Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

ARGENTINA

No description
by

José Nunes

on 29 November 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of ARGENTINA

ARGENTINA


DO PERONISMO À DITADURA MILITAR
ATÉ 1930
CONTEXTO HISTÓRICO
INDUSTRIALIZAÇÃO VINCULADA AO SETOR AGROEXPORTADOR
POLÍTICA DE INDUSTRIALIZAÇÃO:
SUBSTITUIÇÃO DE IMPORTAÇÕES
(DESENVOLVIMENTO DO MERCADO INTERNO)
1930 - 1960
JUAN DOMINGO PERÓN
FOI O MAIS INFLUENTE
E
DURADOURO
POLÍTICO ARGENTINO
SECRETÁRIO DO TRABALHO E DA PREVIDÊNCIA
Procurou conquistar o opoio dos
trabalhadores do campo e da cidade,
especialmente os sem consciência política de classe.
PROJETO PATERNALISTA
Para não gerar atrito com os empresários,
PERÓN alegava que suas medidas assistencialistas
garantiam o
controle das massas
,
isto é, a
paz
e a
ordem
JUSTIFICATIVA
As medidas
populares
foram acompanhadas de
ajuda do Estado
às atividades industriais e comerciais
Em 1946, atacado por
socialistas
,
democratas

progressistas e radicais
, mas com apoio de setores do
exército, da igreja, de industriais e dos trabalhadores ,
foi eleito com uma votação esmagadora
O JUSTICIALISMO
O PERONISMO
1946-55

INTEGRANTE DO GOVERNO MILITAR(1943-45) QUE DERRUBOU CASTILHO E SIMPATIZANTE DO
FASCISMO ITALIANO
,
PERÓN APOIOU A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DE
SINDICATOS
E FEZ APROVAR UMA SÉRIE DE
LEIS TRABALHISTAS:
- Salário mínimo;
- Jornada de 8 horas;
- Previdência social.
O JUSTICIALISMO
Afirmava-se que a única forma de
justiça social
se daria por meio da

união

entre as classes

e grupos sociais. Estes, regidos pela confiança e harmonia, deveriam

trabalhar juntos para o bem geral (comum) da nação.

Contudo, o
agente necessário

dessa união foi o

peronismo
O CORPORATIVISMO
Política
POPULISTA

e

NACIONALISTA

inspirada

no
CORPORATIVISMO
fascista de mussolini
Sindicalização
e previdência para todos os trabalhadores;
Educação gratuita;
Construção de casas populares;
Voto feminino;
Nacionalização
da companhia telefônica, das ferrovias, dos bondes e serviços de gás;
Ensino religioso obrigatório.
PATERNALISMO e
NACIONALISMO
A PROPAGANDA POLÍTICA

POPULISTA
Sob a liderança carismática de

EVA PERÓN ( "EVITA" )
, ex atriz, artista de rádio e esposa do "El General", a propaganda

emotiva e paternalista

promoveu a gigantesca popularidade da

"CASA ROSADA"
O livro “Justicialismo”, destinado ao 4°grau, ilustrava em sua capa e contracapa muitas das bases adotadas pelo sistema peronista

Podemos indentificar:

Imagem da justiça;

valorização e felicidade da família;

progresso material e tecnológico;

mecanização do campo;

voto feminino;

segurança e trabalho.
Atuando como

"defensora dos descamisados"
,
"SANTA EVITA"

procurou se aproximar do povo promovendo campanhas em que distribuia alimentos, medicamentos e roupas. Seus famosos discursos anti-oligárquicos e antiimperialistas, inflamavam e emocionavam a população,

colocando-os a serviço do presidente.
Veículo produzido pela indústria
IAME
(Indústria Aeronáutica y Mecánica del Estado), fundada no final da década de vinte. Foi transformada por Perón em indústria autobilística.
Foi mais um
projeto nacionalista

estimulado pela expansão da economia e pelo crescimento da classe média.
"El Justicialista"
Perón
, assim como
GV
procurou conciliar
legislação trabalhista
para os descamisados com os interesses do
grande capital
A partir de 1950, o crescimento da máquina govenamental e das
ações nacionalistas
na economia saturaram as finanças públicas, as quais não tardaram a apresentar sinais de crise.
A CRISE DO PERONISMO
O AUTORITARISMO
O partido único (partido peronista), o
controle dos sindicatos
e da CGT ( confederação geral da indústria) e a demissão de professores, demostram que os avanços sociais e econômicos foram acompanhados de
ações autoritárias.
ECONOMIA

