Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Aulas de Filosofia Prof. Charles

No description
by

charles porto

on 20 March 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Aulas de Filosofia Prof. Charles

FILOSOFIA
1 INTRODUÇÃO À FILOSOFIA

SIGNIFICADO

ORIGEM
OBJETIVO
1) Introdução à Filosofia
2) História da Filosofia

Estrito
Sentido etimológico (grego);

philos + sophia = philosophia

Amplo
Vulgar
Oriundo do senso comum;

sinônimo de "filosofia de vida"

Rejeitado pelos filósofos:

Relativismo
Trata-se de uma tentativa de definir filosofia;

Bertrand Russell:
A filosofia é uma "terra de ninguém"

OCIDENTALISTAS
ORIENTALISTAS
1) PLANO DE ENSINO
OBJETIVO DA DISCIPLINA
PROCEDIMENTOS METODOLÓICOS
AVALIAÇÃO
TÁBUA DE CONTEÚDOS

Conhecer as teorias gerais que fundamentam e conceituam:

i) A Filosofia Geral.

ii) História da Filosofia e Filosofia da História.

iii) Os Critérios de Demarcação de âmbito entre Ciência, Arte, Religião, Senso Comum, Filosofia.

iv) A Filosofia da Mente e as Ciências Cognitvas.

Aulas presenciais;
Aulas expositivas;
Trabalhos de grupos;
Uso de recursos audiovisuais.
Prof. Charles Alexandre Porto
(Apresentação)

"amor à sabedoria"
"amigo do saber"
ONDE?
China;
Índia
Pérsia
No Oriente!
QUANDO?
Século VI e V a.C.
COM QUEM?
Confúcio

Lao Tsé

Buda

Zoroastro
ONDE?
QUANDO?
COM QUEM?
Grécia

Jônia

Mileto
Tales de Mileto
(624-546 a.C.)
Século VII e VI a.C.

i) Prova individual;
ii) Produção escrita;
iii) Participação.
Aula 1: Apresentação da estrutura geral da disciplina;

Aula 2: Introdução à Filosofia

Aula 3: O Nascimento da Filosofia enquanto Atitude Filosófica;

Aula 4: A Filosofia da história na história da Filosofia;

Aula 5: Dos critérios de demarcação de âmbito;

Aula 6: Ciência, Arte, Religião, Senso Comum;

Aula 7: Quadro Geral das Disciplinas Filosóficas;

Aula 8: Avaliação dos conteúdos;

Aula 9: Trabalho Final e realização de Provas em atraso.
TERCEIRA VERTENTE
ARGUMENTOS
Postula o surgimento da filosofia no mesmo período da filosofia ocidental (séc. VI a.C.);

As ideias contidas nas obras de orientalistas e ocidentalistas são similares;

A rota de comércio existente possibilitou a aproximação com as ideias orientais.
ARGUMENTOS
Evidências históricas e arqueológicas;

Os relatos de Platão;

Crítica aos "filósofos" orientalistas.
CARACTERÍSTICAS
OBJETO
Toda a realidade;

O filósofo pode perscrutar qualquer aspecto da realidade.

MÉTODO
OBJETIVO
O conhecimento pelo conhecimento;

O conhecimento teorético;

"Uma busca apaixonada pela verdadade..."

Método reflexivo ou especulativo;

Coerência lógica;

Raciocínio crítico.

