Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

APRENDIZAGEM BASEADA EM PROJETOS

Apresentação simplificada sobre o tema
by

Andre Mols

on 30 March 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of APRENDIZAGEM BASEADA EM PROJETOS

História
CARACTERÍSTICAS
ESPECÍFICAS
Conteúdo
significativo
Desejo de saber
Questão
Norteadora
Separate elements
This prezi and many more available at:
http://www.prezzip.com
A
PRENDIZAGEM
B
ASEADA

EM
P
ROJETOS...

Kilpatrick (1918)
Dewey (1948)
Objetivo: promover a motivação dos alunos permitindo que eles decidissem quais propósitos seguir.
Sem "Voz e Escolha" (Voice and Choice) o trabalho escolar seria inútil e contraproducente, não contribuindo para o
desenvolvimento de cidadãos democráticos
- este o fim último da educação
Engajamento dos alunos;
"Ato de aprendizagem" intencional, por opção dos próprios alunos.
A "voz" do aluno é importante, mas não pode ser "absoluta"
"Ato de aprendizagem" intencional X Ato de Pensar
O foco dos projetos não deve ser o comprometimento, mas sim
aprender a pensar
, este o fim último da educação
Pensar > processo iterativo
Obstáculo prático ou conceitual > planejamento da solução > teste da solução > reflexão sobre resultados
DEWEY
KILPATRICK
ITERAÇÕES
CARACTERÍSTICAS
GERAIS
Ser significante em nível pessoal;
Ter um objetivo educacional.
Não "cobre" quantitativamente mais itens do que o ensino tradicional;
Possibilita entendimento profundo por parte dos alunos dos temas estudados;
Alunos devem considerar o conteúdo relevante para seus interesses e suas vidas, para ser eficaz.
O TRABALHO COM PROJETOS
#3
Evento ou ação disparadora que gere interesse pelo aprendizado;
Alunos se sentem desmotivados porque muitas vezes não entendem o motivo de estudar certos assuntos. Dizer que eles precisarão disso no futuro não é...;
Com um projeto desafiador, o motivo para aprender é claro>Aprender para cumprir o desafio que aceitei !
Uma boa questão norteadora captura o coração de um projeto em uma linguagem clara e cativante, dando aos alunos um sentido de propósito e desafio;
A questão deve ser provocativa, aberta, complexa e vinculada à essência do que o professor deseja que aprendam;
Ela pode ser abstrata, concreta ou focada na resolução de um problema;
Um projeto sem uma questão norteadora é como um artigo sem uma tese ou hipótese;
Sem a questão norteadora os alunos podem não entender os motivos pelos quais estão trabalhando em um determinado projeto.
#4
Voz e escolha
dos alunos
Este é um elemento "chave" na Aprendizagem baseada em Projetos;
Em termos de fazer com que o projeto seja relevante para os alunos, quanto mais "voz" e "escolha" eles tiverem, melhor - o professor levando em consideração a "margem" limite de escolha que pretende aceitar;
Um exemplo disso é os alunos escolherem um tema
dentro
de uma questão norteadora;
Outro exemplo é os alunos escolherem um produto final
a partir de uma lista previamente divulgada
pelo professor;
Se o objetivo é dar mais liberdade, os alunos podem, inclusive, compor a questão norteadora, o assunto do projeto, qual produto criarão, quais recursos utilizarão e qual será o tempo alocado para a atividade;
No entanto, maior liberdade requer do professor maior experiência com a ABP;
Nem todos os projetos funcionam !
#5
Competências
do século XXI
OS PROJETOS DEVEM DAR AOS ALUNOS A OPORTUNIDADE DE DESENVOLVER AS COMPETÊNCIAS DO SÉCULO XXI

