Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A história da Igreja

No description
by

Camila Sestrem

on 23 July 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A história da Igreja

PENTECOSTES
ATOS 2
ESTÊVÃO
MARTIRIZADO
ATOS 6
MORTE DE
JOÃO
FELIPE LEVA
SAMARITANOS A CRISTO
ATOS 8
CONVERSÃO DE PAULO
ATOS 9
PEDRO LEVA
GENTIOS A CRISTO
ATOS 10
VIAGENS MISSIONÁRIAS
CONCÍLIO DE JERUSALÉM
ATOS 15
PRISÃO
DE PAULO
EXECUÇÃO DE PEDRO
EXECUÇÃO DE PAULO
DESTRUIÇÃO DE
JERUSALÉM
História da Igreja
Seminário Palavra Rhema - Casa dos Profetas
O que vamos estudar?
Os grandes períodos da história da igreja;
A igreja apostólica;
A igreja imperial;
A igreja medieval;
A igreja reformada;
A igreja contemporânea.

Os grandes períodos da história da igreja
A ORIGEM DA IGREJA -
A igreja de Cristo sempre existiu na mente e coração do Pai, desde antes da fundação do universo. (Efésios 1:4 - 1Pedro 1:20)

A FUNDAÇÃO DA IGREJA -
Efésios 3: 9 E demonstrar a todos qual seja a dispensação do mistério, que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou por meio de Jesus Cristo;

O NASCIMENTO DA IGREJA -
A Igreja de Cristo iniciou sua história com um movimento de âmbito mundial, no dia de Pentecostes, cinqüenta dias após a ressurreição, e dez dias depois da ascensão do Senhor Jesus Cristo. (Atos 2)

Em uma ordem lógica, podemos admitir que:
Deus fundou a Igreja, Jesus Cristo formou a Igreja e o Espírito Santo confirmou a Igreja.
O CRESCIMENTO DA IGREJA...
Gálatas 4: 4 Mas, vindo à
plenitude dos tempos
,
Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei,

A Palestina onde o cristianismo deu seus primeiros passos ocupava uma posição geográfica privilegiada, pois ocupava uma área onde era a encruzilhada das grandes rotas comerciais que uniam o Egito à Mesopotâmia, e a Arábia com a Ásia Menor.

...O CRESCIMENTO DA IGREJA
Apesar de haver muitas religiões e filosofias (a política dos romanos era, em geral, tolerante em relação a religião e aos costumes dos povos conquistados) o mundo estava vazio espiritualmente, assim o mesmo estava pronto para a recepção de uma nova religião.

Jesus nasceu dentro deste contexto e que biblicamente se conhece como "plenitude dos tempos" (Gl:4:4-5).

IGREJA APOSTÓLICA
De pentecostes até a morte do apostolo João
(33 a 100 d.C)
A identidade de um povo é construída pelo conjunto de características sociais, morais, éticas, pessoais, religiosas e culturais agrupadas num processo histórico que se perpetua pela transmissão de uma geração a outra, através dos meios
possíveis ( Dt 6:6-9; Js 4:1-7; Pv 22:28 ).

Primeiros fatos
(Da ascensão de Cristo a morte de Estevão 30 a 35)
Pentecostes (At 2.1-6; 41-47);

Primeiras conversões, movimentos de evangelização;

Instituição do diaconato (At 6. 1-7);

Primeira perseguição culminando com o martírio de Estevão (At 7. 54-60);




Observa-se nesse tempo a falta de expansão missionária. A igreja permanecia em seu próprio território quando deveria avançar com a evangelização.
...IGREJA APOSTÓLICA
A EXPANÇÃO DA IGREJA
(do martírio de Estevão ao concílio de Jerusalém 35 a 50 )


Diáspora cristã judaica. Nesse tempo o evangelho chega a Antioquia da Síria cerca de 480 km de Jerusalém;

Conversão de Saulo, (Ler At 9. 1-9);

O evangelho chega ao gentio Cornélio (Ler At 10. 9-15 e 11.17);

Integração de Paulo na Igreja de Antioquia (At. 11. 25,26);

Separação e envio dos primeiros missionários (At 13. 2,3);

Evangelização de grandes cidades e centros urbanos (At. 13 e 14): Antioquia, Lista, Derbe, Listra, Icônio, Salamina etc.

...IGREJA APOSTÓLICA
PRINCIPAIS FATOS
(do concílio em Jerusalém ao martírio de Paulo 50 a 68)



2ª e 3ª viagens missionárias de Paulo e sua equipe. O evangelho chegou a Europa, através da cidade de Filipos, (At 16). Os principais líderes do período foram: Paulo, Pedro e Tiago.
 
