Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Geopolítica na África e na América

No description
by

thais moraes

on 6 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Geopolítica na África e na América

África É o mais pobre dos continentes, seu PIB representa menos de 3% do PIB mundial;
Maioria dos países possui economia essencialmente agrícola (voltada para a exportação);
Recursos naturais explorados por empresas estrangeiras (mão de obra barata);
Conflitos étnicos, políticos e religiosos frutos do passado colonial, exploração durante a Revolução Industrial (XVII-XIX) e conflitos no período da Guerra Fria; A divisão dos territórios africanos durante a Conferência de Berlim (1884-1885) desconsiderou fatores locais, acirrando o conflito entre etnias. Ainda hoje as guerras civis neste continente derivam de tal divisão. Com o início da queda da Guerra Fria, o capital e o “apoio” político-militar dado aos Estados africanos (a maioria deles era e ainda é muito nova) pelas duas potências (EUA e URSS) foram sendo retirados. Desta forma a região foi posta em segundo plano no cenário internacional, tanto política quanto economicamente, as máfias começaram a crescer assim como o narcotráfico. É sob este contexto que devemos analisar os conflitos na África. Conflitos Africanos O Chifre da África Siad Barre foi derrubado do poder na Somália em fevereiro de 1991;
14 "senhores da guerra";
Intervenção da ONU em 1992;
Resistência das facções somalis;
Retirada das forças da ONU em 1994;
Conflito entre clãs armados;
Em 2004 houve nova intervenção da ONU-> governo de transição;
Reivindicações das áreas de Somalilândia e Puntland; Somália Fuga de Haile Marian da Etiópia (1991);
Guerrilhas regionais do Tigre e Eritreia;
Plebiscito de 1993: Eritreia independente, regida por dois governos (entram em guerra em 1998); Sudão Descoberta do petróleo em 1970;
Quebra do acordo de paz;
Exército de libertação do povo sudanês (SPLA);
Al-Bashir;Hassan al Turabi;
Acordo de paz (2005);Criação do Sudão do Sul; Conflitos do Magreb e da África Ocidental Argélia;
Frente Islâmica de Salvação (FIS);
Lei Marcial
Guerra Civil - possíveis objetivos :
- Atemorizar a população ;
-Disputa pelo petróleo;
-União do Magreb; Instabilidade: A Região dos Lagos Africanos Hútus: 90% da população;
Tútsis: 10% da população;
Ruanda dominada pelos hútus aliada com a França e com Zaire;
Tútsis criam a Frente Patriótica Ruandesa;
Massacre dos tútsis (1991-1992);
Acordos de Arusha;
Guerra civil acirrada com a morte dos presidentes;
FPR domina Kigali;
Massacre dos hútus (1994);
EUA reconhece novo governo da FPR;
Aliança das Forças Democráticas para a Libertação do Congo-Zaire;
Forças de Kabila;
Rebeldes assumem o poder no Zaire (1997); Conflitos na América Latina A América Latina herdou de seu passado colonial, dentre outras coisas, a dependência em relação aos países “desenvolvidos”. No entanto em certo período de sua história, os latinos libertaram-se do sistema colonial o que não significou o fim da dependência. Desde então a América Latina é vítima de governos elitistas, passando pelo mundo bipolarizado, pelos governos de extrema direita, isto é, neoliberais. A promessa neoliberal faltou com seu propósito e hoje (século XXI) observamos uma “esquerdização” da América. Bolívia Bolívar Simón Bolívar-> pan-americanismo;
Hugo Chávez:
-1998-Venezuela;
-anti-imperalismo;
-integração regional; Século XX:
-Dependência externa;
-Golpes de Estado;
Nacionalizações:
-David Toro Ruilova (Standard Oil) em 1937;
-Víctor Paz Estenssoro (minas de estanho) em 1951; -> "revolução nacional";
-Alfredo Ovando Candia (Gulf Oil) em 1969; Evo Morales:
22/01/2006
-Convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte;
-nacionalizações;
-Reforma Agrária;
-Proximidade com Hugo Chávez e Fidel Castro; Colômbia 46 milhões de habitantes;
Conflitos:
-Sequestros;
-Grupos paramilitares;
-AUC (Autodefesas Unidas da Colômbia;
-Desentendimento diplomático entre a Colômbia e a Venezuela (2005); México e a província de Chiapas Carlos Gotari e o neoliberalismo mexicano;
Dívida externa;
Nafta;
"Ajuda" norte-americana;
Revolta Camponesa; Separatismo no Quebec, Canadá 13 unidades políticas (Canadá);
População:
-44% origem inglesa;
-30% origem francesa;
-26% outras origens;
Qubec -> francófona;
1969-> pedido de separação;
Canadá passa a ser um país bilingue;
1995: plebiscito em Quebe-> 50,6% opta por não se desmembrar do Canadá; Geopolítica na África e na América Questões (Fuvest) O continente africano é extremamente diverso. Pesquisadores o dividem em regiões como a do Magreb, localizada
a) ao sul do Saara, formada por países que foram colônias francesas.
b) no noroeste da África, constituída por países onde predomina a religião islâmica.
c) no extremo sul, onde se encontram os países mais industrializados da África.
d) na África Central, onde as fronteiras políticas estabeleceram-se antes que nas demais regiões.
e) no nordeste da África, foco de conflitos tribais pela definição de fronteiras. No início do século XXI, a América Latina passa por um processo de "esquerdização", segundo alguns teóricos. Sobre isso:
a-) Cite três governantes eleitos considerados de esquerda.
b-)Qual o significado do termo "esquerdização" na política latino-americana? Qual a província canadense que possui tendências separatistas? Porque ela possui tais tendências? O que o governo canadense fez para evitar o desmembramento? (Unifap) A partilha do continente africano no final do século XIX pelos colonizadores europeus, criou as chamadas fronteiras artificiais. Grande parte destas fronteiras foi mantida após o processo de independência dos países africanos. Com base nesse contexto e nos conhecimentos sobre o assunto, é correto afirmar o que se segue.

(01) A definição de fronteiras artificiais refere-se ao fato de que diversas nações e grupos étnicos, muitos deles rivais, foram colocados dentro de um mesmo território colonial, não respeitando as suas diferenças.
(02) Com o processo de descolonização da África e a manutenção das fronteiras artificiais, intensificaram-se os conflitos pela disputa entre as etnias sobre o território.
(04) Dentro dessas fronteiras artificiais, no período entre as Grandes Guerras Mundiais, os Estados Unidos e a União Soviética, interessados em aumentar sua influência no continente africano, financiaram e estimularam os conflitos.
(08) Além das fronteiras artificiais, outros fatores que têm motivado os conflitos dentro do território africano são os de ordem socioeconômica (pobreza e epidemias) e ambiental (desertificação e estresse hídrico). Alunos:

Amanda
Beatriz
Bruno
Gabriel Graziely
Renata
Thais
Victoria Charles de Gaulle - governo de 1958 á 1969 Notícias Uruguai é o primeiro país da América do Sul a descriminalizar o aborto;
Cuba mantém eleições na maior parte do país, apesar de Sandy
Brasil agora ensaia parceria com a África no ramo audiovisual;
Malaui suspende - por ora - leis contra a homossexualidade;
Chávez acredita que eleições nos EUA não mudarão relação com a Venezuela;
Eleições nos EUA serão definidas hoje em "estados indecisos" (swing states);
Full transcript