A
Segunda Guerra Mundial
gerou muitas
divisas
: exportação da agropecuária para a Europa;
grande momento de crescimento;
estabilidade do emprego;
aumento do consumo das classes populares;
aumento dos salários.
FATORES:
Importações de supérfluos e de equipamentos modernos;
Recuperação da Europa do pós-guerra e queda dos preços dos produtos primários: déficit da balança comercial.
MORTE DE EVITA
INFLAÇÃO
Durante a campanha de reeleição ( lei aprovada na constituição de 1949),Perón perde a sua esposa para o câncer. Além da perda pessoal, perde também uma grande referência popular.
Adoção de uma política
econômica austera
Corte de despesas públicas;
Congelamento de salários e preços;
Busca de investimentos estrangeiros ( EUA).
Contradição:
Discurso nacionalista e entrada de capital externo;
Desconfiança dos industriais;
Queda dos salários dos trabalhadores;
Postura demagógica:
legalização do divórcio, revogação do ensino religioso obrigatório.
EFEITOS
O GOLPE

As agitações aumentaram , assim como os ânimos de setores
antiperonistas
. Grupos católicos, comerciantes, setores da classes média e alguns estudantes, receberam apoio das forças armadas.
Apesar da iniciativa de reação de setores fiéis ao peronismo (principalmente a CGT), as forças armada desfecharam um golpe em
1955
Fechamento do congresso;
Governadores, juízes e ministros
foram cassados;
Supressão de partidos e sindicatos;
Abolição de conquistas trabalhistas.

A
GUERRA SUJA
DOS MILITARES

A DITADURA
(1976 - 83)

Apesar da manutenção das eleições regulares,entre 1955-1972 , a Argentina viveu um período de grande
radicalização e instabilidade política
.


Surgimento de movimentos de
esquerda
ligados ao
peronismo
:
MONTONEROS
e
ERP
(Exército Revolucionário do Povo)
Para conter a onda de sequestros, atentados e
ameaças socialistas
, as elites políticas devolveram o poder a
PERÓN
, eleito em
1973
, junto com sua
nova

esposa (VICE)- Izabelita
Entretanto, em 1974 Perón falece, sendo substituído por sua
esposa Izabelita
. Esta desgastada pela
inflação
e pelas
guerrilhas (socialistas)
é derrubada pelos
militares em 1976

Guerrilhas de esquerda
: ERP ( Exército Revolucionário do Povo ),
Montoneros
e
sindicatos.

Em dois anos foram milhares os
mortos
, os enviados a
campos de concentração
, os
"desaparecidos"
e os
sequestrados (bebês)
.
REPRESSÃO VIOLENTA AOS OPOSITORES
A organização da

COPA DO MUNDO DE 1978
e o

sucesso da seleção com o título,

serviram aos militares como forma de desviar a atenção das massas aos horrores da ditadura.
FUTEBOL E REPRESSÃO
Durante todo o período da ditadura,
um grupo de mães se reunia para protestar
contra o governo pela falta de informação dos seus filhos
"desaparecidos"
"LAS MADRES DE PLAZA DE MAYO"
DESNACIONALIZAÇÃO DA INDÚSTRIA:
Concessões ao capital internacional;


RETORNO AO MODELO AGROEXPORTADOR:
grande penetração do capital estrangeiro.
A POLÍTICA ECONÔMICA
Desmantelamento dos sindicatos e dos direitos trabalhistas;
inflação;
empobrecimento do povo;
descontentamento social e impopularidade do regime.
EFEITOS
A GUERRA DAS MALVINAS
(1982)
Em
1832
,numa época de domínio marítimo britânico do atlântico sul, o arquipélago das
MALVINAS
foi anexado pela Inglaterra. Numa tentativa desesperada de obter apoio popular e
reacender o nacionalismo
do povo, o governo militar argentino de
Galtieri
invade as ilhas
FALKLAND
Respaldado pelos
EUA
, o qual, por meio
TIAR
( Tratado Interamericano de Auxílio Recíprocos) prometia apoio aos latinos americanos e contanto com o
desinteresse econômico
inglês,
Galtiere
acreditava na
união do povo

em torno de seu governo.
Amargurando críticas populares, a
primeira ministra
britânica
MARGARETH TATCHER
, ao contrário da espectativa de Galtieri, resolveu,
com apoio norte-americano
, enviar uma imensa esquadra naval para expulsar o invasor.
Após pouco mais de
2 meses
, amargurando
712 soldados mortos e a humilhação
, a Argentina se rende.
Aprofundando
desgaste econômico e moral
, a derrota militar levou o povo argentino as ruas para pedir a saída de
Galtiere
e a imediata
redemocratização
. Com o general
BIGNONE
, o país volta as urnas em
1983
PROF. NUNES
PROF. NUNES
PROF. NUNES
PROF. NUNES
PROF.NUNES
A GUERRA DAS MALVINAS
Full transcript