Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Trabalho de Química - Reações Químicas - Vulcanismo

No description
by

João Pedro Matos

on 25 February 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Trabalho de Química - Reações Químicas - Vulcanismo

Trabalho de Química
Reações Químicas
Vulcanismo

- Ana Luisa Peixoto
- Ana Luiza Almeida
- Camila Freire
- Giovanna Lidório
- João Pedro Matos
- Larissa Santana
Colégio Guarapiranga
Em uma erupção violenta de um vulcão a lava está carregada de vapor e outros gases, como dióxido de carbono, hidrogênio, monóxido de carbono e dióxido de enxofre, que escapam da massa de lava expelida nas grandes explosões, ascendem formando uma turva e densa nuvem, estas nuvens descarregam, muitas vezes, chuvas copiosas. Porções grandes e pequenas de lava são expelidas em direção ao exterior, e formam uma fonte ardente de gotas e fragmentos classificados como bombas, brasas ou cinzas, segundo seus tamanhos e
Introdução
O vulcanismo é um fenômeno geológico que envolve derramamento ou movimentação do magma, gases e outros materiais advindos do interior da Terra para a superfície.
O termo vulcanismo é utilizado para designar uma série de fenômenos e elementos vulcânicos. A ciência que tem como objetivo estudar o fenômeno e também o comportamento dos vulcões é a vulcanologia, sendo que o profissional que a executa é chamado de vulcanólogo.

Atividades Vulcânicas
Há três tipos de atividade vulcânica, variando de acordo com o tipo de magma, sua temperatura ou composição química:
Explosiva:
Atividade associada à lava viscosa, originária do magma ácido, rico em sílica e gases. Por ser viscosa, tal lava se solidifica na cratera, assumindo duas formas possíveis, uma conhecida pelo nome de agulha, que é a acumulação de formas alongada e pontiagudas no interior da chaminé, ou ainda o formato de domo ou cúpula, que consiste na acumulação de lava consolidada na cratera em forma arredondada.

Efusiva:
Fenômeno vulcânico que envolve lava muito fluida, derivada do magma primário. De emissão rápida, o fenômeno ocorre em grandes escoadas, pronto a percorrer rapidamente as distâncias.
Mista:
É a atividade vulcânica que ocorre tanto de modo explosivo como efusivo, ou seja, alterna períodos calmos e outros de violentas explosões, com libertação de gases e material piroclástico.
A atividade vulcânica é responsável pela emissão de três produtos, que são o gás, o material piroclástico e a lava.
Os gases mais comuns resultantes são o vapor d’água, o dióxido de carbono e óxidos tanto de enxofre como de nitrogênio.
O material piroclástico consiste em fragmentos de rochas vulcânicas, consolidadas imediatamente ou anteriormente a partir da lava.
A lava, por sua vez, pode ser definida como material geológico em fusão.
A palavra "vulcão" deriva do nome do deus do fogo na mitologia romana Vulcano.
Vulcão
Os vulcões são uma manifestação superficial da energia interna da Terra. A temperatura e a pressão são incrementadas na medida em que nos aproximamos do interior do planeta, alcançando uma temperatura de 5000°C no núcleo. O efeito combinado da temperatura e da pressão em diferentes profundidades provoca um comportamento diferente que se estruturam em diferentes camadas.
Grupo
Fontes:
- https://pt.wikipedia.org
- http://www.infoescola
- http://brasilescola.uol.com.br
- http://noticias.terra.com.br
- http://www.suapesquisa.com
- http://mundoeducacao.bol.uol.com.br
- http://educacao.globo.com
- http://revistaescola.abril.com.br
Erupção Vulcânica
A erupção vulcânica é um fenômeno da natureza, geralmente associado à extravasação do magma de regiões profundas da Terra na superfície do planeta. As camadas de rochas formadas por erupções magmáticas são chamadas de "derrames", pois a rocha espalha-se e solidifica-se na superfície do globo. A lava arrefecida gera normalmente um óptimo solo para plantação.

Existem vários tipos de erupção vulcânica, diferindo na proporção e tipo de material expelido, e na violência dessa expulsão.
Erupção Hidromagmática
Tipos de Erupção
A proporção de rochas, gases e lava que um vulcão emite determina o tipo de erupção. Os tipos de erupção recebem normalmente nomes relacionados com vulcões famosos onde se observou um comportamento vulcanológico característico. Alguns vulcões exibem somente um tipo de erupção durante um intervalo de actividade, enquanto que outros podem mostrar uma sequência de diferentes tipos.
As erupções vulcânicas podem ser divididas quanto à sua violência em explosivas e efusivas.
Erupção Havaiana
Erupção Estromboliana
Erupção Pliniana

Erupção Vulcaniana
Erupção Peleana
Erupção Subglacial
Tipos de Vulcão
Uma das formas de classificação dos vulcões é através do tipo de material que é expelido, o que afeta diretamente a forma do vulcão.
Vulcão-Escudo:
São vulcões que expelem enormes quantidades de lava que gradualmente constroem uma montanha larga com o perfil de um escudo.

