Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Igreja de Jesus Cristo

No description
by

Ezeglair de Souza

on 23 June 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Igreja de Jesus Cristo

"É o povo congregado na unidade do Pai, do Filho e do Espírito Santo".
Ponto 1
Ponto 2 e 3
ponto 5 e 6
Ponto 4
Ponto 01
Considerações
2 - Temos em outros livros do NT que só usam o singular. S. Paulo fala do
“Corpo de Cristo que é a Igreja”

(Cl 1,24; 1,18);

“a Igreja do Deus Vivo”
(ITm 3,15);

“a Igreja é amada por Cristo como Esposa"
(Ef 5,25.29).
O uso do plural só se encontra nas Epístolas, e indica
“as igrejas locais”
como comunidades de uma região.
5 – A Igreja Católica
é Apostólica
. Os Apóstolos estabeleceram por toda a parte, conforme a ordem e missão que Jesus lhes deu:
“Ide, pois, e pregai o Evangelho a toda criatura”; “… a todas as nações”.
(Mc 16,15; Mt 28,19) A Igreja é, a continuadora da obra salvífica de Cristo no mundo em todos os tempos até o fim dos séculos (Mt 28,20). Ela tem realizado essa divina missão, não obstante a guerra que move-lhe o Demônio e os seus aliados, onde os mesmos promovem heresias, seitas e falsas religiões... Ela (Igreja) se opõem, e sempre combateu.
98400-4867 – Claro
98245-7502 – Tim
ezeglair@hotmail.com
Olhando para a caminhada da Igreja Católica, eu pergunto como negar os fatos, a história, os ensinamentos de Jesus Cristo?
Vou aprestar 15 pontos, como argumentação bíblica, história e continuidade da sucessão apostólica.
Não quero criar polêmica, mas argumentarei dentro de três parâmetros: Bíblia, História e Doutrina. Devo dizer:
Palavra de Deus, Tradição e Magistério,
no decorrer da história.
1 - Jesus Cristo fundou somente uma Igreja? É verdade que está muito claro na Palavra de Deus a criação dessa Igreja?
Quando Jesus se referiu à sua Igreja, usou o singular.
“Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”.
(Mt. 16, 18);
“quem não ouve a Igreja seja tido por gentio e publicano...”
(Mt. 18, 17), isto é, pecador público ou incrédulo.
Note-se:
Os adversários da Igreja, imaginam que Jesus, ao dizer: “sobre esta pedra…”, apontava o dedo para Si mesmo. Todo o contexto desmente essa suposição. Para fé de Pedro...

Por ex.:

“dar-te-ei as chaves… ”; “tudo o que ligares…”
, etc.
A Igreja é a sociedade religiosa fundada por Jesus Cristo. É o conjunto de fiéis. Unidos pela mesma fé, ligados ao mesmo chefe. É o "povo de Deus" unido ao seu Rei. "É o povo congregado na unidade do Pai, do Filho e do Espírito Santo".
Preparada desde a origem do mundo (quando do lado de Adão nasceu Eva);
No Antigo Testamento: "Eu serei para ele (o povo) como um pai" (2Rs 7, 14);
Fundada pelo Filho, o novo Adão que, da cruz, tudo atraiu para si;
Vivificada pelo Espírito Santo, ao ser enviado em pentecostes;
"A Igreja é o sacramento universal de salvação".
Jesus Cristo é o Seu chefe (invisível):
"O NSJC, depois de Ter orado ao Pai, chamou a si os que Ele quis e escolheu Doze para estarem com Ele e para os enviar a pregar o Reino de Deus (Mc 3, 13-19; Mt 10, 1-42) a estes Apóstolos (Lc 6, 13) constituiu-os sob a forma de colégio, isto é, grupo estável, cuja presidência entregou a Pedro, escolhido de entre eles"
(Jo 21, 15-17).
Pedro tem a missão de Pastor. Ele foi o primeiro Papa.
- "Pedro, tu me amas?"
(Jo 21, 15s).
Os homens de todos os tempos são chamados a se integrar ao
"Povo de Deus"
- a Igreja, essa é a
"missão divina, confiada por Cristo aos Apóstolos, deverá durar até o fim dos séculos"
(Mt 28, 20), o Evangelho, que eles transmitiram, é para a Igreja o princípio de sua vida através dos tempos.
3 - A Bíblia diz que a Igreja de Cristo é única e afirma:
“há um só Senhor, uma só fé e um só batismo”
(Ef 4,5).
Portanto, uma só é a Religião e Igreja, desse único Deus e Senhor. Assim, fora desta Igreja não pode achar salvação, quem tem meios e condições de conhecê-la... Conhecendo-a, tem obrigação de pertencer-lhe, porque é necessária para sua salvação
(Hb 10,25s).
4 - Essa única Igreja de Cristo, é a a Igreja Católica, é fato bíblico e histórico, onde é comprovado:
6 - No século XVI (1521), com Martinho Lutero e outros hereges, teve início a ação nefasta da fundação de falsas religiões e seitas, onde os membros se auto-denominam “cristãos reformados”, “crentes” ou “evangélicos”. A muitos desprevenidos têm se desviado da fé e da Igreja de Jesus Cristo, para enveredá-los pelo caminho do erro e da heresia que só servem para confundir e perder as pobres almas carentes da verdadeira doutrina do Evangelho de Jesus Cristo. Hoje no mundo são mais de 60 mil seitas ou denominações, fruto dessas seitas...
Ponto 11 e 12
Ponto 13
Ponto 15
Ponto 14
Ponto 9 e 10
Ponto 7 e 8
11 - Só Ela possui a
“sucessão Apostólica”,
ou seja, a transmissão nunca interrompida da missão e poderes que Cristo comunicou aos seus Apóstolos, e estes a outros, como o fizeram a Matias (At 1,20 a 26), a Paulo e Barnabé (At 13,2-3). São Paulo os transmitiu a Timóteo (2Tm. 1,6), e a Tito (Tt 1,5), e estes, a outros (1Tm. 5,22; Tt. 1,5). Assim se realizou e se realiza a
perpetuidade
garantida por Jesus Cristo à sua Igreja até à consumação dos séculos (Mt 28,20). Essa realidade sobrenatural opera sempre na Igreja Católica, através da Sagrada Hierarquia, apesar das fraquezas humanas de seus representantes.
13 -
A Igreja Católica é,
não somente única, mas também
una
na sua constituição interna. Só ela possui a unidade de fé e de moral, a unidade do princípio vital da graça divina que lhe vem da Redenção de Cristo, através dos Sacramentos que são meios de santificação e salvação; unidade, por fim, de culto e de disciplina. Em suma, só nEla se verificam as notas características da verdadeira Igreja de Cristo:
unidade, santidade, catolicidade, apostolicidade, e a nota histórica
e acidental:
a romanidade.
O que você deve ser parar pertencer a Igreja de Jesus Cristo?

Para conscientemente, pertencer à Igreja Católica, é preciso:


1 - Ser batizado;

2 - Crer na sua doutrina;

3 - Observar as suas leis.

Em relação à doutrina:

1)
“Quem não está comigo é contra mim“
(Mt 12,30).
2)
“Um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai de todos”
(Ef 4, 3-6).
3)
“Não rogo apenas por eles, mas também por aqueles que por sua palavra hão de crer em mim. Para que todos sejam um, assim como Tu, Pai, estás em mim e eu em ti, para que também eles estejam em nós e o mundo creia que tu me enviaste“
(Jo 17,20ss).
4)
“Recomendo-vos, irmãos, que tomeis cuidado com os que produzem divisões contra a doutrina que aprendestes. Afastai-vos deles”
(Rm 16, 17).
5)
“Se alguém vos anunciar um evangelho diferente, seja execrado, isto é, seja excomungado“
(G. 1,7-9).
7 - Quando essa mania de inventar novas igrejas, fruto do orgulho, daganância, etc... começou, a Igreja Católica já tinha quinze séculos de existência e missão cumprida: Durante os três primeiros séculos da era cristã, já tinha vencido as cruéis perseguições; os imperadores e reis pagãos já haviam convertidos, durante os séculos III-V, os povos do vasto Império Romano; já havia, sido evangelizado e civilizado os povos bárbaros que invadiram a Europa nos séculos IV-VI; enfim, superado as várias investidas de diversos hereges, e tinha conservado intacto o
“depósito da fé”
que recebera de seu Divino Fundador, e cuja guarda e transmissão Lhe confiou (1Tm 6,20; 2Tm 1,14; Mt 20,28).
9 -
Nada mais falso:
A Igreja começou com a liberação de Constatino.
A - Porque a Santa Igreja é chamada

