Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Oceanos e Mares Ameaçados

No description
by

Duarte Moura

on 18 February 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Oceanos e Mares Ameaçados

Oceanos e mares ameaçados
Contudo, os mares e oceanos são um bem precioso para a vida e são considerados grandes reservatórios para deposição de resíduos e poluentes.

Todos os dias, lixo, produtos químicos e esgotos são atirados em grandes quantidades para os mares, poluindo-os. Cerca de 35% de todo o esgoto domiciliar acaba por ser atirado aos mares, sem receber qualquer tratamento.
Poluição Química
Causada pelo excesso de lixo e resíduos orgânicos lançados sem tratamento na água, vindos na maioria das vezes de zonas bastante habitadas e que não têm os recursos necessários para o tratamento da água.


São despejos que demoram muito tempo para se decomporem ou que não se decompõem que identificam este tipo de poluição.

Exemplos são minerais, sulfatos, fosfatos, metais pesados, compostos orgânicos naturais e/ou sintéticos, plásticos etc.
...Oceanos e Mares
ameaçados...

Feito por:
Duarte Moura nº12 9º2
Fransisco Gil nº13
Ivo Oliveira nº14
geografia
Prof:
Rui Freitas
Os mares e oceanos ocupam 71% do planeta Terra, a sua vastidão estende-se ao longo de 360 milhões de km2 e representam 97% dos recursos hídricos do planeta.

Além disso, é uma grande fonte de alimento e emprego e são vias naturais de transporte, comunicação e comércio.
A poluição está dividída em três tipos diferentes, sendo eles, a Poluição Biológica, a Poluição Física e por fim, a Poluição Química.
Poluição Biológica
Este tipo de poluição advém de detritos orgânicos, geralmente, lançados por esgotos domésticos ou indústriais.

Exemplos são restos de alimentos, detergentes, fezes humanas ou animais, entre outros, que dão origem a bactérias, vírus, protozoários, vermes, entre outros.

Poluição Física
Constituída por resíduos radioactivos e detritos inertes, que influenciam as vezes de imediato a transparência da água (muito importante para o crescimento e desenvolvimento de algas ou outras plantas aquáticas), a temperatura e turbulência da água.


A poluição pode dar também origem aquilo que chamamos de "Eutrofização", ou seja, as águas são alimentadas com fosfatos, nitratos e azotos, o que provocam o crescimento exagerado das plantas aquáticas.

Forma-se uma "manta verde" na superfície, que impede a luz solar de chegar aos seres vivos que a necessitam, privando a fotossíntese e por sua vez a produção de oxigénio.
Estes resíduos são na maior parte das vezes tóxicos e acabam por se espalhar para áreas onde a poluição não pode ser controlada, despertando uma contaminação perigosa que pode atingir,
indireta ou diretamente,
grande parte da população
na sua ida às praias, através
da água que ingerem, no tato
com essa água contaminada, etc..
Toda esta poluição gera um grande desiquilíbrio na biodiversidade, contamina animais fundamentais para alimentação de outros animais e da espécie humana, degrada vários habitats e paisagens naturais. Para não
falar no decréscimo do
desenvolvimento económico
de um país ou região.


Sobrepesca
Toda esta água contaminada, acrescentando a sobrepesca e o tráfego petroleiro, etc, faz com que se formem grandes barreiras, grandes ameaças a todas as promessas de combate á poluição e de tentativa de preservação dos oceanos e mares.
Quando a pesca de uma determinada espécie piscícula deixa de ser sustentável, passa-se a chamar de Sobrepesca.

As espécies são pescadas em enormes quantidades e muitas das espécies não têm limites para serem capturadas. Além disso, como as espécies são pescadas sem controlo, algumas delas correm risco de entrar em vias de extinção.
A Sobrepesca tem efeitos negativos tanto a nivel financeiro como a nivel biológico, daí terem sido feitas regras para minimizar os Danos causados e evitar a extinção de várias espécies.
Uma das soluções é a criação de mais áreas protegidas, o que ajudará na preservação de diversos ecossistemas marinhos.
Atualmente, como muitos sabem, uma das maiores ameaças aos oceanos, que por sua vez conseguem causar danos em vários ecossitemas, em várias espécies, incluindo aos Humanos são as "Marés Negras"
Marés Negras são derrames de produtos petrolíferos provenientes, na maior parte das vezes, de petroleiros (tipo de navio usado para o transporte de petróleo).

Todos os anos são depositados 600 000 toneladas de petróleo bruto nos mares, sejam por acidentes ou por descargas ilegais.
Como já devem saber, o petróleo causa danos, normalmente irreversíveis na fauna e na flora marinhas. Depois do seu derrame, espalha-se rápidamente devido ás correntes marinhas e que muitas das vezes acabam por afetar praias e outras zonas costeiras.
Além de ser um produto tóxico, ele não se mistura com a água, mantém-se á superfície, impedindo a passagem de luz solar, bastante importante para a fotossíntese das algas, por exemplo, da qual dependem muitas outras espécies.

Semelhante a um
processo que já falámos
anteriormente, a
Eutrofização.
Além da destruição da fauna e a flora, derrames provocam também enormes prejuízos à atividade pesqueira e têm um forte impacto atividade turística, obviamente negativo, porque os resíduos petrolíferos são de difícil remoção, impedindo durante muito tempo a utilização das praias.
Outra forma de ocorrerem derrames é durante a lavagem dos tanques dos petroleiros, actualmente é ilegal e/ou proíbido tais operações no mar.

Contudo, alguns ainda fzem este tipo de operação, devido á dificuldade da fiscalização, porque as áreas onde estas podem ser feitas são vastas.
Existem leis restritas destinadas à proteção do meio marinho, a verdade é que a lógica do lucro imediato tem conduzido a um comportamento irresponsável por parte de várias empresas ou outros que beneficiam deste sector.
Vamos mostrar um vídeo que demonstra a magnitude de uma Maré Negra e os danos que esta pode causar.
O vídeo fala sobre o navio petroleiro Prestige que atingiu o norte de Portugal, as Landas ou Vendée em França, tendo sobretudo afectado as áreas costeiras de Galiza, em Espanha.
Marés Negras
Full transcript