COLABORAÇÃO
COMUNICAÇÃO
CRIATIVIDADE
PENSAMENTO CRÍTICO
USO DA TECNOLOGIA
Verificação constante da aplicação ou desenvolvimento destas competências através de instrumentos diversos, tais como rubricas, portfólios, registros diversos (escritos, áudio, vídeo)
#6
Questionamento
e inovação
Na medida em que os alunos encontram respostas, criam e investigam novas perguntas;
As informações colhidas são utilizadas pelos alunos tanto para produzir a parte individual dos projetos como também para ajudar a resolver a questão norteadora;
O projeto se torna mais significativo se os alunos realizam uma investigação real - o que não significa encontrar informações em livros ou sites e colá-las em um cartaz;
Em investigações reais, os alunos seguem uma "trilha" que começa com as suas próprias perguntas e leva a uma procura por recursos;
A descoberta de respostas conduz a novas questões, ao teste de ideias e a suas próprias conclusões;
Com um inquérito real vem a inovação - uma nova resposta, uma nova pergunta, um novo produto, uma nova solução para um problema;
O professor não pede aos alunos que simplesmente reproduzam outros professores ou informações fornecidas pelo livro didático.
#7
Feedback
e revisão
Alunos aprendem que resultados de alta qualidade estão diretamente relacionados ao tempo e esforço dispendidos;
Alunos aprendem que muitas vezes as primeiras tentativas podem resultar em "produtos" de qualidade menor e que a revisão constante e a avaliação para a aprendizagem contribuem de maneira efetiva para um melhor resultado final;
O professor guia os alunos para o uso de rubricas, autoavaliação, avaliação de trabalhos dos colegas, de maneira que um dos aprendizados seja a capacidade de lidar com este contexto sem geração de melindres.
#8
Resultado apresentado
publicamente
O trabalho na escola tem mais sentido se não é feito somente para o professor ou para as provas;
Quando os alunos apresentam o resultado de seu trabalho para um público
real
, a sua preocupação com a qualidade de sua produção aumenta;
Os alunos respondem a perguntas reais, sobre fatos e situações reais, explicam como concluíram o projeto e quais seriam os passos seguintes, caso dessem continuidade a este estudo;
Os resultados podem ser apresentados para um grupo de convidados, incluindo familiares e pessoas da comunidade envolvidas com o objetivo do projeto.
#2
#1
UM PROJETO DEVE:
COMPETÊNCIAS DO SÉCULO XXI
Para preparar seus alunos para o século XXI...
Procure usar representações variadas, como diagramas, representações numéricas e matemáticas, simulações;
Encoraje uma postura questionadora e proporcione momentos em que os alunos possam expor o que sabem;
Incentive os alunos a participarem de desafios; neste processo, seja um facilitador, dê feedback e os faça compreender seus próprios processos de aprendizagem;
Ensine dando exemplos, citando casos; use, por exemplo, modelos de passo a passo explicando cada etapa;
Prime pela motivação dos alunos, escolhendo temas que se conectem com suas paixões; incentive-os a resolver problemas, preste atenção na evolução de seus conhecimentos. As notas são importantes, mas em nível limitado;
Utilize o conceito de avaliação formativa. Provas diversas, trabalhos com diferentes focos e com necessidade de habilidades diferentes, portfolios (digitais ou não), debates, pesquisas...
Pessoas em grupos de dois ou três trabalhando e descobrindo as coisas juntos;
• Quantidade pequena e limitada de ferramentas manuais simples;
• Pessoas de idades variadas convivendo no mesmo contexto;
• Não há duas pessoas fazendo exatamente a mesma coisa;
• Cores e estilos de vestimenta variados;
• Visão clara do mundo exterior.
EDUCAÇÃO 1.O
EDUCAÇÃO 2.O
EDUCAÇÃO 3.O
E a educação no século XXI



E olha que já se passaram vários anos de seu início...
Como era a vida das pessoas no século XIX nos EUA na visão de Winslow Homer (1836-1910)?
A vida na escola e fora dela era basicamente a mesma;
A escola refletia a sociedade a qual servia;
As crianças na escola aprendiam o que era preciso para sobreviver e serem bem sucedidas no mundo;
O que você via na escola, as ferramentas que você usava, a organização das atividades, todos estes aspectos se encaixavam bem na economia de agricultura e artesanato da época.


tanto na escola como na vida vemos...
Winslow Homer pintou na era da
Educação 1.0
, quando as escolas preparavam fazendeiros, artesãos, tecelões e cozinheiros, que trabalhavam com ferramentas manuais simples, em um ambiente social e econômico que permanecia estático às vezes por cinco décadas. Nesta primeira fase na história das escolas norte americanas, as escolas permaneciam em um modelo confortável de preparar os jovens para a prosperidade pastoral.
Educação 2.0


Na época da morte de Homer, 1910, a sociedade tinha mudado. Mais e mais pessoas trabalhavam em fábricas, em escritórios, nas linhas de produção, ao invés da fazendo, da cozinha e do campo.

