Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

TETO - Capacitação de Líderes - Função

No description
by

Felipe Cavalcante

on 23 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of TETO - Capacitação de Líderes - Função

Capacitação de Líderes
Função
PERFIL DO LÍDER
IMPULSIVO
REGRADO
TEIMOSO
PERFECCIONISTA
Cada líder terá personalidade e perfil diferente. Isso o torna único!
É importante lembrar que se trata de uma
DUPLA
de líderes e, portanto, apesar das diferentes personalidades, o bom senso e a tolerância são fundamentais para que os dois formem uma só equipe coesa e produtiva, atráves de alinhamento e respeito!
LIDER EXPERIENTE
LIDER INEXPERIENTE
Detém a técnica
Agregam novas ideias e visões
O
RESPEITO
é fundamental nesta relação.

Impor

Discutir

Buscar consenso por meio de
raciocínio lógico
.
OBJETIVOS e METAS
Ao entrar no TETO:
Objetivo:
Mudar a realidade do país
Meta:
Entregar dentro do prazo a casa de uma família
Ao aceitar o papel de LÍDER:
Objetivo:
Orientar os voluntários
APRENDIZADO
Ensinar em vez de passar tarefas;
Formar novos líderes.
BEM-ESTAR
Prezar pela saúde e conforto dos voluntários.

Tá com sede?
SEGURANÇA
Situações de risco constantes, que podem ser evitados através de
orientação
dos
líderes
MOTIVAÇÃO
A equipe é espelho do líder. Se ele estiver
motivado
, a equipe também se motiva!
METAS
GESTÃO DE VOLUNTÁRIOS
É Funfamental conhecer
cada um
de seus voluntários a ponto de identificar e trabalhar com seus
pontos fortes e pontos fracos
QUAIS OS PRINCIPAIS PROBLEMAS NA GESTÃO DE VOLUNTÁRIOS?
ESPECIALISTA
Voluntário que só executa uma única tarefa, o que prejudica a formação deste como líder.
POSTE
Ninguém vai a uma construção se não quiser fazer alguma coisa. Se o voluntário está parado sem fazer nada é porque não teve orientação.
FOREVER ALONE
Por qualquer motivo ou característica, este voluntário fica deslocado da equipe. É necessário ter sensibilidade para trazê-lo de volta.
Motivação!
EXECUTIVO
Executa as tarefas sem saber o motivo. Está mais sucetível a erros por ter decorado algo ao invés de compreender um conceito. O líder deve sempre explicar
o porquê
de cada tarefa.
COMUNIDADE
É necessário:
Entender o contexto em que estaremos inseridos para estimular a interação, ouvindo e respeitando as famílias com intuito de refletir sobre a realidade observada
ETAPAS DE REFLEXÃO
O voluntário conhece o TETO
Então ele decide fazer parte
E age quando vem construir no fim de semana
No fim, ele deve refletir sobre a experiência, sempre orientado pelo líder que direciona os pensamentos e sensações do voluntário com auxílio do Tema Formativo
É de competência do líder, pela proximidade que tem com os seus voluntários, guiá-los para que
reflitam sobre a experiência
de uma construção e para que estes possam
canalizar energias
para o nosso propósito e compromisso, pautados no
Tema Formativo
de cada construção.
DEVERES PRÁTICOS
Participar de acompanhamentos e carregamento de painéis.
Participar da capacitação técnica e formativa, necessariamente
Levar água:
2 galões por equipe
Garantir que seus voluntários sigam as regras da escola, participem das atividades e respeitem os horários. Isso se faz através de
EXEMPLO
Zelar pelo bom uso das ferramentas, seu estado de conservação.
Prezar pela excelência da construção
BOM SENSO!
BOA SORTE!
UMA EXCELENTE CONSTRUÇÃO!
FAMÍLIA
O
principal motivo
do nosso trabalho em uma construção.
Deve-se prezar pela
aproximação da família
no momento construtivo, trazendo-a para
ajudar na construção
de sua própria casa e para
interagir com os voluntários
, etapa essencial para aprimorar os momentos formativos e engrandecer a experiência da construção para ambas as partes.
Se a família estiver distante, não quer se aproximar, é papel do líder tentar trazê-la para a construção. Procurem lembrá-los que eles se comprometeram a estar presentes no momento em que foram designados,
mas sem forçar nada, tenha bom senso!
Conhecer a família antes é essencial para um bom relacionamento nos dias de construção. Procure se aproximar, saber de interesses, o que fazem, enfim, detalhes que possam agregar nas conversas.
A
hora do almoço
é um momento extremamente propício para esta aproximação, além de ser muito formativo. Na maioria das vezes, a família quer que todos comam primeiro e acaba não participando. Não deixem que isso aconteça! Os convide para almoçar junto aos voluntários.
As famílias têm
comportamentos muito diferentes
e não podemos prever como cada uma vai se comportar, mas vale ressaltar que
o líder deve ter tato para lidar com essas diferenças
, deve entender os motivos da não aproximação e trabalhar para quebrar as barreiras.
Sempre usando o bom senso e respeitando os limites!
Full transcript