PRÓXIMA AULA:

A HISTÓRIA DA FILOSOFIA

OBJETIVO:


1) A HISTÓRIA DA FILOSOFIA;


2) DERMARCAÇÃO DO ÂMBITO FILOSÓFICO;

2) DEMARCANDO O ÂMBITO FILOSÓFICO
CONHECIMENTO HUMANO
Conjunto de todos os saberes elaborados pela espécie humana desde os primórdios aos dias atuais.
SENSO COMUM
RELIGIOSO OU TEOLÓGICO
CIENTÍFICO
FILOSÓFICO
Sistemático

Valorativo

Racional

Não verificável

Infalível

Exato
Real (factual)

Contingente

Sistemático

Verificável

Falível

Aproximadamente exato
Valorativo

Reflexivo

Assistemático

Verificável

Falível

Inexato
Valorativo

Inspiracional

Sistemático

Não verificável

Infalível

Exato
2) HISTÓRIA DA FILOSOFIA
LINHA DO TEMPO FILOSÓFICA
FILOSOFIA ANTIGA
FILOSOFIA MEDIEVAL
FILOSOFIA MODERNA
FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA
PERÍODOS:
PROBLEMÁTICA

fé x razão
CORRENTES
PATRÍSTICA
ESCOLÁSTICA
Séc. II-VIII;

Filosofia dos padres da Igreja;

Sto. Agostinho
Séc. XI-XIV;

Filosofia das escolas;

Tomás de Aquino
PROBLEMÁTICA
O conhecimento
o método
CORRENTES
RACIONALISMO
Descartes





O conhecimento tem sua fonte última no pensamento ou razão;

"cogito ergo sum"

EMPIRISMO
John Locke





O conhecimento tem sua fonte última na experiência

"A mente é uma tábula rasa"
CRITICISMO
Immanuel Kant






O conhecimento como síntese entre pensamento e a experiência.

O conhecimento deve constar de juízos universais assim como derivar da experiência.

PRÉ-SOCRÁTICO
SOCRÁTICO
PÓS-SOCRÁTICO
RELIGIOSO
CRISTÃO
PROBLEMÁTICA
Múltiplos problemas

Áreas da Filosofia
CORRENTES:
IDEALISMO
Georg Hegel
POSITIVISMO
Auguste Comte
MARXISMO
Karl Marx
OUTRAS ABORDAGENS
PRAGMATISMO
NEOKANTISMO
NEOPOSITIVISMO
(Sécs. VI e V a.C.)

Qual o princípio (archè) último de todas as coisas?
RESPOSTA:

Physis
FILÓSOFOS:

Tales de Mileto (séc. VII – séc. VI a.C.)

Heráclito de Éfeso (544-484 a.C.)

Parmênides de Eléia (540-470 a.C.)

Pitágoras de Samos (582-497 a.C.)

Demócrito de Abdera (460-370 a.C.)

Empédocles de Agrimento (490-435 a.C.)
.
.
.

PROBLEMÁTICA
Não como princípio criador, mas como princípio constitutivo.
(sécs. V e IV a.C.)
PROBLEMÁTICA:
O âmbito antropológico


Moral e Ética
Sofistas

Sócrates

Platão

Aristóteles
FILÓSOFOS:
(sécs. III e II a.C.);
PROBLEMÁTICA:
Ética, Moral, Conhecimento


Período de decadência da filofia grega.
CORRENTES:
EPICURISMO
Epicuro
"A filosofia é a arte de bem viver."
ESTOICISMO
Zenão de Cítio
O fim supremo do homem é a virtude, como meio para alcançar a felicidade.
CETICISMO
Pirro de Elis
O conhecimento do real é impossível à razão humana.
NEOPLATONISMO
Plotino
(séc. II a.C. ao séc. III d.C.)
PROBLEMÁTICA
O espírito humano parte em busca de uma solução integral para o problema da vida e do mal na religião ou nas religiões.
Nasce e se desenvolve o pensamento cristão;



PROBLEMÁTICA:

A tentativa de conciliação entre a filosofia grega e os dogmas da nova religião.
Séc. III-V
(Séc. XVI-XVIII)
(Séc. XVIII- 2015)
(Séc. V-XV)
(Séc. VII a.C.-Vd. C
Charles Sanders Peirce (1839-1914)
Otto Liebmann
Círculo de Viena
Joana e Naiara passando pra mandar um bjo pra todos os academicos :*
Full transcript