargão I rei da Acádia unificou a Mesopotâmia dominando os sumérios e incorporando sua cultura. Revoltas internas e invasões estrangeiras provocaram a decadência do império. Amoritas 1º. Império Babilônico = fusão de Amoritas + sumérios + acádios. Após inúmeras lutas, impuseram seu domínio sobre toda região através de Hamurábi, rei da Babilônia; Elaborou o Código de Hamurábi baseado nas antigas leis sumerianas e fundamentado no principio de Talião; Após a morte de Hamurábi o império entra em decadência devido às inúmeras revoltas camponesas e rivalidades entre os reinos Para refletir O monólito com o código de Hamurabi foi encontrado no ano de 1901, pela expedição de Jacques de Morgan, na região do atual Irã. Pena de morte para roubo de templo ou propriedade estatal, ou por aceitação de bens roubados. Se uma casa mal-construída causa a morte de um filho do dono da casa, então o filho do construtor será condenado à morte Distinção de classes em julgamento: Severas penas para pessoas que prejudicam outras de classe superior. Penas médias por prejuízo a membros de classe inferior. então é justo? Assírios: Primeiro exercito organizado da história, expansão do império, cruéis conquistadores. Estado militarizado. Contava com armas de ferro, carros de guerra e cavalos em seu exército; Principais cidades: Assur (nome de um deus) e Nínive; Seu principal governante foi Assurbanipal Após a morte de Assurbanipal os povos dominados se revoltaram e destruíram Nínive e todo Império Assírio Caldeus: 1 2 3 4 Segundo Império Babilônico portal de ishtar Os Caldeus reconstruíram a Babilônia, tornando-a novamente capital da Mesopotâmia (Império Neobabilônico); Construção dos “Jardins Suspensos da Babilônia” e de templos ao deus Marduk;, reconstrução da “Torre de Babel” (zigurate) Jardins Suspensos da Babilônia Torre de Babel Expansão territorial com a conquista da Fenícia, Síria e Palestina. Escravização do reino de Judá (cativeiro da Babilônia); Após a morte de Nabucodonosor a Mesopotâmia foi conquistada por Ciro I tornando-se domínio do Império Persa. 1 2 Estruturava-se com base no Modo de Produção Asiático: estado despótico fundamentado na religião, ausência de propriedade privada sobre os meios de produção (terra), servidão coletiva As terras pertenciam aos deuses sendo administradas pelos sacerdotes e cultivadas pelos camponeses; os templos eram donos dos meios de produção e dos animais. Construção de obras públicas (templos) e hidráulicas (canais); A principal atividade econômica era a agricultura, mas o artesanato, principalmente o de metais, e o comércio também se desenvolveram bastante. Babilônia tornou-se importante entreposto comercial. 3 5 A sociedade era rigidamente hierarquizada, sem mobilidade social; Vida difícil devido as enchentes e as guerras. Os escravos eram mais numerosos que no Egito; (prisioneiros de guerra ou homens livres endividados) O Governante era denominado Patesi ou Lugal e considerado sumo-sacerdote e chefe militar; Arquitetura: construção de templos, palácios e zigurates. Desenvolveram a matemática e a astronomia e o Direito • Dividiram o ano em 12 meses, a semana em 7 dias e o dia em 24 h. Destaca-se o desenvolvimento da escrita cuneiforme Literatura: Epopéia de Gilgamesh e o Mito da Criação Religião Eram politeístas e cada cidade tinha um deus protetor; Não acreditavam na vida após a morte; Desenvolveram o horóscopo e os 12 signos do zodíaco; Seus deuses representavam o bem e o mal (maniqueísmo). Os principais eram Marduk e Ishtar (deusa da natureza); Sargão I Espero que tenham gostado! 6 Relembrando as principais palavras!
Full transcript