Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Revisão da Literatura sobre a técnica de Mulligan na D.L.

No description
by

Quéren Silva

on 5 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Revisão da Literatura sobre a técnica de Mulligan na D.L.

Introdução
Técnica de Mulligan
Conclusão
Metodologia
Belo Horizonte
2014

Revisão da Literatura sobre
a técnica de Mulligan na Dor Lombar

Pontíficia Universidade Católica de Minas Gerais
Curso de Graduação em Fisioterapia
Trabalho de Conclusão de Curso

Aline Cristelli dos Santos
Grazielly Guedes França
Mariane Martins Rodrigues
Michelle Martinez Silva
Valquíria Schettini Condé
Wellinthon Diniz Carneiro Júnior

Desordens na coluna vertebral são responsáveis por altos custos no setor da saúde, sendo uma das causas mais frequentes de incapacidades.
De acordo com o tempo de duração, a Dor Lombar (DL) pode ser:
Realizar uma revisão de literatura sobre a técnica de Mulligan como recurso fisioterapêutico utilizado para o tratamento da dor lombar.

AGUDA
SUBAGUDA
RECORRENTE
As técnicas de terapias manuais que usam de mobilização articular no tratamento da DL objetivam:
Aliviar a dor
Restaurar o movimento voluntário
Diminuir espasmo muscular
Aumentar a flexibilidade dos tecidos
Prevenir aderências intra-articulares
Prevenir fibrilação cartilaginosa

Objetivo
Graduandas:
Orientador:
Prof. Paulo Roberto Lage Brunelli

Foi realizada uma busca na literatura utilizando as bases de dados disponíveis no Portal de Periódicos:

CAPES
MEDLINE
SciELO
PEDro
LILACS
2000
1998
2014
1999
1997
1984
Foram incluídos trabalhos no período de 1984 a 2014
1985
1995
1996
2002
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010
2011
2012
2001
Terapia Manual (Manual Therapy)
Palavras chaves
Dor Lombar (Low Back Pain)
Método Mulligan (Method Mulligan)
Mobilização Articular (Joint Mobilization)
Segundo Exelby(2001), Mulligan(2009), Piran et al (2012), esta técnica associa mobilizações articulares passivas realizadas pelo terapeuta com o movimento ativo realizado pelo paciente, com o intuito de diminuir a dor, aumentar a amplitude de movimento (ADM) e funcionalidade do paciente.

Os deslizamentos devem ser mantidos até que as articulações retornem a posição inicial.

Uma pressão adicional é realizada no final da ADM e deve permanecer por 2 a 3 segundos com o terapeuta mantendo o deslizamento acessório do movimento.

Mulligan (2009), “a eficácia das técnicas de Deslizamentos Apofisários Naturais Mantidos (SNAGS) deve ser imediata e se isso não ocorrer, outra forma de terapia manual deverá ser tentada”.
Conforme estudos realizados por Bisset et al (2006), Slater et al (2006), Stephens (1995) e Mulligan (2009), a aplicação da técnica deve ser indolor.

De acordo com Mulligan (2009), a técnica para ser considera eficaz e progressiva, a resposta tem que ser instantânea.



AUTO SNAGS
é prescrita para dar continuidade ao tratamento do paciente em sua residência:
2013
Resultados
Konstantinou et al. (2007), selecionaram para seu estudo, 26 pacientes que apresentassem dor à flexão lombar.
Alves et al. (2013), avaliaram a efetividade das técnicas de Mulligan em 42 voluntários com DL.

Houve significativas diferenças estatísticas entre:
Piran et al (2012), compararam a eficácia das técnicas de Maitland, Mulligan e Estabilização Segmentar, em relação ao ganho de ADM de flexão e extensão de tronco e diminuição da dor lombar no tratamento de 21 indivíduos com lombalgia crônica.
De acordo com Exelby (2001), após uma falha na posição da articulação facetária, a técnica de mobilização associada ao movimento ativo reduz a ação nociceptora, ou seja, a percepção de dor naquele local, assim como o efeito do end-feel que inibe o reflexo de dor sobre o músculo.
Intensidade da dor antes e logo após a intervenção (p=0,001);

A comparação entre o antes da mobilização e 7 dias após a mesma (p=0,001);

A analgesia gerada pelas técnicas de SNAGS foi mantida, transcorridos 7 dias de sua aplicação (p=0,319).

Contraindicações
Dor significativa ao repouso
Trauma maior recente
Distúrbio psicológico notório
Abuso de álcool
Substâncias ilícitas
Terapia anticoagulante
Condição de extrema irritabilidade
Osteoporose avançada
Câncer
Compressão da artéria vertebral
Hipermobilidade e processo inflamatório ativo
(Marques, 2011)
Os resultados deste estudo mostraram que a técnica de Mulligan é utilizada para resolução da dor e limitação de ADM.

Os artigos revisados neste estudo mostram que a terapia manual de Mulligan é eficaz no tratamento da DL, melhorando os sintomas tanto de dor e ADM com resultados imediatos e duradouros.

Em decorrência da escassez de evidências científicas novas pesquisas com maiores amostras se fazem necessárias para ampliação desses achados.

Obrigada!!!
(CALLING, 2001; MULLIGAN, 2009)
(O’SULLIVAN, 2000)
(MULLIGAN, 2009)
Reduz o custo do tratamento
São aplicados nos movimentos de flexão e extensão e em alguns casos, na flexão lateral

Com o emprego do cinto
Objetivam a imediata reabilitação com ganho de ADM

Imediatamente após a aplicação da MWM, 19 (73%) dos 26 indivíduos tiveram melhorias em flexo-extensão;

No grupo placebo apenas 9 (35%) dos 26 indivíduos mostraram melhorias imediatas no ganho de ADM.

Os indivíduos dos três grupos obtiveram resultados positivos, porém, os indivíduos que foram atendidos com a técnica de Mulligan apresentaram alívio da dor mais rápido e melhores resultados ao final do tratamento.

As SNAGS devem ser aplicadas sem dor independente da direção do movimento e repetidas vezes;

Uma reavaliação deve ser feita.

CRÔNICA
(LIZIER et al, 2012)
(MENTZ-ROSANO et al, 2010; KATENBORN, 2001)
Segundo Mulligan (2009), apesar da rica literatura quanto à terapia manual sobre a DL, existe uma carência de estudos sobre a técnica de Mulligan na DL.
(MULLIGAN, 2009)
(MULLIGAN, 2009)
Sendo Mulligan (2009), é importante enfatizar que as técnicas de SNAGS, assim como outras formas de terapia manual, constituem apenas parte de um programa de tratamento nos casos de natureza músculo esquelética.
(MULLIGAN, 2009)
Full transcript