Acontece a primeira perseguição imperial, 64 d.C. O Imperador Nero, lança sobre os cristãos a culpa pelo incêndio de Roma, 18 de julho 64 d.C. Milhares foram presos, torturados e mortos. Entre esses, Pedro (67) e Paulo (68 d.C).

...IGREJA APOSTÓLICA
A ERA SOMBRIA
(do martírio de Paulo até a morte de João 68 a 100 d.C)


Perseguições;

Nesse periodo foram escritos os últimos livros do NT (60 a 100 d.C);

(80 d.C) Domiciano proibi totalmente o culto cristão;

Nesta fase as igrejas da Ásia muito sofreram vitimando por exemplo o apóstolo João, que foi enviado de Éfeso a Roma, onde se afirma que foi lançado num caldeiro de óleo fervendo. Escapou milagrosamente, sem dano algum.

Da morte do apóstolo João até o Édito de Constantino (100 a 313 d.C ). IPe 4. 12-16

 Acusações de Canibalismo,

 Incesto,

 Falta de patriotismo,

 Ódio à raça humana,

 Anti-família,

 Causa de catástrofes, pobreza e ateísmo.

 Recusa em adorar o imperador.

Mais tarde, passaram a ser perseguidos só por terem o nome de cristãos.


1Pe 4:16 – “mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus com esse nome.”

As dez primeiras perseguições
PRIMEIRAS PERSEGUIÇÕES
Nero, 67 d.C
Domiciano, 81 d.C
Trajano, 108 d.C
Marco Aurélio, 162 d.C
Severo, 192 d.C
Maximino, 235 d.C
Décio, 249 d.C
Valeriano, 257 d.C
Aureliano, 274 d.C
Diocleciano, 303 d.C

APARECIMENTO DE SEITAS E HERESIAS

Agnosticismo (sig. não saber)
Gnosticismo (Gr. gnosis – conhecimento)
Ebionismo (do Hb. Evyonim, "pobres")
OS APOLOGISTAS
Justino, o Mártir (100 – 165)
Tertuliano (160 – 220)

IGREJA IMPERIAL
Do Édito de Constantino a queda de Roma, 313 à 476 d.C.
IIPe 2. 20-22

O ÉDITO DE CONSTANTINO E SUAS CONSEQUÊNCIAS
Assim é conhecido o documento que, publicado em 313, e atribuído ao imperador romano, Constantino Magno, concedia a liberdade de credo aos cristãos, abolindo, o culto imperial.
No entanto, o cristianismo deixou de ser inimigo deste mundo, e dele se tornou um participante. Os cultos de adoração aumentaram em esplendor, é certo, porém eram menos espirituais e menos sinceros do que no passado.



Pontos Positivos
 Fim das perseguições
 Cessação dos sacrifícios pagãos
 Instituição do domingo como dia de descanso

Pontos Negativos
 Todos na igreja por decreto
 Costumes pagãos introduzidos na igreja
 Mundanismo, secularismo
 Dedicação de templos pagãos ao culto cristão

Resultados da União da Igreja com o Estado
 Interferência do Imperador no governo da igreja
 Privilégios concedidos ao clero
 Instituição do domingo como dia de descanso
 Doações oficiais às igrejas

...IGREJA IMPERIAL
HERESIAS

Arianismo
Fundada no século IV por Ario, um presbítero de Alexandria, no Egito.
 A sua doutrina baseava-se essencialmente no princípio da negação de Cristo como di-vindade. Para eles Cristo era uma criatura elevada, por ser filho de Deus, mas CRIATURA.  


Apolinarianismo
Nascido por volta de 310, este bispo de Laodicéia ensinava que, na encarnação, o logos de Deus veio a ocupar o lugar da psique humana, restringindo assim a humanidade de Jesus ao corpo físico.
Pelagianismo
Promovida por Pelágio, clérigo britânico do século IV, sustenta basicamente que todo homem é totalmente responsável pela sua própria salvação e portanto, não necessita da graça divina. Pois todo homem nasce "moralmente neutro", sendo capaz, por si mesmo, sem qualquer influência divina, de salvar-se quando assim o desejar.
...IGREJA IMPERIAL
PRINCIPAIS LÍDERES DO PERÍODO
Atanásio (293 –373)
contribuiu decisivamente para a condenação da heresia ariana em 325 no Concílio de Nicéia.


Ambrósio de Milão (340 – 407)

Era honrado por todos não somente como intelectual, mas principalmente como amoroso pastor de almas. Em suas obras, procurou combater energicamente o arianismo.
João Crisóstomo ( 345 – 407)
Foi um teólogo e escritor cristão, arcebispo de Constantinopla. Pela sua inflamada retórica, ficou conhecido como Crisóstomo (que em grego significa boca de ouro).


