Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

- A Mulher de Ló

No description
by

Claudimar José Abreu

on 4 June 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of - A Mulher de Ló

As consequências da desobediência
Por que a mulher de Ló olhou para trás?
Porque o seu coração estava em Sodoma!
E livrou o justo Ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis ( porque este justo, habitando entre eles, afligia todos os dias a sua alma justa, pelo que via e ouvia sobre as suas obras injustas ).
2 Pedro 2:7-8
Quem foi a mulher de Ló?
Lembrai-vos da mulher de ló
O que é um tesouro?
Tesouro é aquilo que atrai a nossa atenção.
Eis, agora, aquela cidade está perto, para fugir para lá, e é pequena; ora, para ali me escaparei ( não é pequena? ), para que minha alma viva.
E disse-lhe: Eis aqui, tenho-te aceitado também neste negócio, para não derribar esta cidade de que falaste.
Apressa-te, escapa-te para ali; porque nada poderei fazer, enquanto não tiveres ali chegado. Por isso, se chamou o nome da cidade Zoar.
Saiu o sol sobre a terra, quando Ló entrou em Zoar.
Então, o SENHOR fez chover enxofre e fogo, do SENHOR desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra.
E derribou aquelas cidades, e toda aquela campina, e todos os moradores daquelas cidades, e o que nascia da terra.
E a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal.
Gênesis 19:20-26
E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do Homem.
Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e consumiu a todos.
Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam.
Mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre, consumindo a todos.
Assim será no dia em que o Filho do Homem se há de manifestar.
Naquele dia, quem estiver no telhado, tendo os seus utensílios em casa, não desça a tomá-los; e, da mesma sorte, o que estiver no campo não volte para trás.
Lembrai-vos da mulher de Ló.
Lucas 17:26-32
O Redentor do mundo declara que há maiores pecados do que aqueles pelos quais
Sodoma e Gomorra foram destruídas.

Aqueles que ouvem o convite do evangelho chamando os pecadores ao arrependimento, e não o atendem,
são mais culpados perante Deus do que o foram os moradores do vale de Sidim. E ainda
maior pecado é o daqueles que professam conhecer a Deus e guardar os Seus mandamentos, e contudo negam a Cristo em seu caráter e vida diária.
À luz da advertência do Salvador, a sorte de Sodoma é um aviso solene,
não simplesmente para os que são culpados de pecado declarado,
mas a todos que têm em pouca conta a luz e privilégios enviados pelo Céu.
Ellen G. White em Patriarcas e Profetas, 165.
Como nos dias de Noé e Ló, tem de haver uma separação distinta do pecado e pecadores. Não pode haver transigência entre Deus e o mundo, nem um retrocesso para se conseguirem tesouros terrestres. "Não podeis servir a Deus e a Mamom." Mat. 6:24.
Ellen G. White em Patriarcas e Profetas, 167.
A esposa de Ló foi mulher egoísta, irreligiosa, e sua influência exerceu-se no sentido de separar de Abraão o seu marido. A não ter sido por causa dela, Ló não teria permanecido em Sodoma, privado do conselho do patriarca sábio e temente a Deus. A influência de sua esposa e as relações entretidas naquela ímpia cidade, tê-lo-iam levado a apostatar de Deus, se não tivesse sido a instrução fiel que cedo recebera de Abraão. O casamento de Ló e sua escolha de Sodoma como residência, foram os primeiros elos em uma cadeia de acontecimentos repletos de males para o mundo durante muitas gerações.
Ellen G. White em Patriarcas e Profetas, 174.
E, ao amanhecer, os anjos apertaram com Ló, dizendo: Levanta-te, toma tua mulher e tuas duas filhas que aqui estão, para que não pereças na injustiça desta cidade.
Ele, porém, demorava-se, e aqueles varões lhe pegaram pela mão, e pela mão de sua mulher, e pela mão de suas duas filhas, sendo-lhe o Senhor misericordioso, e tiraram-no, e puseram-no fora da cidade.
E aconteceu que, tirando-os fora, disse:
Escapa-te por tua vida; não olhes para trás de ti e não pares em toda esta campina; escapa lá para o monte, para que não pereças.
E Ló disse-lhe: Assim, não, Senhor!
Eis que, agora, o teu servo tem achado graça aos teus olhos, e engrandeceste a tua misericórdia que a mim me fizeste, para guardar a minha alma em vida; mas não posso escapar no monte, pois que tenho medo que me apanhe este mal, e eu morra.
Gênesis 19:15-19
Ao mesmo tempo em que seu corpo estava sobre a planície, o coração apegava-se a Sodoma, e ela pereceu com a mesma. Rebelara-se contra Deus porque Seus juízos envolviam na ruína as posses e os filhos. Posto que tão grandemente favorecida ao ser chamada da ímpia cidade, entendeu que era tratada severamente, porque a riqueza que tinha levado anos para acumular devia ser deixada para a destruição. Em vez de aceitar com gratidão o livramento, presunçosamente olhou para trás, desejando a vida daqueles que haviam rejeitado a advertência divina. Seu pecado mostrou ser ela indigna da vida, por cuja preservação tão pouca gratidão sentira.
Ellen G. White em Patriarcas e Profetas, 161.
Full transcript