Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Lei de Snell

Aplicações da lei da refração e o fantasma de Pepper
by

Matheus Fay

on 27 May 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Lei de Snell

LEI DE SNELL
APLICAÇÕES DA LEI DA REFRAÇÃO E O FANTASMA DE PEPPER
FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL B
PROFª. MARIA EULÁLIA PINTO TARRAGÓ
ADRIANO DIAS, JOÃO VÍTOR BRAGA, LEONARDO KALIKOSKI E MATHEUS FAY
ESPELHO INFINITO
EXPERIÊNCIA DE ÓTICA
COMO OCORRE ESSE EFEITO?
O SEGREDO DO EXPERIMENTO É O INSULFILM ESPELHADO.
O INSULFILM POSSUI UM ÍNDICE DE REFRAÇÃO DIFERENTE DO QUE O DO ESPELHO, POR ISSO DE ACORDO COM A LEI DE SNELL, AO CHEGAR AO INSULFILM, PARTE DA LUZ ATRAVESSA E PARTE DA LUZ RETORNA SENDO REFLETIDA NOVAMENTE.
ESSE PROCESSO É CONTÍNUO ATÉ CERTO PONTO QUE NÃO CONSEGUIMOS MAIS VER A LUZ DE TANTO QUE ELA SOFREU REFLEXÃO.
Índice de Refração: razão entre a velocidade da luz e a velocidade no meio em questão
REFRAÇÃO
A refração o nome dado ao fenômeno relacionado a quando uma onda muda de trajetória ao cruzar a fronteira entre dois meios de propagação, considerando que eles tenham diferentes índices de refração.
O comprimento de onda mantém uma proporção direta com a velocidade. A frequência não muda.
LEI DE SNELL

n1 x sen(θA) = n2 x sen(θB)
1 x sen(30) = 1,5 x sen(θB)
0.5/1.5 = sen(θB)
0.333... = sen(θB)
sen-1 (0.333) = 19,47 = θB

EXEMPLO DE CÁLCULO
n1<n2 θ1>θ2
n1>n2 θ1<θ2
ÂNGULO CRÍTICO
θcrit =arcsen(n2/n1)
Exemplo: . Supondo que um feixe de luz esteja se propagando em acrílico, cujo
n = 1,5, e posteriormente passe a se propagar no ar, o ângulo crítico é equivalente a 41,8 graus.
Se utilizarmos o mesmo exemplo, aumentando o ângulo crítico, conclui-se que:
1.50 sen(45) = 1.00 / sen(θ2)
sen(θ2) = 1.06
arcsen 1.06 = Não existe

n1 sen(θA) = n2 sen(θB)
FANTASMA DE PEPPER
APLICAÇÃO DO USO DA LEI DA REFRAÇÃO
Professor John Henry Pepper, era um Analista Químico que nasceu no dia 17 de junho de 1821, Inglaterra.Pepper gostava de fazer ciência com entretenimento e tinha predileção em explicar conceitos e equipamentos complexos usando ilusões de ótica e programas que produziam grandes ilusões.
Em 1863, baseado no trabalho do engenheiro civil Henry Dircks,
Pepper criou um aparelho que usava espelhos e lentes para projetar uma imagem fantasmagórica.

O aparato de Dircks era bem simples, mas encantador; consistia de uma lâmina de vidro plana colocada sobre uma base na qual havia um anteparo para limitar a visão do observador. O aparato formava curiosas imagens virtuais que pareciam se fundir com objetos reais.

PRINCÍPIO DO FUNCIONAMENTO
Na versão original levada aos palcos no século XIX pelo professor Pepper, a imagem de um fantasma era produzida com o auxílio de uma lanterna mágica (antigo projetor) colocada no piso inferior do teatro, conforme
mostra a figura.

CASA DE MONGA
Na versão do fantasma de Pepper em que a imagem de uma moça funde-se com a imagem de um gorila (a casa de Monga), é essencial que o iluminamento seja devidamente regulado de modo contínuo e gradativo, para que o efeito pareça mais realista.

USO EM SHOWS
Para dar realismo à aparição de Tupac,
os organizadores do empregaram um potente
projetor de alta definição. Ele foi usado para projetar vídeos
que mostravam o rapper cumprimentando a plateia e cantando. 
O sistema, chamado Eyeliner, foi criado pela empresa britânica Musion.

Diversas outras apresentações já se utilizaram dessa técnica além do seu uso ser bastante popular no Halloween.
Show Renato Russo Sinfônico(2013)
Celine Dion & Elvis Presley (American Idol 2009)
Gorillaz & Madonna (Grammy Awards 2006)
Uso da técnica em casas Americanas no Halloween
Full transcript