Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Aterro Sanitário

:D
by

André Barata

on 14 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Aterro Sanitário

Aterro Sanitário
O aterro começa com a escavação de um grande buraco. Mas, antes disso, o solo é perfurado até o lençol freático para verificar se não é arenoso demais e calcular o limite da escavação: o fundo não pode ficar a menos de 2 metros do lençol.
O Funcionamento de um aterro
sanitário:
1
2
Tratores compactam a terra do fundo do buraco. Sobre o solo compactado é colocada uma espécie de manta de polietileno de alta densidade e, sobre ela, uma camada de pedra britada, por onde passam os líquidos e gases liberados pelo lixo. A cada 5 metros de lixo é feita uma camada de impermeabilização.
Para drenar o percolado(líquido que sai do lixo misturado à água da chuva) a cada 20 metros são instaladas calhas de concreto, que levam a mistura até a lagoa de acumulação.

3
Para evitar que alguém jogue lixo clandestinamente ou que algum desavisado entre no aterro, a área é toda cercada.

4

5
O lixo solta gases, que são captados por uma rede de tubos verticais cheios de furos. Por esses canos, os gases sobem e chegam à superfície do aterro. Alguns gases são recolhidos em tambores e outros são liberados na atmosfera - o metano, em contato com o ar entra em combustão.
6


Engenheiros calculam que cada metro cúbico de lixo pesa cerca de 0.6 tonelada. Cada camada do aterro tem 5 metros de altura: 4 metros de lixo e 1 metro de terra, brita e a manta de polietileno. Em cidades pequenas, o limite é de três camadas, mas nas metrópoles elas chegam a 20.

7
O percolado é tratado no próprio aterro e lançado no esgoto ou, como acontece em São Paulo, é recolhido em um piscinão e transportado em caminhões para uma estação de tratamento de esgoto.

8
9
Esta é a área responsável por coordenar e monitorar as atividades do aterro. É aqui também que se avalia se já é hora encerrar as atividades do aterro e encomendar a construção de um novo.

10
Quando o aterro esgota sua capacidade, é preciso fechá-lo. A maior parte deles dá origem a áreas verdes de conservação. Como o gás e o percolado continuam sendo gerados por pelo menos 15 anos, não se recomenda que o terreno seja usado para construções.

Tratamento dos Subprodutos
O chorume é canalizado e levado até uma estação de tratamento, onde é aplicado um processo de ozonização.

Características do Aterro Sanitário
Aterro Sanitário
Biogás
Chorume
André Barata
Gabriel Oliveira
Eduardo Mota
Bruno Mendes
Hener Adriano
João Victor Guabiroba

O biogás captado pode ser aproveitado para a geração de energia através de sua queima em usinas.
A energia gerada pode ser aproveitada para suprir a necessidade energética da estação de tratamento do chorume (sustentabilidade)
A energia excedente é comprada pela CEMIG e distribuída para a população e pode abastecer até 20 mil casas de consumo inferior a 100 KWh/mês, no caso de um aterro de porte grande (grande Belo Horizonte).

Vantagens
Desvantagens
Meio menos poluidor dentre os meio de armazenamento de resíduos;
Subprodutos podem ser reutilizados de forma sustentável;
Baixo custo comparado com os outros tratamentos;
Baixo custeio de equipamentos e locação
Evita proliferação de insetos e animais que transmitem doenças.

Transporte de resíduos à longa distâncias;
Desvalorização da região ao redor do aterro;
Riscos de contaminação do lençol freático;
Geração de chorume, biogás e percolados;
Necessidade de manutenção e vigilância após o fechamento do aterro.

Diferenças entre lixão, Aterro Controlado e Aterro Sanitário
Fundação Estadual do Meio Ambiente . F981o Orientações básicas para a operação de aterro sanitário / Fundação Estadual do Meio Ambiente. —- Belo Horizonte: FEAM, 2006. 36p.: il.

http://vsambiental.comunidades.net/index.php?pagina=1075884676

http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1248195&tit=Brasil-dobra-volume-de-lixo-destinado-a-aterros-sanitarios
Referências
Balanças parecidas com aquelas que vemos nas estradas controlam a quantidade de lixo que chega ao aterro em cada caminhão. Caminhões coletores como os que vemos nas ruas carregam de 7 a 9 toneladas, mas há carretas capazes de levar até 40 toneladas por viagem.
Full transcript