Loading presentation...
Prezi is an interactive zooming presentation

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Nês Silva

on 6 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Trabalho Realizado Por: Bruna Rodrigues
Inês Silva
Ricardo Magalhães
Miguel Oliveira 1. Novas tecnologias determinam novas relações de trabalho A Sociedade O nosso mundo tem sofrido mudanças radicais nas últimas décadas. São vários os fatores que têm concorrido para essas transformações:

- as mudanças científicas e tecnológicas ;
- a globalização dos mercados e das culturas .

O trabalho e o emprego foram afetados por essas mudanças. Um mercado ferozmente concorrencial e um consumidor mais consciente e exigente o que levou a flexibilizar os seus procedimentos e a criar produtos e serviços mais inovadores. 2- Uma nova visão sobre o trabalho e sobre os trabalhadores: do dever de trabalhar ao direito ao trabalho e ao descanso e lazer A palavra trabalho remete-nos para as ideias de dor e sofrimento, necessidade e exploração. Foi graças ao trabalho, que o mundo mudou e as sociedades evoluíram. Esta compreensão da vital importância do trabalho acabou por se traduzir na ideia de que trabalhar é um dever.
Ao mesmo tempo que existia um dever de trabalhar, também começou a surgir a ideia de um direito ao trabalho.
O que obrigava o Estado a tomar várias medidas, tais como fomentar o emprego, garantir condições dignas para trabalhar.
Porém nos dias de hoje assiste-se a uma mudança de perspectiva. O trabalho já não é visto como uma espécie de obrigação moral mas sim como um direito de cada um dispor da sua vida conforme lhe apetece e é mais forte que o dever de trabalhar. 4- O que é o empreendedorismo?


Inicialmedosnte, relacionava-se o empreendedorismo com gestão das empresas, nomeadamente, com criação de condições favoráveis para gestão recursos humanos. Hoje, já não se limita a caracterizar o espirito empresarial, mas é fundamentalmente uma qualidade das pessoas relativamente à capacidade de inovar, motivar e criar.
O empreendedorismo relaciona-se com uma atitude inovadora, isto é, que inova ou facilita a inovação. 3- Do trabalhador disciplinado ao trabalhador flexível O trabalho e o trabalhador foram atingidos, por uma transformação. Uma das características que os novos trabalhadores devem adquirir é a flexibilidade.
Deve ser capaz de integrar equipas de trabalho e assumir sucessiva e alternadamente um conjunto de tarefas que lhe vão sendo fornecidas.
Por outro lado, são exigidas ao trabalhador novas competências e qualidades no seio das novas organizações.
O trabalhador disciplinado, cumpridor das normas, obediente e fiel perante as ordens que vêm de cima, será substituído por um trabalhador empreendedor, que colabora e intervém nas decisões da empresa a vários níveis.
O trabalhador mecânico e solitário que vai funcionando silenciosamente ao longo de uma linha de montagem, vai sendo progressivamente substituído pelo trabalho em equipa e equipas de trabalho. 5- Trabalho e formação Atualmente, as necessidades de aprender não se limitam aos primeiros anos da nossa vida.
A realidade nas suas várias vertentes, econômica, cientifica, e cultural, nomeadamente, está constante a alterar-se. Ora, o conhecimento dessa mesma realidade acaba por ficar desajustado e torna-se necessário atualizar esses conhecimentos.
Hoje, assiste-se a uma grande mobilidade profissional, enquanto que antigamente um indivíduo mantinha-se no mesmo emprego durante muitos anos, quando não era durante toda a sua vida, hoje constatamos que se troca cada vez mais de emprego. Esta mobilidade requer uma constante aprendizagem que incorpore requalificação, aquisição e treino de novas competências. O desenvolvimento de novas atitudes no trabalho e no emprego:
o empreendedorismo 7. Iniciativa, proactividade e inovação

Para se ter iniciativa é necessário conseguir antecipar o futuro, prever o que vai acontecer e começar desde logo a preparar-se para esses cenários. Porém, ao mesmo tempo que antecipa os acontecimentos futuros, pode também decidir provoca-los, não se limitando a reagir duma forma preparada.
O conceito de proactividade dá-nos conta precisamente dessa atitude: o indivíduo proactivo questiona a sua maneira habitual de agir e trabalhar, empreendendo novas ações de acordo com a antecipação que fez das situações, procurando alcançar melhores resultados. 6- Novos perfis profissionais e exigências do sistema educativo e formativo






O empreendedorismo consitui uma competência-chave para enfrentar o mundo em mudança em que vivemos. O empreendedor é o indivudo que age para a mudança.
Para isso, deverá adquirir e desenvolver certas capacidades:
-Planear, organizar, analisar, comunicar, redigir, avaliar e memorizar;
-Desenvolver projectos e respectiva implementação;
-trabalhar cooperativamente em equipa
-Identificar em termos pessoais as áreas fortes e fracas;
- Agir proactivamente e responder positivamente e mudanças;
- Assumir riscos. 8. Aceitação do risco, automotivação e disciplina

Os riscos não podem ser sempre vistos como fatores negativos. Aquele que corre riscos dá um passo mais à frente que aqueles que se limitam a acompanhar o ritmo normal da realidade, sem aventurar no desconhecido.
Quando o meio não é suficientemente estimulante, o empreendedor encontra em si motivos para desbravar novos caminhos. Por isso se diz que o empreendedor é um indivíduo automotivado.
A disciplina é também uma condição para o desenvolvimento de cada um e da própria organização, já que diz respeito à planificação e organização do trabalho. .

A responsabilidade do trabalhador e a sua responsabilização realizadas no seio de uma empresa constituem outro dos elementos fundamentais que integram a atitude empreendedora. Porém, se o trabalhador não tiver possibilidades de decidir, de intervir autonomamente, também não se lhe pode pedir responsabilidades pelo que faz.
Num modelo de uma organização piramidal, que corresponde a muitas das empresas portuguesas, a responsabilidade vai-se diluindo à medida que sr caminha do topo para a base. 9. Reorganização a empresa: responsabilidade e responsabilização A flexibilidade é uma característica que se relaciona com uma estratégia da empresa de adaptação rápida ao ambiente crescentemente concorrencial e exigente do mercado e pode conduzir a uma mais eficaz gestão do emprego. Manifesta-se em várias áreas: ao nível dos salários, da mobilidade geográfica dos trabalhadores, da situação profissional e desempenho de tarefas, da segurança contratual. 10. Flexibilidade e Precariedade Com o surgimento de novas invenções tecnológicas, o uso crescente dos computadores e de tecnologias no domínio informático, é natural que se coloquem questões sobre o futuro do emprego. O receio dos trabalhadores poderem ser substituídos por máquinas reacendeu-se nas economias de mercado desenvolvidas com as novas tecnologias. 11. Inovação tecnológica e o futuro do emprego A criatividade é uma característica do espirito empreendedor, reflete os novos tempos de organização do processo produtivo, ao contrário do que se passava no passado. No âmbito da sociedade industrial e da organização de tipo taylorista, o operário ocupava um posto fixo. Não é isto que se passa nas atualidade. A introdução de processos de automação e de tecnologias de informação e comunicação acentua a tendência para libertar os trabalhadores. As novas tecnologias criam oportunidades para tarefas mais criativas.
12. Atitudes indutoras de criatividade e inovação relativamente ao trabalho e a uma nova cultura de empresa
Full transcript