Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

PORÍFEROS, CNIDÁRIOS, PLATELMINTOS, NEMATELMINTOS E DOENÇAS VERMINOSAS

No description
by

André Carmo

on 21 July 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of PORÍFEROS, CNIDÁRIOS, PLATELMINTOS, NEMATELMINTOS E DOENÇAS VERMINOSAS

Start
PLATELMINTOS
• Origem nos oceanos.
Success!
Vermes de corpo achatado.
Corpo mole, fino e longo.
Alguns causam doenças.
HABITAT:
ÁQUATICOS E TERRESTRES(úmidos).
- Marinho
- Água doce
- Terrestres úmidos
- Há espécies parasitas
Platelmintos mais conhecidos as
PLANÁRIAS!
ESTRUTURA DAS PLANÁRIAS
Regiões das planárias:
Anterior.
- Cabeça.
- Sistema nervoso = coordenar o organismo (gânglios cerebrais).
- Sistema sensorial = interpretar os estímulos do ambiente(ocelos).

O que são
OCELOS?
- Células do S.S capazes de perceber a
INTENSIDADE
e
DIREÇÃO
da
luz
!
- Melhorar a locomoção.
- Não formam imagens
E COMO ELAS SE ALIMENTAM?
- Matéria orgânica em decomposição.
- Pequenos animais (carnívoras).
TRAJETÓRIA DO ALIMENTO

SISTEMA DIGESTÓRIO INCOMPLETO
- Ausência de ânus
- Eliminação pela boca

RESPIRAÇÃO
- Feita pela pele O2 e CO2
(Cutânea)
REGENERAÇÃO "Laceração"
- Formação de duas cabeças.
- Vários cortes “Formação de vários indivíduos”.
SEXUADA:
- Por meio da
CÓPULA.
- Monoicas ou Hermafroditas
(Órgãos M e F).
- Fecundação interna (Troca de espermatozoides).
- Formação de ovos (embrião).

NEMATELMINTOS
Vermes de corpo:
- Alongado
- Cilíndrico
- Fino com extremidades afiladas
- Há espécies parasitas
Habitat:
- Marinhos
- Água doce
- Solos “úmidos”
Existem espécies
PARASITAS !
Podem ser microscópicos ou Compridos.
ESTRUTURA DOS NEMATELMINTOS:
Obs: Novidade evolutiva!

Tubo digestório
COMPLETO
.
Boca, Faringe, intestino e
ÂNUS
(Eliminação das fezes).
Sistema muscular, Sistema nervoso.

REPRODUÇÃO DOS NEMATELMINTOS

- Maioria
DIÓICA
= Sexos separados.
- Apresentam
DIMORFISMO SEXUAL
.
- Machos diferentes das fêmeas.
- Sexuada: Fecundação interna.
ATIVIDADE CASA!
Pág: 177
DOENÇAS CAUSADAS POR VERMES -
VERMINOSES

Nematelmintos e Platelmintos causam doenças.
ESPÉCIE HUMANA

Platelmintos:
- Esquistossomose
- Teníase
- Cisticercose
ESQUISTOSSOMOSE (BARRIGA D’ÁGUA)

- Inflamação do fígado e baço.
- Agente etiológico:
(Schistosoma mansoni)
.
- Shisto = Fenda
- Soma = Corpo
- O casal infecta o homem (fígado humano)
- Ovos liberados nas fezes em águas (Transformação em
MIRACÍDIOS
)
- Metamorfose no caramujo (
CERCÁRIAS
)
- Penetração na pele "Humanos"
SINTOMAS:
- Diarreia sanguinolenta
- Febre, dores de cabeça ,fraqueza.

FORMAS DE PREVENÇÃO.
- Evitar contato com águas contaminadas
- Saneamento básico
- Educação ambiental
TENÍASE E CISTICERCOSE
DEKO
SOLITÁRIA?

TENÍASE:
- Ingestão de carne com
CISTICERCOS
(LARVAS)
- Canjiquinha
- Tenia adulta no intestino

Agente etiológico:
Taenia solium

(
Carne suína
)
Agente etiológico:
Taenia saginata
(
Carne bovina
)
O
ESCÓLEX
– Fixação do verme.
CICLO DE VIDA
1° Ingestão dos
CISTICERCOS
2° Fixação no intestino pelo (
Escólex
)
3° Reprodução (
Liberação de ovos nas fezes
)
4° Ovos ingeridos pelo (
Porco ou Boi
)
5° Larvas
migram
para a musculatura e cérebro, formando (Cisticercos)
6° Ingestão pelo
homem
.

Hospedeiro
intermediário
:
Porco e vacas.
Hospedeiro
definitivo
:
Espécie humana.
PROF.
DECO
E A
CISTICERCOSE
?

