Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Clima e tempo atmosférico

No description

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Clima e tempo atmosférico

A dinâmica atmosférica e as mudanças climáticas
Encontramos na atmosfera a ocorrência de três fenômenos
TEMPERATURA
quantidade de calor que o ar consegue absorver
PRESSÃO
UMIDADE
LATITUDE
ALTITUDE
é a distância em relação a linha do Equador
A superfície terrestre não recebe toda a energia enviada pelo Sol. Apenas parte dela chega até a superfície, que a retêm por certo tempo sob a forma de calor, liberando-a depois para a atmosfera.
é a altura em relação ao nível do mar
MARITIMIDADE E CONTINENTALIDADE
o clima de uma região é influenciado pela maior ou menor proximidade dos oceanos e mares
é a força que a camada de ar exerce sobre a superfície
Temperatura
Altitude
No nível do mar, a pressão atmosférica é maior porque a altura da coluna de ar que está sobre essa região é maior, mais pesada. Conforme nos dirigimos às partes mais altas do relevo, a pressão vai diminuindo, porque existe menos atmosfera nessas regiões.
Nos lugares próximos à linha do Equador (zona mais quente da Terra), o ar aquecido dilata-se, torna-se mais leve e sobe, exercendo assim baixa pressão sobre essas áreas. Por isso elas são consideradas de baixa pressão atmosférica. À medida, porém, que nos dirigimos aos polos, as temperaturas nessas áreas vão diminuindo e o ar mais frio comprime-se e torna-se mais pesado, ocasionando altas pressões.
VENTOS
Das áreas de alta pressão, o ar mais pesado e frio vai para as de baixa pressão (quentes), deslocando-se próximo à superfície. Ao chegar às áreas de baixa pressão, ele se aquece, sobe e retoma para as áreas mais frias (agora circulando em altitudes elevadas). Esse mecanismo determina o movimento do ar atmosférico, ao qual damos o nome de vento.
é a quantidade de vapor de água presente na troposfera.
TEMPERATURA
PRESSÃO
Ao atingir as águas marinhas, os lagos, os rios e as florestas, os raios solares aceleram o fenômeno da evaporação. Ao encontrar menores temperaturas, a água em suspensão na atmosfera, sob a forma de vapor, pode se condensar, isto é, passar do estado de vapor para o estado líquido, e formar as nuvens.
As nuvens são constituídas por milhões de gotículas de água em suspensão. Quando essas gotas se juntam, formam gotas maiores, que ficam mais pesadas e se precipitam sob a forma de chuva. Quando a temperatura das nuvens está abaixo de -20 °C, há uma transformação do vapor d'água em cristais de gelo muito pequenos, que se juntam e caem sob a forma de neve
Tipos de Chuvas
FRONTAL
Proveniente do encontro de “frentes” frias e quentes.
São contínuas e moderadas
Resultado da evaporação da água, típico do Verão.
São rápidas e fortes
CONVECTIVA
Resultado do encontro com alguma barreira natural (relevo de altitude).
São contínuas e fracas/moderadas
OROGRÁFICA ou CHUVA DE RELEVO

O tempo atmosférico é o estado momentâneo da atmosfera em determinado lugar. Para caracterizar esse estado, consideram-se a temperatura, o aspecto geral do céu (presença ou ausência de nuvens), a ocorrência de chuvas, a umidade, a pressão atmosférica, o vento.
Observando as variações do tempo no decorrer de um ano e verificando o comportamento desses fenômenos por um longo período (que pode variar entre 20 e 35 anos), define-se o clima predominante de um lugar. Assim, o clima de um lugar é definido após um longo período de observações dos fenômenos meteorológicos
As massas de ar correspondem a grandes porções da atmosfera em que as propriedades do ar, como a temperatura, a pressão e a umidade, são semelhantes. Essas massas adquirem características próprias ao permanecerem durante determinado período sobre superfícies com condições de temperatura e umidade constantes, como, por exemplo, sobre um oceano tropical ou sobre as regiões polares, que são consideradas regiões onde nascem as massas de ar.
Existem dois tipos principais de massas de ar: as continentais e as oceânicas
alfero@uol.com.br
(19) 9296 2412
REVISÃO
Full transcript