Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Defesa da Tese de Mestrado

Medição dos coeficientes de atividade a diluição infinita de solutos orgânicos em líquidos iónicos
by

Eliana Órfão

on 17 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Defesa da Tese de Mestrado

Medição de coeficientes de atividade a diluição infinita de solutos orgânicos em líquidos iónicos por cromatografia gás-líquido Eliana Fernandes Órfão

17/10/2012 Orientadora:
Professora Olga Ferreira
Co-orientadores:
Professor Simão Pinho
Professor Vladimír Dohnal Tabela 1. Comparação de solventes orgânicos com LI.3 Comparação dos solventes orgânicos com os líquidos iónicos (LI). Grande vantagem do uso de LI Alternativa “verde” aos solventes orgânicos Atualização com informação publicada até julho de 2012;
47 artigos;
68 LI. O que são Líquidos Iónicos (LI)? + - 1. Introdução Aplicações dos LI Aplicações dos LI Base de dados experimentais 2. Cromatografia gás-líquido Coeficientes de atividade a diluição infinita Tipo de equilibrio químico:
partição gás-líquido Adsorção na interface gás-líquido Coeficientes de partição gás-líquido Contribuições entálpica e entrópica para a energia de Gibbs 3. Metodologia experimental Equipamento Substâncias Estrutura química do LI tris(pentafluoroetil) triflurofosfato de 1-(2-hidroxietil)-3-metilimidazólio ([HOemim][FAP]) Estrutura química do LI tris(pentafluoroetil) triflurofosfato de 1-(2-metoxietil)-1-metilpirrolidínio ([mOemPyr][FAP]) Haloalcanos Álcoois Éteres Ésteres Hidrocarbonetos Solutos Cetonas -N -S Procedimento Suporte inerte
LI
Diclorometano Preparação da coluna Medição dos tempos de retenção Ensaios Queda de pressão da coluna [318,15 a 353,15 K] Amostras Temperatura 10 ml/min
50 ml/min Caudal da fase móvel fase de vapor 2,5 ul
fase líquida 0,1 ul 4. Discussão dos resultados Propriedades termodinâmicas de solução e interações moleculares 5. Conclusões e trabalho futuro LI [HOemim][FAP] LI [mOemPyr][FAP] Comparação entre LI contendo o anião [FAP] - Agradecimentos Valores de e positivos e elevados simultaneamente nos álcoois ([mOemPyr][FAP]). Modelo 6890 PlusAgilent Os valores de diminuem com o aumento da temperatura e aumentam com o comprimento da cadeia do alcano e do número de radicais nos compostos aromáticos. Os hidrocarbonetos alifáticos apresentam fracas solubilidades. As forças de van der Waals soluto-soluto são mais fortes que as forças soluto-LI. As forças soluto-soluto dos hidrocarbonetos alifáticos tornam-se mais fortes à medida que o tamanho da molécula aumenta. Em ambos os LI o octano apresenta piores solubilidades relativamente ao heptano. Confrontando os resultados do octeno com os do octano observa-se que as interações do hidrocarboneto insaturado com o LI são mais fortes. Também os ciclo-alcanos apresentam menores desvios à idealidade relativamente aos restantes alifáticos de igual número de átomos de C. Os hidrocarbonetos aromáticos apresentam baixos desvios à idealidade em contraste com os restantes hidrocarbonetos. A introdução de uma ligação dupla cria eletrões polarizáveis, a ciclização torna a molécula de soluto mais compacta, os eletrões π do anel benzénico podem interagir fortemente com a carga iónica do LI. Solutos com átomos pequenos e fortemente eletronegativos (ex. éteres) apresentam valores de negaivos ([HOemim][FAP]). Formam-se pontes de H com o LI. Éter diisopropílico tem menor miscibilidade com os LI relativamente aos restantes éteres. Átomo de oxigénio encontra-se protegido por dois grupos isopropilo, dificultando assim as interações do átomo de oxigénio com o LI. Quebra das pontes de hidrogénio durante o processo de dissolução.
Full transcript