Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

O Conhecimento Religioso

No description
by

Jean Pedro

on 15 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O Conhecimento Religioso

O conhecimento religioso, isto é, teológico, apoia-se em doutrinas que contêm proposições sagradas (valorativas), por terem sido reveladas pelo sobrenatural e, por esse motivo, tais verdades são consideradas infalíveis e indiscutíveis.
É um conhecimento sistemático do mundo (origem, significado, finalidade e destino) como obra de um criador divino; suas evidências não são verificadas: está sempre implícita uma atitude de fé perante um conhecimento revelado.
Assim, o conhecimento religioso ou teológico parte do princípio de que as "verdades" tratadas são infalíveis e indiscutíveis, por consistirem em "revelações" da divindade (sobrenatural).
A adesão das pessoas passa a ser um ato de fé, pois a visão sistemática do mundo é interpretada como decorrente do ato de um criador divino, cujas evidências não são postas em dúvida nem sequer verificáveis.

O Conhecimento Religioso
Jean Pedro, Lucas Bertram, Ana Cláudia, Flavia biIsland.
Conceito
Ciência X Religião
Não e de hoje que a religião e a ciência tem uma relação complexa, desde muito tempo atrás cerca de 600 a.C. que já se ouve conflitos entre opiniões daqueles que seguem a sua doutrina contra aqueles que procuram na ciência suas respostas, ainda podendo diferenciar lados geográficos com maior influencia como por exemplo a ciência do ocidente e o criacionismo no oriente, mas e claro isto só fica nítido no final do século XIX, quando o ocidente opta por não mais orientar suas constituições através de códigos religiosos , o que deixa a ciência livre, com pouquíssimas repressões.

Tais diferenças se veem claramente observando o estilo de pensamento de ambos, quando o religioso que acredita veemente em um ser superior onipotente, vigilante e vingativo que coloca a sociedade em ordem, assim jamais se questionando sobre os ensinamentos do tal, e outro que com base em estudos científicos toma suas decisões, tira suas respostas para duvidas que surgem ao longo de suas pesquisas ou ate mesmo de sua vida, e inúmeras vezes se questionando se tal coisa e certa ou errada, porque isto acontece, como acontece e dentre outras.
Assim ficando clara a diferença uma da outra e criando tão complexa relação.
Características do conhecimento religioso
:

Valorativo: Pois consiste em proposições e crenças definidas por diferentes doutrinas religiosas.
Inspiracional: Pois suas verdades foram reveladas pelo sobrenatural.
Infalível e Exato: Pois não existe modo de provar e desta forma se torna inviável o questionamento em base real.
Sistemático: Baseado em afirmações sobre (origem, significado, finalidade e destino) como obra de um criador divino.
Não Verificável: Pois não se tem provas.


O conhecimento religioso parte do princípio de que as "verdades" tratadas são infalíveis e indiscutíveis, por consistirem em "revelações" da divindade (sobrenatural).
A adesão das pessoas passa a ser um ato de fé, pois a visão sistemática do mundo é interpretada como decorrente do ato de um criador divino, cujas evidências, não são postas em dúvida nem sequer verificáveis.


No século XIX, no final do processo lançado pela deconfessionalização dos filósofos do Iluminismo, a história da religião vai lentamente se tornar uma verdadeira disciplina científica, livre do jugo da religião, justamente, a fim de melhorar o objeto de estudo.
No século XX, a história das religiões será influenciada por abordagens psicológicas como Sigmund Freud, fenomenológica, ou a figura da mitologia comparativa ou em antropologia social.


Algumas curiosidades:

Alcorão significa "O Livro". A palavra Bíblia tem o mesmo significado;
O catolicismo é o movimento cristão que mais perde adeptos;
Jesus Cristo era Judeu;
A palavra católico quer dizer "Universal";
Hinduísmo é a religião mais antiga do mundo, mas o Zoroastrismo está na disputa;
O Islamismo é a religião que mais cresce no mundo. Alguns dizem que é pela quantidade de filhos que eles tem;
O Brasil é o país com maior número de Espíritas;


Se o fundamento do conhecimento científico consiste na evidência dos fatos observados e experimentalmente controlados, e o do conhecimento filosófico e de seus enunciados, fazendo com que ambos os modos devem resultar da pesquisa dos fatos, no caso do conhecimento teológico o fiel não se detém nelas à procura de evidência, pois a toma da causa primeira, ou seja, da revelação divina.


Exemplos de conhecimento religioso:

"No início, nada existia... Então Deus disse: - 'Faça-se a luz.', e a luz se fez." (do mito de crição judaico-cristão)

"O conhecimento religioso é recebido pela fé e pela revelação, e não está em aberto para o questionamento científico ou para a dúvida cética"
(Popkin, Richard, "Ceticismo", Editora da Universidade Federal Fluminense, Niterói RJ. 1996, p.55)

"O medo das coisas invisíveis é a semente natural daquilo que todo mundo, em seu íntimo, chama de religião."
(Sagan, Carl, ""O mundo assombrado pelos demônios", Editora Scharcz, São Paulo SP. 1999, p.121)

"O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão."
(Benjamin Franklin)
Full transcript