Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Tecnologia e Educação: Trabalho e Formação Docente

No description
by

Paula Barcelos

on 25 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Tecnologia e Educação: Trabalho e Formação Docente

"Globalização" e Trabalho Docente: No enredo das Tecnologias
A educação e o trabalho docente estão sendo reestruturados. A escola deve romper com sua forma histórica presente para fazer frente a novos desafios.
As tecnologias da informação e da comunicação (TIC) têm sido apontadas como elemento definidor dos atuais discursos do ensino, ainda que prevaleçam nos últimos.

Tecnologia e Educação: Trabalho e Formação Docente

A presença das TIC tem sido investida de sentidos múltiplos, que vão da alternativa de ultrapassagem dos limites postos pelas "velhas tecnologias", representadas principalmente por quadro-de-giz e materias impressos, à resposta para os mais diversos problemas educacionais ou até mesmo para questões socioeconômico-políticas.
Tecnologias e sociedade da informação
É preciso caracterizar a "sociedade da informação" como uma articulação de empreendimentos teóricos, econômicos e políticos. E é importante distinguir os que partem do seu questionamento daqueles que assumem tal sociedade como pressuporto. Pois, é no nível dos pressupostos e implícitos que a ideologia opera no discurso.
Tramas do discurso
Os documentos concernentes à formação de professores, como as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura e de graduação plena, explicitam a aposta na reconfiguração do trabalho, tendo em vista a "sociedade da informação".
No que diz respeito ao trabalho docente propriamente dito, o "abandono da categoria trabalho pelas categorias da prática, prática reflexiva" (Freitas, 2003, p. 1.096) tem sustentado a utilização de expressões como "atividades" e "tarefas docentes". É a materialização discursiva do esvaziamento desse trabalho, com a restrição do professor à escolha do material didático a ser usado nas aulas, durante as quais lhe cabe controlar o tempo de contato dos alunos com os referidos materiais, concebidos como mercadorias cada vez mais prontas para serem consumidas. (Barreto, 2002).
As simplificações e os deslocamentos que têm caracterizado as propostas oficiais de EAD expressam o esvaziamento da formação de professores, progressivamente deslocada para "capacitação em serviço" ou até mesmo "reciclagem", visto que a formação inicial "presencial" não conta com o financiamento internacional alocado nas TIC para a EAD, não garantindo sequer o direito de acesso às tecnologias.
O novo paradigma assume a redução das tecnologias a ferramentas de ensino a distância, excluindo os modos da sua apropriação na formação e no trabalho docente. Entretanto, é preciso reconhecer que elas são importantes porque funcionam como um dos vértices da triangulação que permite ao Estado ser mínimo, no que diz respeito a investimento, e máximo, quando se trata do gerenciamento da educação.
As TIC para EAD
Leher (1997, p. 138) afirma que o próprio Banco Mundial, ao assinalar que a utilização das tecnologias é o "instrumento privilegiado para inserir os países no fluxo hegemônico do Tempo", também reconhece a inviabilidade de que os países em desenvolvimento venham a ser inseridos no ritmo acelerado dos países centrais.
Ao passo que o discurso trata da democratização do acesso, as práticas sociais evidenciam que essa espécie de linha divisória entre os incluídos e os excluídos não diz respeito a acesso ou ausência de acesso, mas aos modos como ele é produzido e aos sentidos de que é investido.
É importante verificar a afirmação de um "novo paradigma", recorrente no site do MEC, em geral associado ao afastamento das objetivações supostamente marcadas pela simplicidade, em direção à complexidade (Morin, 1998). É inegável a hegemonia do movimento de virtualização do ensino, na perspectiva de e-learning, cuja tradução mais comumtem sido "educação a distância via Internet": uma forma de aprendizagem em que a mediação tecnológica é destacada, nos mais diversos "ambientes de aprendizagem".
O que há de novo são os discursos muito mais elaborados, sob os mais diversos pontos de vista, assim como mais ágeis na conquista de materialidade mais espessa.
O sentido hegemônico das TIC aponta para o primado da dimensão teécnica, apagando as questões de fundo. Se tratando da sua incorporação educacional, parece não haver espaço para a análise dos seus modos e sentidos.
Tendências Atuais
Retomando o ponto de partida deste conjunto de reflexões, o desafio maior é fazer frente à tentativa de apagamento dos determinantes históricos e sociais da escola. Alves (2004, p.218) diz:
Discutir o papel específico, hoje, da escola para os vários grupos, suas múltiplas diferenças e distâncias, torna-se neste contexto algo premente(...)a escola é um espaço único e especial (...) um espaçotempo de juntar pessoas (...) é preciso recuperar o espaço do saber, que nada tem a ver com o lugar de uma certa competência técnica. (Grifos da autora).
Raquel Goulart Barreto*
Centro Universitário Municipal de São José - USJ
Disciplina: Mídias e Tecnologias - Profª Marinez Chiquetti
Acadêmicas: Daffny Silveira dos Santos
Fernanda Bitencourt de Freitas
Michely Borges do Nascimento
Paula Mello Barcelos
Pedagogia - 6ª Fase

Resumo do Texto
Full transcript