Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Eutanásia

No description
by

ines mouraia

on 3 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Eutanásia

Eutanásia A nossa opinião... Obrigado pela vossa atenção! O trabalho teve um efeito positivo porque aprendemos muito mais sobre a eutanásia, de modo a conseguirmos elaborar e apresentar este trabalho.
Apesar de ter sido feito num curto espaço de tempo, achamos que teve sucesso.

Devido ao trabalho em si e à pesquisa, temos agora uma opinião formada. Esperamos que todos os que o visualizem percebam o que a eutanásia significa e formem a sua opinião também. Conclusão Favor ou Contra? Fizemos este trabalho pois achamos que este tema é muito actual e interessante, pois todos deviam ter uma opinião sobre a eutanásia.

O trabalho transmite, resumidamente, as respostas para as perguntas mais frequentes: o que é, porquê e como? Fala também, do que o doente, a família e os médicos têm a dizer, transmite a nossa opinião, apresenta os aspectos da sociedade a este tema tão controverso, como também os primeiros países a aderir e casos reais de pessoas que pediram a eutanásia. É uma morte sem dor física ou psicológica que acaba com o sofrimento do doente que sofre :
de doenças terminais;
doenças que põem o doente em morte cerebral;
imobilidade total;
dependência de terceiros. Utiliza-se esta técnica para acabar com o sofrimento do doente (terminal) que vive os dias a achar que o fardo de viver é muito pesado para continuar. Para a família ou para o seu responsável poderem ter uma vida normal, visto que não têm possibilidade de ficar com o doente. Introdução O que é? Porque se faz? A activa, é feita através de uma substância que provoca directamente a morte do paciente. É como um acto misericordioso; Diferentes Tipos A passiva, é efectuada através da omissão, ou seja, um médico deixa de prescrever os medicamentos ao doente. Sabendo assim que lhe causará a morte. O que têm a dizer? E vocês... Doente Família Médicos Aspectos Positivos Negativos A Bélgica e a Holanda são os únicos países europeus onde a eutanásia é legal, enquanto a Suíça tem uma atitude tolerante e no Luxemburgo o processo de legalização está em curso. Em Portugal, a eutanásia como suicídio assistido é considerada homicídio qualificado pelo Código Penal. Voluntária - quando a morte é uma vontade do paciente;
Involuntária - quando o paciente é contra a morte;
Não voluntária - quando o paciente não manifesta a sua posição em relação à morte. Mas também pode depender do paciente -Corresponde a uma escolha de modo a evitar a dor e o sofrimento das pessoas que se encontram sem qualidade de vida ou em face terminal;
-É uma escolha consciente e informada;
-Cada pessoa tem o direito à autodeterminação, à escolha pela sua vida e pelo momento da sua morte; A eutanásia viola as normas básicas da medicina. Há muitos anos que os médicos juram não matar ao receitar os medicamentos, talvez por isso, os doentes lhes confiem as suas vidas. A eutanásia destrói a confiança dos pacientes nos médicos, pois a missão deles é combater a morte, promover a cura e aliviar o sofrimento. Trabalho elaborado por:
.Cristiana Jesus
.Inês Mouraia
.Mª Carolina Faria
.Rafaela Barreto
Full transcript