Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Os dilemas na construção da identidade na era da informação

No description
by

Carlos Eduardo

on 15 February 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Os dilemas na construção da identidade na era da informação

Identidade Social é o produto da interação entre o indivíduo e a sociedade, é o modo pelo qual os indivíduos se percebem no mundo e definem sua maneira de interferir nele.
Identidade Social Cultural
Identidade Social Capitalista
Identidade Social Coletiva
Identidade Social
Friday, February 26, 2016
Vol XCIII, No. 311
Musica:
Identidade Social caminhando
com o
i
n
d
i
v
i
d
u
a
l
i
s
m
o
Os dilemas na construção da identidade na era da informação
Eu sou destino incerto, sou estrada, sou andarilho
Sou gente, sou deus, animal, ser humano, sou pai, filho
Sou o que eu vejo, o que tú vê, sou gota d'água, estopim
Eu sou pavio, sou a bomba, sou início, sou o meio e o fim
Eu sou a cor, sou o cinza, sou predicado e sujeito
Eu sou a cena do crime, sou testemunha e suspeito
Eu sou a luz, sou o escuro, sou criador, sou criatura
Sou a praga, sou a salvação, eu sou a doença e a cura
Sou o que foi feito, o que eu faço, sou futuro do que eu fiz
Sou professor, sou aluno, perfeito eterno aprendiz
Sou cicatriz, sou ferida, sou mago, sou vida e morte
Sou um trevo, sou um duende, sou jogo de azar e sorte
Sou a órbita irregular, gira e volta que o mundo dá
Os quatro elementos, sou terra, sou fogo, sou água e ar
Eu sou alah, krishna, shiva, sou trevas e sou luz
Eu sou buda, sou lutero, sou lúcifer e jesus

Sigo proucurando quem eu sou, sou o que quero ser
Sou ser-humano, permita-se ser
Voltas do mundo de um tempo que não passou
Não tento ser o que querem, simplesmente sou o que eu sou

Eu sou o que freud não explica, o que nostradamus previu
A descoberta do século que Einstein não descobriu
Sou um anjo de asa quebrada o cuja auréola caiu
Sou mundo inteiro, mistura, sou caboclo, sou BRASIL
Sou cigarro depois do almoço, o primeiro reet do dia
Sou uma taça de um bom vinho com uma boa companhia
Eu sou fogueira na serra, sou acampamento em martins
Sou tênis velho, sk8 no pé, blusão e calça jeans
Sou tarde chuvosa de terça, metamorfose ambulante
Sou o agora, sou o depois, e tudo que já fui antes
Sou cachoeira, nascente, sou uma vida a brotar
Sou água que percorre um rio, só pra poder ver o mar
Sou uma cantiga de roda, o sol nascendo no inverno
Sou capeta indo pro céu, um anjo queimando no inferno
Sou a cidade turbulenta, sou uma praia deserta
Eu sou a estrada pro abismo indo na direção certa.

Sigo proucurando quem eu sou, sou o que quero ser
Sou ser-humano, permita-se ser
Voltas do mundo de um tempo que não passou
Não tento ser o que querem, simplesmente sou o que eu sou.
Full transcript