Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

CONCEITOS GRAMATICAIS

No description
by

Glaucia Luiza

on 6 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of CONCEITOS GRAMATICAIS

CONCEITOS GRAMÁTICAIS
GRAMÁTICA HISTORICO-COMPARATIVA
Historico-Comparativa: Ela tem a proposta de comparar elementos gramáticais de linguas de origem comum a fim de detectar a estrutura da lingua original da qual elas se desenvolveram.
GRAMÁTICA ESTRUTURAL
Gramática estrutural é a tendência de analisar as línguas. O vocábulo estrutural aplica-se não só a gramática, mas a linguística em geral.
GRAMÁTICA GERATIVA
A gramática gerativa analisa a estrutura gramatical das línguas, vendo-a como reflexo de um modelo formal de linguagem preexistente ás linguas naturais e faz desse modelo o próprio objeto de estuddo da linguística.
GRAMATICA TRADICIONAL
É aquela que busca a padronização da língua, estabelecendo as normas do falar e escrever corretamente.
Exemplo:
Obras literárias, textos científicos, discursos formais faz uso da gramática tradicional.
Observação:
As variedades linguísticas faladas são tratadas como desvio da norma até que sejam dicionarizadas e oficialmente acrescentadas as regras gramáticais.
Fatores do Desenvolvimento:
1) O surgimento do Romantismo na Alemanha.
2) A descoberta do Sâncrito, antiga lingua da India.
3) O surgimento das ideias de Darwin.
GRAMÁTICA COGNITIVO-FUNCIONAL
A gramática cognitivo-funcional alarga o escopo dos estudos linguisticos para além dos fenômenos estruturais e que, portanto, seu ponto de vista é distinto. Esse tipo de gramática analisa a estrutura gramatical, assim como as gramáticas estrutural e gerativa, mas também analisa a situação de comunicação inteira: o propósito do evento de fala, seus participantes e seu contexto discursivo.
Segundo essa concepção, portanto, a situação comunicativa motiva a estrutura gramatical, o que significa que uma abordagem estrutural ou formal não é apenas limitada a dados artificiais, mas inadequada como análise estrutural.
Características:
1) Condiciona o conhecimento à experiência.
2) Utiliza o método indutivo.
3) Apresenta um caráter descritivo, e não universalista.
Exemplo:
O ferro, o cobre e o zinco conduzem eletricidade.
O ferro, o cobre e o zinco são metais.
Logo, metal conduz eletricidade.
Características:
1) A razão é fonte do conhecimento: existem ideias inatas.
2) Utiliza o método dedutivo.
3) Apresenta um caráter explicativo e universalista.
Exemplo:
Todos os humanos são mortais.
Os gregos são humanos.
Logo, os gregos são mortais.
Relação de simbiose:
Gramática <-> Discurso
Exemplo:
Cliente: - Esta televisão não está funcionando.
Vendedor: - Não há problema, senhor. Vamos providenciar a troca do aparelho.
Características
1) Abandona a dicotomia: Empirismo X racionalismo.
2) Incorpora o método: abdutivo-analógico.*
3) Apresenta um caráter explicativo e universalista.
*Observação
Problema
Hipótese
Abddução
FRANCÊS
Chef
Cher
Champ
Cheval
ITALIANO
Capo
Caro
Campo
Cavallo
ESPANHOL
Cabo
Caro
Campo
Cabalo
PORTUGÊS
Cabeça
Caro
Campo
Cavalo
LATIM
Caput
Cãrus
Campus
Cabãllus
Lei de Grimm
As consoantes oclusivas surdas tornam-se aspiradas e as sonoras tornam-se surdas.
Exemplo:
As linguas germanicas apresentam um /f/ no lugar em que no grego e o latim apresentam /p/.
Ex: Pâter(Latim); Pater( grego); Father (ingles).


As linguas germanicas apresentam um fonema aspirado/h/, no lugar em que no grego e o latim apresentam um /k/.
Ex: Canis(latim); kyõn(grego); Hound (Inglês).
Universidade Estadual do Maranhão
Departamento de Letras
Fundamentos da Linguística
Conceitos Gramáticais

Acadêmicos:
Afonso Nonato
Adrianny Nascimento
Glaucia Luiza
Maria Joice
Nelio
Full transcript