Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Plano Municipal de Saneamento Básico - Conceição do Tocantin

No description
by

Ricardo Kaminishi

on 1 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Plano Municipal de Saneamento Básico - Conceição do Tocantin

Plano Municipal de Saneamento Básico - Conceição do Tocantins
2. Plano de mobilização social
3. Plano de mobilização social
4. Estratégia de divulgação da elaboração do PMSB
1. Caracterização do município
Nome do município: Conceição do Tocantins
Criação do município: 07 de Agosto de 1963
Distância da capital Palmas: 310 Km
População Total: 4182 hab.
População Urbana: 2911 hab.
População Rural: 1271 hab.
Área territorial: 2500, 70 Km²

PIB
PIB: R$ 27,029 milhões, sendo: R$ 3,490 milhões para setor agropecuário, R$ 17,170 milhões para o setor de serviços comerciais, pessoais ou comunitários.

PIB per capita: R$ 6.463,22 reais

Atividades econômicas:
 Agropecuária: 19,88% do PIB, com destaque para a mandioca e o milho.
 Pecuária: Destaque para a criação de bovinos com 24.940 cabeças
 Mineração: Extração de minério de Ferro, Níquel e Ouro.
 Serviços públicos
 Prestação de serviços para comércio varejista
 Programas sociais do governo

IDH
81ª posição
Turismo
Festas do Divino Espírito Santo, Nossa Senhora do Rosário em julho e de Nossa Senhora da Conceição em dezembro,aumentam consideravelmente o número de visitantes ao munícipio
2.1. Comitê de coordenação

Representante do poder público municipal:
 Secretario de meio ambiente e agricultura (Coordenador geral)

Representante dos prestadores de serviços:
 Secretario de obras e serviços públicos
 Represente local da ATS/Saneatins

Representante das organizações da sociedade civil:
 Sindicato dos trabalhadores rurais
 Sindicato dos trabalhadores da região do matão
 Representante do Centro Comunitário Jesus Bom Pastor

Comitê Executivo
Equipe multidisciplinar:
 Engenheiro civil - Secretaria de obras
 Secretário de meio ambiente ou uma pessoa delegada pelo secretário
 Necessário um Eng. Ambiental e/ou Sanitário
 Secretária da assistência social

Equipe técnica mínima:
 Engenheiro ambiental e/ou sanitário (Coordenador)
 Engenheiro civil
 Assistente social ou representante da área social
 Estagiários de áreas afins
 Técnico de informática
 Secretário (a)

5. Metodologia pedagógica das reuniões
5. Panorama básico
7.0 Cenários
8. Programas, Projetos e Ações
3.1. Setores
Zona Rural:
- Zona A:
Zona da comunidade do matão
- Zona B:
Zona da comunidade do curral queimado
- Zona C:
Zona urbana:

3.2. Identificação dos atores sociais parceiros
- Centro Comunitário Jesus Bom Pastor;
- Escolas ( escolas municipais e escolas estaduais);
- Câmaras dos vereadores;
- Sindicato dos trabalhadores rurais;
-Sindicatos do trabalhadores rurais da comunidade do matão

3.3. Identificação e avaliação dos programas de educação em saúde e mobilização social
- Agentes comunitários de saúde;
- Agentes comunitários de endemias;
- 2 PSFs;
- Centro comunitário Jesus Bom Pastor - O centro possui 16 projetos em áreas sociais.

3.4. Disponibilidade de infra estrutura para realização dos eventos
Zona A:
- Escola rural
Zona B:
- Escola rural
Zona C:
- Centro comunitário Jesus Bom Pastor - Capacidade para 300 pessoas
- Câmara municipal - Capacidade para 150 pessoas
- CRAS - Capacidade para 300 pessoas

Redes sociais
 Todas as redes sociais em geral;
 Página da web da prefeitura da cidade, disponibilização das informações antes da criação, durante a criação e após a finalização do PMSB

Escolas
 Convite das escolas para os pais e alunos utilizando panfletos com informações sobre a importância do PMSB;
 Levar informações sobre o PMSB aos alunos, sobre a importância da execução do PMSB e da importância da participação da comunidade realizado pelos próprios executores do plano, utilizando gincanas, etc.

Carro de som
 Com informações sobre as reuniões, como horário e local
Convites pessoais
 Panfletos com explicações sobre o PMSB;
 Reforçar informações e o convite à população

Igrejas
 Convite a população durante as missas e cultos usando panfletos;
Panfletos
 Com informações necessárias sobre o PMSB, deve ser distribuído porta a porta, em igrejas e escolas
Metodologia participativa da população, método METAPLAN
O Método METAPLAN é um conjunto de ferramentas de comunicação que auxiliam grupos em busca de idéias e soluções para problemas

Gincanas nas escolas
Utilizar gincanas como forma de informação e conscientização dos jovens sobre a importância e elaboração do PMSB. Entregar uma premiação durante as reuniões como forma de atrair esses jovens às reuniões.