Cones de Escórias:
É o tipo mais simples e mais comum de vulcões.

Estratovulcões:
São grandes edifícios vulcânicos com longa atividade, forma geral cônica, normalmente com uma pequena cratera no cume e flancos íngremes, construídos pela intercalação de fluxos de lava e produtos piroclásticos, emitidos por uma ou mais condutas, e que podem ser pontuados ao longo do tempo por episódios de colapsos parciais do cone, reconstrução e mudanças da localização das condutas.

Caldeiras Ressurgentes:
São as maiores estruturas vulcânicas da Terra, possuindo diâmetros que variam entre 15 e 100 km².

Vulcões Submarinos:
São aqueles localizados abaixo da água
Os vulcões encontram-se principalmente em ambientes tectónicos
Nevado del Ruiz (Colômbia), 1985
Monte Pelée (Martinica), 1902
Krakatoa (Indonésia), 1883
Tambora (Indonésia), 1815
Monte Unzen (Japão), 1792
Vesúvio (Itália), 79
Tera (Santorini, Grécia), século XVII a.C.
Erupções Históricas
As piores erupções da História, que causaram maiores danos:
É estimado que cerca de 10 000 vulcões entraram em atividade nos últimos 2 milhões de anos. Atualmente cerca de 500 podem ser considerados ativos, dos quais 20 deles são muito ativos.
A enorme quantidade de energia liberada durante uma erupção explosiva pode ser avaliada em função da altura que as rochas e cinzas são projetadas.
As nuvens de vapor e poeira assim expelidas podem produzir efeitos atmosféricos e climáticos duradouros.
formatos.
O Vulcão Mais Velho do Mundo
O Brasil é o país com o vulcão mais antigo do mundo formado pelo sistema de caldeiras vulcânicas e está localizado na Amazônia, entre os rios Tapajós e Jamanxin.
http://noticias.terra.com.br
Vulcão é uma abertura na crosta terrestre, de formato montanhoso, por onde saem magma, cinzas, gases e poeira. Esta estrutura geológica é formada, geralmente, a partir do encontro entre placas tectônicas.
Principais Vulcões e Localização
Etna (Sicilia)
Monte Fuji (Japão)
Kilauea (Havai)
Krakatoa (Indonésia)
Monte Pinatubo (Filipinas)
Vesúvio (Itália)
El Chichon (México)
Os principais vulcões do mundo são:
Partes do Vulcão
Um vulcão é constituído por:
Magma:
É a rocha derretida pela alta temperatura do interior da Terra que é rica em gases dissolvidos que permanecem armazenados na câmara magmática.

Lava:
É a rocha derretida sem grande concentração de gases que é expelida pela abertura do vulcão.

Câmara Magmática:
É o local onde o magma permanece armazenado.

Chaminé:
É o canal por onde o magma e os gases armazenados na câmara magmática escapam.

Cratera:
É a parte mais visível do vulcão que marca o fim da chaminé e o primeiro contato da lava com a superfície.

Cone Vulcânico
: É um relevo situado na cratera formado pelo acúmulo de lava que se solidifica.
Vulcões
- Vesúvio
- Pessoas Petrificadas
- Villarrica, no Chile
- Tungurahua, Equador
- Santa Helena, EUA
- Colima, México
- kilimajaro, África
- Anak Krakatau, Indonésia
- Fuji, Japão
- Pinatubo, Filipinas soltou tanta fumaça que ela bloqueou a luz do Sol por semanas.
1ºA
No Brasil, não há vulcanismo ativo há milhões de anos. Os ciclos tectônicos, que permitem a formação dos vulcões, têm um período de existência de aproximadamente 300 milhões de anos. Quando esse processo termina, cessa também a atividade vulcânica. Segundo os estudiosos, um novo ciclo poderá se instalar no país provavelmente no litoral, mas só daqui a milhões de anos.
Em um passado geologicamente distante, havia uma grande quantidade de vulcões em nosso território.
Os mais recentes não se manifestaram em nossa área continental, mas em regiões oceânicas, originando ilhas pertencentes ao Brasil no Atlântico, incluindo Fernando de Noronha.
- A ilha de Fernando de Noronha é produto de vulcanismos antigos no Atlântico
- Os vulcões do Brasil são extintos.
1. A Formação

A movimentação das placas abre caminho para que o magma, rocha fundida no interior da Terra, suba à superfície. Se não encontra saída, ele fica acumulado em uma espécie de reservatório, a câmara magmática.

2. A Erupção

Quando o reservatório do vulcão está muito cheio de magma, liberado pela abertura entre uma placa e outra, pode haver uma erupção. O magma, depois de expelido pela chaminé do vulcão, passa a ser chamado de lava.

A formação e a erupção de um vulcão ocorrem graças ao choque das placas tectônicas
Reação Química
Resumidamente, reação química é uma transformação da matéria em que pelo menos uma ligação química é criada ou desfeita.
Full transcript