Trabalhadores em fábrica, 1927
Fábrica de botas, 1914
Escritório de cálculo de bônus de veteranos da I Guerra Mundial
Pessoas trabalhando sozinhas em estações de trabalho individuais;
Ferramentas mecânicas especializadas, uma para cada pessoa;
Pessoas aparentemente da mesma idade ocupando o mesmo espaço;
A maior parte das pessoas fazendo exatamente a mesma coisa que a pessoa ao lado delas;
Uniformidade no estilo e cor das vestimentas;
Pouca ou nenhuma conexão com o mundo exterior.
Neste novo contexto vemos:
E as escolas, as aulas
e os professores?
Anos 20
Anos 30
Fim do século XIX
E as escolas, as aulas
e os professores,
como eram?
As escolas e seus processos não eram mais como antes. Elas acordaram para o desafio da industrialização e a necessidade de mudança. Ao entrar na era da
Educação 2.0
elas buscaram mudar seu paradigma para preparar as pessoas para sobreviver e ter sucesso em trabalhos industriais.
Vemos nas escolas o mesmo processo, com as mesmas características?
Então façamos uma revisão até aqui:
Educação 1.0

• Agricultura e artesanato;
• Trabalhos cooperativos em pequenos grupos;
• Tarefas variadas;
• Ferramentas manuais.

Educação 2.0

• Manufatura, processamento;
• Trabalho solitário em contexto de grupo;
• Tarefas repetitivas;
• Ferramentas mecânicas.

E a
Educação 3.0
?

Vamos dar um "salto" de quase um século. Como está o mundo?

O que vemos?

• Pessoas trabalhando em grupos pequenos para resolver novos problemas;
• Ferramentas de informação digital na mesa e em suas mãos;
• Não há duas pessoas fazendo exatamente a mesma coisa que a outra pessoa ao lado;
• Uma variedade de idades trabalhando no mesmo contexto;
• Uma variedade de cores e estilos de vestimentas nas pessoas que estão trabalhando juntas;
• Tarefas e agrupamentos variados.

Estas fotos representam o Espaço de
Trabalho 3.0
, a idade da informação fazendo negócios no nosso século XXI.

Agora, se as escolas, seus processos e seus professores acompanharam as modificações na sociedade, elas deveriam refletir este novo mundo do trabalho. As escolas e os professores no contexto da
Educação 3.0
deveriam preparar as pessoas para este novo espaço de trabalho. Vejamos algumas fotos recentes de escolas:
O que vemos na maioria das escolas atuais?

Pessoas trabalhando sozinhas em estações de trabalho individuais;
Ferramentas mecânicas especializadas, uma para cada pessoa;
Pessoas aparentemente da mesma idade ocupando o mesmo espaço;
A maior parte das pessoas fazendo exatamente a mesma coisa que a pessoa ao lado delas;
Uniformidade no estilo e cor das vestimentas;
Pouca ou nenhuma conexão com o mundo exterior.
Estes alunos estarão preparados para sobreviver e alcançar sucesso no contexto moderno de trabalho?
Eles saberão como utilizar as ferramentas de informação necessárias para competir em uma economia baseada no conhecimento?
Além das diferenças óbvias, quais são as diferenças entre as fotos atuais em relação às da Educação 2.0?

Qual deve ser o aspecto da Educação 3.0?
O que os alunos devem aprender para estar prontos para o contexto de Trabalho 3.0?
Como eles aprenderão?
Como devem ser os professores na Educação 3.0?
Quais são as ferramentas que os professores e alunos deveriam estar usando?
A nossa escola é 2.0 ou 3.0?
As escolas acompanharam as mudanças no mundo?

Com vocês...
COMPETÊNCIAS DO SÉCULO
XXI...

EDUCAÇÃO 1.0
EDUCAÇÃO 2.0
EDUCAÇÃO 3.0

Se você quer saber, inscreva-se para o curso
"Aprendizagem Baseada em Projetos e o aluno do século XXI" !!!!!!!
OBRIGADO PELA PACIÊNCIA !
INSTRUÇÕES:
As informações contidas neste encontro estão organizadas da seguinte maneira:

Uma apresentação do PREZI subdividida em 3 blocos de informações;
Um ambiente no AVA do Centro EPI contendo informações, atividades e um repositório com materiais de referência diversos, para consulta posterior.


QUESTÃO NORTEADORA
De que maneira a Aprendizagem Baseada em Projetos pode contribuir para o desenvolvimento e motivação de meus alunos?

Informações baseadas na proposta do prof. Jim Lengel, Universidade de Nova Iorque
Informações baseadas na proposta do Buck Institute of Education - EUA - et al
Full transcript