Oficinas e audiências
Possuem o objetivo de fazer com que a população relate os problemas de seu município e seus desejos de melhorias

Por que fazer?

Apresentar caráter democrático e participativo, considerando sua função social; sensibilizar a sociedade para a importância de investimentos em saneamento básico, benefícios e vantagens; Estimular a participação social.

5.1. Educação
01 creche
01 pré-escola
01 escola municipal na zona urbana
07 escolas municipais nas zonas rurais
02 escolas estaduais
-01 de ensino médio
-01 de ensino fundamental
2927 pessoas alfabetizadas

5.2. Saúde
01 Pronto Atendimento
0 Unidade de Saúde da Família
-2 equipes de saúde da família
-02 médicos
-02 odontólogos
-02 enfermeiras
-02 técnicas de enfermagem
-02 auxiliares de consultório dentário
-01 farmacêutica
-01 enfermeira de pronto atendimento
-01 fisioterapeuta
-07 técnicas de enfermagem pronto atendimento
-04 agentes de controle de endemias
-14 Agentes Comunitários de Saúde.

5.3. Abastecimento de água
- Subterrâneo - coletado dos poços artesianos tubulares
- Atende 96% de população urbana
- Era realizado pela Saneatins e está sendo transferido para a ATS
- A forma de tratamento da água se dá através da desinfecção com aplicação de cloro e abrandamento com aplicação de cal.
- Na zona rural a água é proveniente de cacimbas ou da água da chuva, sem tratamento
- Os rios foram degradados devido a mineração de Ouro

5.4. Esgotamento sanitário
- Não possui rede
- Uso de fossas sépticas
- Em alguns casos é jogado em ruas e quintais

5.5. Resíduos sólidos
- Varrição realizada 5x por semana
- Coleta de galhadas realizada periodicamente
- Não há coleta e disposição adequada de entulho, sendo este destinado pela população em terrenos baldios, ou onde julgam correto
- Não há coleta seletiva
- Lixo hospitalar é coletado e destinado a vala sem tratamento
- Produz 8 caminhões de lixo por semana

5.6. Saúde e meio ambiente
- Dengue clássica: 07 casos em 2011, 66 em 2012 e já na metade do ano de 2013 tem-se 16 casos, sem contar os sintomáticos que não procuram o serviço de saúde;
- Leishmaniose: a doença em seres humanos em 2011 foram detectados 03 casos, em 2012 detectados 02 casos Leishmaniose Tegumentar e 12 casos leishmaniose visceral. Porém em cães foram os seguintes: 2011 foram feitas 68 sorologia, destes 13 reagentes, em 2012 foram feitas 19 sorologia e 01 reagente, em 2013 já realizadas 54 sendo 06 reagentes.
-Chagas ainda presente nos diagnósticos da Secretaria de Saúde, tem apresentado números de triatomíneos: em 2011 foram 29 entre (ninfa, macho e fêmeas), em 2012 encontrados 39 e em 2013 neste 1º semestre já foram detectados 59. Sendo que todas as moradias onde foi detectado o barbeiro foram borrifadas.

5.7 População
4.182
9. plano de Execução
10. Indicadores de Desempenho
Índice de estabelecimentos atendidos por água potável: Nº de estab. Atendidos/ nº total de estabelecimentos
Índice de estabelecimentos atendidos por rede de esgoto operado: N de estab. Com rede de esgoto/ nº total de estabelecimentos
Existência de local adequado para disposição de resíduos sólidos: Existência ou não
Índice de drenagem superficial urbana: Qtde. executada/Total Perímetro urbano

Taxa de pessoas assistidas com educação ambiental: nº de pessoas assistidas/Total de habitantes
11. Sistema de Informações para Auxílio à Tomada de Decisão
Monitoramento do sistema de informação
A secretaria de meio ambiente será a responsável pelo monitoramento das ações.

Será necessário a realização de reuniões para apresentar os dados do monitoramento.

Realizar periodicamente analises, afim de confirmar o bom andamento das ações propostas pelo PMSB

Componentes
Edison Fernandes de Deus

Márcia Cristina A. Negreiros

Akley Rodrigues Silva

Teresinha Martins da Silva - FUNASA/Palmas

Ana Cleide Gonçalves - FUNASA/Palmas

Eloisa Lira Barbosa - Prefeitura - Porto Alegre

Antonio Luiz B. da Silva - Juarina

Dener Alves de Souza- Prefeitura de Porangatu/GO

José Maria

Paolo Willian

Gilberto Andrade
Israel Pereira de Oliveira - Palmas - CAIXA

Sandra Regina S. Nunes - Palmas - SEMADES

Samuel Vaz de Almeida

Rogério Pereira Barbosa - Aparecida do Rio Negro

Hélia Rodrigues de Azevedo

Raquel A.M. Lima

Karllayle

Thierry Ataides

Kelly Márcia Rodrigues

Ricardo Kaminishi dos Santos Júnior
Slogan : Conceição do Tocantins para todos
Full transcript