“Católica = Universal”
desde o 1º século. Santo Inácio, martirizado no ano 107, na sua Carta aos fiéis de Esmirna nº 08. Diz:
"Indica o fato de a Igreja ter-se espalhado rapidamente por todo o mundo; e, sobretudo, porque se destina à salvação de todos os povos."
8 - Só a Igreja Católica é verdadeiramente Apostólica e Evangélica, isto é, tem a sua origem no Evangelho de NSJC e nos escritos e experiências dos Apóstolos, como acima ficou comprovado.
No começo do século IV da era cristã (317),
o imperador Constantino deu liberdade aos cristãos e declarou o Cristianismo religião oficial do Estado,
respeitando a autonomia deste na sua esfera temporal. Ele oficializou o que já existia.
Lutero fez o contrário:
subordinou a religião ao estado ao declarar:
“A quem pertence o reino, pertence a religião”, norma que é posta em prática na Inglaterra, onde o rei é o chefe da Igreja Anglicana.
10 - A Igreja chama-se também “Romana”, por ter sido Roma a sua sede desde São Pedro, onde foi aí martirizado no ano 64 da era cristã, durante a perseguição de Nero. Esse título lhe é, pois, histórico e secundário.
12 - Só a Igreja Católica é a
“Igreja do Deus Vivo, coluna e fundamento da verdade”
(1Tm 3,15); só ela é a Esposa mística de Cristo,
“santa e imaculada”
em si mesma (Ef 5,27); em sua constituição divina; em sua doutrina (Fé e Moral); em seus Sacramentos (canais da graça divina); santa, porque Cristo mesmo é a Cabeça dela Igreja (Cl 1,18), e o Espírito Santo é a sua alma; é santa ainda porque sempre produziu Santos, não obstante a presença de maus cristãos entre seus membros. (Cf. A parábola do joio e do trigo – Mt. 13,25).
Pedro (o primeiro a usar este nome), tirado de pedra, foi a rocha angular da Igreja, Igreja feita de homens, de homens que devem ser "templos", devem ser Igreja Viva, não de pedras mortas, mas vivas; "templos do Espírito Santo".
Por isso, os Apóstolos, nesta sociedade hierarquicamente organizada, cuidaram de constituir os seus sucessores.

Para a segurança nossa, Jesus deu ao Papa a infabilidade.
"Eu roguei, por ti, para que a tua fé não falte"
(Lc 22, 32).
"Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela"
(Mt 16, 18-19).
A) Jesus garantiu a
perpetuidade
de sua Igreja no mundo “todos os dias até o fim dos séculos” (Mt 28,20); a sua
invencibilidade
contra as forças infernais do maligno, seus seguidores e seus erros: “As portas do inferno não prevalecerão contra Ela” (Mt 16,18).
B) Historicamente é a única Igreja que vem dos Apóstolos, os quais foram constituídos por Cristo, seus
“fundamentos”
. São Pedro (Mt 16,18), na pessoa de seus sucessores, foi feito fundamento visível da Igreja nesse mundo e princípio de unidade. Para isso, mudou-lhe o nome de Simão para Pedro. Jesus, porém, é e será sempre o seu fundamento principal, a
“Pedra Angular”
(Ef 2,19-20). A referência à Igreja, nesse texto chamada
“Família de Deus”
, é patente (Ef 2,19).
B - Porque os fatos alegados pelos adversários como prova de que a Igreja se desviou ao entrar em contato com o mundo:
B.1- A mediação dos Anjos e Santos,
B.2- Intercessão de Nossa Senhora, em particular,
B.3- O uso das sagradas imagens (estão contidos na Bíblia e na prática da Igreja primitiva).
Só a Igreja Católica é a verdadeira Igreja de Cristo. Todas as outras, ou são seitas ou de um protestantismo mais clássico ou neopentecostal.
Apresentação
Formador
Tema
Considerações iniciais
Desenvolvimento
15 pontos
Considerações finais
Full transcript