- Ingestão de
OVOS
pelo homem.
- OVOS eclodem, e
migram
para (Cérebro, músculo e medula).
INFECÇÃO DA ESPÉCIE HUMANA

Nematelmintos:
- Ascaridíase
- Ancilostomose (amarelão)
ASCARIDÍASE
- Agente etiológico:

(
Ascaris lumbricoides
)
- Lombriga
CICLO DE VIDA (Ascaridíase)

- Ingestão de ovos (
eclosão
)
-
Perfura
o intestino e caem na corrente sanguínea.
- Transito pelos
órgãos
- Pulmão (
tosse
).
- Larvas na
faringe
(engolidas).
- Retorno ao intestino (
desenvolvimento
) e
reprodução
- Ovos liberados nas
fezes.

Ancilostomose (AMARELÃO)

Agente etiológico:
(
Ancylostoma duodenale
) e (
Necator americanus
)
CICLO DE VIDA
(
Amarelão
)


Ovos em fezes Larvas no solo.

Larvas entram na pele e chegam (Corrente sanguínea).

Passagem pelos órgãos.

Reprodução no intestino.

Liberação de ovos nas fezes.
Jeca Tatu

COM MANDIBULA e COLUNA
-Peixes Cartilaginosos - Peixes ósseos
- Anfíbios - Répteis
- Aves - Mamíferos


- Em média 35 filos
- Estudaremos os 9 principais.
- O filo animália teve origem no protista.
REINO METAZOA ou ANIMALIA
ANIMALIA


Invertebrados


Vertebrados
- Sem coluna vertebral - Presença de Crânio e Coluna vertebral
Nomenclatura

- poros- passagem
- ferre- levar
- Os animais mais primitivos
HABITAT
- Exclusivamente aquático “maioria marinha”
- Fixos
- Não reagem a estímulos
- Não formam tecidos verdadeiros
ESTRUTURAS
• Coanócito
- Captura de nutrientes “filtração”
- Digestão no interior
• Amebócitos
- Distribuição dos nutrientes
- Produção de espículas
Espículas + espongina= sustentação
CURIOSIDADE
- Nem toda esponja é um porífero!
REPRODUÇÃO
Assexuada
- Brotamento: Separados ou colônias
Sexuada
- Coanócitos formam gametas (M) e (F)
- G (M) é liberado + fecundação do óvulo= larva ciliada
OBS.
Capacidade de REGENERAÇÃO
Poros-
Entrada de água
Átrio-
Cavidade central
Ósculo-
Saída de água
Células específicas
CNIDÁRIOS
PORÍFEROS
"Esponjas"
- Exclusivamente aquáticos
- Maioria marinha
- Corpo mole e gelatinoso
- Tentáculos com cnidócitos “tentar”
REPRESENTANTES (fixos)
- Anêmonas -Hidras -Corais
REPRESENTANTES(móveis)
- Águas vivas ou medusas -Caravelas-portuguesas
NOVIDADES EVOLUTIVAS
Boca
- Entrada de alimento
- Eliminação de fezes
Cavidade gastrovascular
- Digestão e distribuição dos alimentos
- Células liberam subst. Digestivas
Tecidos
Muscular, sensorial e nervoso.
FORMAS
PÓLIPO
- anemônas e hidras “vaso”
- boca na parte superior
MEDUSA
- água viva
- Boca na parte inferior
REPRODUÇÃO

Assexuada Sexuada
- Brotamento -G (M) é liberado + fecundação do óvulo=
larva ciliada
RELAÇÕES ECOLÓGICAS
COLÔNIAS
- caravelas
-portuguesas
Ex. Flutuador

- corais
Ex. recifes e atois
MUTUALISMO
-Hidra X Algas verdes
-Anêmonas X Paguros
CURIOSIDADE

O que são
RECIFES DE CORAIS

e qual a sua importância?
Deco posso passar xixi nas queimaduras?
Tentáculos com
CNIDÓCITOS
- Defesa e Captura de alimentos
REPRODUÇÃO ASSEXUADA:
- Divisão em duas partes "fragmentação"
- Formação de dois indivíduos
Como estes animais se protegem
DECÃO?
CUTÍCULA
-Proteção contra o
atrito
e
enzimas
(parasitas).
E a respiração?
- Cutânea (pele).
Dimorfismo sexual
Gênero Biomphalaria
Hospedeiro
INTERMEDIÁRIO
= Caramujo de água doce
Hospedeiro
DEFINITIVO
= Ser Humano
Prevenção

- Não ingerir carne mal cozida
- Lavar as mãos
- Saneamento básico
- Inspeção sanitária em abatedouros
Es - Piccolo
"Antena"
Cnidários X Algas verdes
- Algas fornecem= Subst. Orgânicas
- Cnidários fornecem= Abrigo e nutrientes
CORAIS
- Abrigam muitas espécies (biodiversidade)
- Importância na teia alimentar (reprodução)
- Ameaça: temperatura e poluição
- Branqueamento dos corais
FORMAS DE PREVENÇÃO

- Saneamento básico
- Ingestão de água potável
- Lavar as mãos e alimentos
TRATAMENTO
-Vermífugos específicos
FORMAS DE PREVENÇÃO
- Uso de calçados

SINTOMAS
- Perda de sangue no intestino
- Fraqueza
Full transcript