Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Fábula Raposa - Devolutiva 6B

No description
by

Luiza Moraes

on 5 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Fábula Raposa - Devolutiva 6B

Devolutiva - 6oB Fábula 1 - Raposa como personagem - A raposa foi muito bem caracterizada

- Os outros personagens também estão adequados

- Bons inícios

- Todas as fábulas têm título e moral

- Muitos diálogos muito ricos entre os personagens Qualidades Gerais Estrutura típica das fábulas Maior problema:
Relacionado à estrutura da fábula Algumas fábulas não apresentam nenhum conflito e nada muda durante toda a história.

Exemplos:

Um animal quer ser igual ao outro. Ele não consegue e permanece tudo igual, como era antes.

Um animal quer ser amigo do outro, mas o outro não quer. Os dois vão embora e nada muda. Problema 1: Falta conflito O leitor fica cheio de dúvidas Problema 2:
Faltam informações muito importantes A fábula não é concisa Problema 3:
Sobram informações Os animais têm características humanas, mas a história se passa no mundo dos animais. Problema 4: Histórias muito humanas A raposa e a ovelha

Em um dia ensolarado, uma faminta raposa andava pela floresta procurando por comida, quando, de repente, avistou uma ovelha. Como estava dando seu último suspiro de tanta fome, o esperto animal teve a ideia de fingir estar doente e como sabia que a ovelha era muito gentil, gritou:

- Dona ovelha, por favor me ajude, estou muito doente.

Como a raposa havia imaginado, o ingênuo animal, achando que estava fazendo a coisa certa, decidiu ajudá-la. Quando se aproximou da farsante, antes que pudesse fazer qualquer coisa, ela disse:

- Vejo que a senhora é gentil, mas não é tão esperta.

E na mesma hora engoliu o pobre animal em uma única mordida.


Moral: Faça o bem, mas veja a quem. INÍCIO: Situação incial que apresenta um conflito.

DESENVOLVIMENTO:O conflito é desenvolvido, os personagens agem

DESFECHO: O conflito é resolvido e essa resolução leva a uma moral É preciso que haja TRANSFORMAÇÃO

Para haver uma lição é preciso que um personagem se transforme! Exemplos:

O macaco e a raposa estavam tentando chegar em outro lugar, mas tinha um penhasco no meio.

Uma raposa quer muito comer um rato e o convida para jantar, no fim o rato consegue enganar a raposa e ir embora, mas o leitor nunca descobre qual era o plano da raposa.

Um animal constroi uma casa para a raposa e, aparentemente, a casa é ruim. Todos riem da raposa, mas o leitor não sabe por quê, não sabe qual era o defeito da casa. A fábula sai daquela estrutura básica (Início, Desenvolvimento e Desfecho). 1. Aparecem dois conflitos - a fábula está indo em uma direção, mas aparece outro problema que muda o foco da história. Ela fica com dois conflitos diferentes e acaba transmitindo duas lições diferentes. Com isso, a moral combina com uma parte da história e não com a outra. 2. A história tem só um conflito, mas há informações que não se relacionam diretamente a ele. Aparecem diálogos desnecessários, por exemplo. Aparecem características do mundo humano, como:

- Drogas
- Restaurantes
- Cadeia
- Espiões Devemos manter as características da floresta.
- Ao invés de montar restaurante - o animal pode caçar As fábulas são muito diretas:
Só pode existir um conflito e uma moral

Veja:

Animais: raposa e ovelhaCaracterísticas: esperta e mentirosa/ ingênua e bondosa
Conflito: Usando sua esperteza, a raposa mentiu. Por ser ingênua, a ovelha não percebeu a mentira e, por ser bondosa, ela quis ajudar. Ela fez o bem, sem ver a quem, ou seja, sem perceber que estava lidando com um ser que representava perigo. Moral: Faça o bem, mas veja a quem.
Full transcript