Agostinho (354 – 430)
Bispo de Hipona, Agostinho (354-430) é considerado o maior teólogo da Igreja Primitiva. Grande intérprete e sistematizador das doutrinas cristãs




ALGUNS ACONTECIMENTOS
367: Concílio de Hipo: Ratificação dos 66 livros da Bíblia.

386: São Jerônimo prepara a tradução latina da Bíblia (Vulgata).


400: Maria passa a ser considerada "mãe de Deus" e os católicos começam a interceder pelos mortos.


431: instituição do culto a Maria no Concílio de Éfeso.

451: Surge a doutrina da virgindade perpétua de Maria.



IGREJA MEDIEVAL
SÉCULOS V Á XV (Gl 1.8-11)
A Vida da Igreja
O declínio moral e espiritual pelo qual passava a Igreja nesse período refletia-se em todos os seus aspectos, em todos os lugares. Embriagues e adultério eram os menores vícios de um clero apodrecido. Por toda Europa o número de sacerdotes envolvidos em escândalos era bem maior que os de vida honesta. Entre eles prevalecia a ignorância e o abandono de seus deveres para com suas igrejas. Eram acusados de roubo e venda de ofícios.
O Culto e a Religião Popular
Ministração dos sacramentos:
batismo
confirmação
eucaristia
penitência
extrema unção
ordem
matrimônio
Os sacerdotes ensinavam que o simples cumprimento desses sacramentos era fator determinante para a salvação. A missa era o elemento central do culto.
...IGREJA MEDIEVAL
O PAPADO
Tudo começou com Constantino presidindo o 1º Concílio das Igrejas (313). Depois foi construído a primeira basílica em Roma.
Em 402 Inocêncio I dizendo-se governante das Igrejas exigiu que todas as controvérsias fossem levadas a ele.
Em 440 Leão I aumentou sua autoridade, sendo visto por alguns historiadores como o primeiro papa.
Em 445 o Imperador Romano Valentiniano III reconheceu a pretensão do papa de exercer autoridade sobre as igrejas.
A palavra "papa" significa pai. Até o ano 500 todos os bispos ocidentais foram chamados assim. Aos poucos, restringiram esse tratamento aos bispos de Roma, que valorizados, entenderam que a Capital do império desfeito deveria ser sede da Igreja.


O GRANDE CISMA DO ORIENTE
Tanto a igreja católica ocidental, liderada por Roma, como a ala oriental, liderada por Constantinopla, já havia incorporado em suas práticas e liturgias vários pontos que seriam questionados de forma incisiva pela Reforma do século XVI. Pontos estes que deram lugar à separação entre o leste e o oeste, culminando, em 1054, no Grande Cisma.
...IGREJA MEDIEVAL
...Algumas razões principais para o Grande Cisma:
controvérsia iconoclástica, uma discordância contra a utilização de imagens.
falta de predisposição tanto do papa, em Roma, como do Patriarca, em Constantinopla, de se submeterem um ao outro.
diferenças culturais existentes entre o oriente e o ocidente. A igreja oriental foi ficando cada vez mais introspectiva, monástica e mística. A igreja ocidental, mais inovadora e eclética na absorção de práticas pagãs.

A igreja ortodoxa hoje:
É um ajuntamento de igrejas autogovernadas. São administrativamente independentes e possuem vários ramos, embora todas reconheçam a preeminência espiritual do Patriarca de Constantinopla.
...IGREJA MEDIEVAL
AS CRUZADAS
Objetivavam “converter”, por quaisquer meios, inclusive a espada, povos e nações ao cristianismo.
Eram Expedições de caráter "militar" organizadas pela Igreja, para combaterem os inimigos do cristianismo e libertarem a Terra Santa (Jerusalém) das mãos desses infiéis.
O termo Cruzadas passou a designá-lo em virtude de seus adeptos (os chamados soldados de Cristo) serem identificados pelo símbolo da cruz bordado em suas vestes.
A Igreja sempre defendia a participação dos fiéis na Guerra Santa, prometendo a eles recompensas divinas, como a salvação da alma e a vida eterna, através de sucessivas pregações realizadas em toda a Europa.

MOVIMENTOS DE PROTESTO
Os Valdenses (1170).

João Wycliffe ( 1328 - 1384).

João Huss (1373 - 1415).
...IGREJA MEDIEVAL
A EVOLUÇÃO DO CATOLICISMO ROMANO – Séc. V a XV
400 – Maria passa a ser considerada “mãe de Deus” e os católicos começam a interceder pelos mortos;

431 – Instituição do culto a Maria no concílio de Éfeso;

451 – Surge a doutrina da virgindade perpétua de
Maria;

503 – É criada a doutrina do purgatório;

554 – 25 de dezembro oficializado como o nascimento de Cristo;

600 – Gregório, o Grande, torna-se o primeiro Papa.

787 – Instituição do culto às imagens e às relíquias no II Concílio de Nicéia;

850 – Concílio de Paiva. Instituição do rosário e da coroa da virgem Maria e da doutrina da transubstanciação
880 – Início da canonização dos santos;

1073 – Instituída a doutrina do celibato pelo Papa Hildebrando 1094 – No Concílio de Clermont a Igreja Católica cria as indulgências ( venda de salvação );

1100 – Institui-se o pagamento pelas missas e pelo culto aos santos;

1184 – A “Santa Inquisição” é estabelecida no Concílio de Verona;

1229 – A Igreja Católica proíbe aos leigos a leitura da Bíblia;

1317 – João XII ordena a reza “ Ave Maria ”;
1500 – Celebrada a primeira missa no Brasil;

A REFORMA PROTESTANTE
1453 a 1648

O ano que assinala o começo da Reforma é 1517. Na manhã de 31 de outubro daquele ano Martinho Lutero afixou nas portas Catedral de Wittenberg, Alemanha, um pergaminho que continha 95 teses quase todas relacionadas com a venda de indulgências que denunciava como falsa essa prática e ensino.


Introdução
Sintese
O movimento da reforma trouxe à igreja a liberdade de acesso a Palavra de Deus e um novo tempo para os fiéis que agora descobriam o caminho de relacionamento direto com o Senhor.
Nesse período se destacaram ações de restabelecimento dos princípios espirituais da fé bíblica, não formalista e comunhão individual do crente com Cristo.
OS PRINCIPAIS LIDERES
desse período foram:
Martinho Lutero, na Alemanha, ( 1483-1546 )
João Calvino, na Suíça ( 1509-1564 )
João Knox, na Escócia ( 1505-1572 ).


...A REFORMA PROTESTANTE
Princípios da Religião Reformada

Bíblia, o lema era: Somente a Escritura;
Pessoal, o relacionamento com Deus é acessível a todos;
Espiritual, é possível o homem relacionar-se diretamente com o Deus.

Principais Resultados da Reforma

Tradução da Bíblia na língua do povo;
Todos têm acesso a Palavra;
Restauração de princípios bíblicos;
O sacerdócio universal de todos os crentes.

...A REFORMA PROTESTANTE
Os Cinco Pontos do Calvinismo
(1509-1564)
Depravação total;

Eleição incondicional;

Expiação limitada;

Graça Irresistível;

Perseverança dos Santos;

Os Cinco Pontos do Arminianismo
(1560-1609)
Capacidade humana (Livre-arbítrio);

Eleição condicional;

Expiação ilimitada;

Graça resistível;

Decair da Graça;

Os Cinco Solas
Sola scriptura (somente a Escritura);

Solus Christus (somente Cristo);

Sola gratia (somente a graça);

Sola fide (somente a fé);

Soli Deo gloria (glória somente a Deus).

Prova
1 - Quem formou a Igreja?

2 - Cite 3 periodos da Igreja.

3 - Quem foi o primeiro martir registrado na biblia durante o periodo da Igreja apostólica?

4 - Qual foi o primeiro e pricipal fato ocorrido durante o periodo da Igreja apostólica?

5 - Cite 2 seitas e heresias que apareceram durante as perseguições ao cristianismo (100 a 313d.C).

6 - O começo da Igreja imperial é marcada por qual acontecimento?

7 - O "Grande Cisma" dividiu duas Igrejas. Quais são?

8 - Durante o periodo da Igreja medieval houveram muitos protestos quanto as praticas e heresias que estavam implantando na Igreja. Cite o nome de 1 apologista desta época.

9 - Cite dois Principais lideres da reforma protestante.

10 - Complete:
O Calvinismo defende a idéia de que as pessoas são pré destinadas a salvação ou morte eterna, e os ........ a idéia de que o homem escolhe entre a salvação ou morte eterna.
RESPOSTAS
1 - Jesus

2 - Igreja apostolica, Igreja imperial,
Igreja medieval...

3 - Estevão

4 - Pentecostes

5 - Gnosticismo, Agnosticismo...

6 - O édito de Constantino

7 - Igreja católica apostolica Romana
e Igreja Ortodoxa

8 - João Wycliffe...

9 - Martinho Lutero, João Calvino...

10 - Arminianos
NOTAS
Gledson - 7,5
Manuela - 4
Juliana - 5,5
Taynara - 4,5
Aline - 5
Eliaci - 5
Loíde - 6
Muri - 0
Samuel -
Manoela - 8
Sara - 3
Full transcript