Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Freud

No description
by

Lorena Aristides

on 21 August 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Freud

Componentes:
* Teoria do processo de pensamento
Bruna Oliveira
Eduarda Martins
Layane Diniz
Lorena Aristides
Sâmela Aguiar
Thainá Matias
Pensamento e linguagem
Sigmund Freud
Biografia
Em 1903 Freud funda a Sociedade Psicanalítica de Viena. O primeiro sinal de aceitação da Psicanálise no meio acadêmico surge em 1909, quando é convidado a dar conferências nos EUA.
Nos primeiros anos do século XX, são publicadas suas obras A Interpretação dos Sonhos e A psicopatologia da vida cotidiana.

Em 1939 Freud morre de câncer no palato aos 83 anos de idade
Obras mais conhecidas
Divisão do inconsciente
Inconsciente
Consciente
Freud procurou uma explicação à forma de operar do inconsciente, propondo uma estrutura particular o comparando com um "iceberg", em que o consciente corresponde a parte clara, e o inconsciente a parte submersa do "iceberg"
Quando se preocupou com a forma que se dava o processo de repressão, adotou os seguintes conceitos:
Id: representa os processos primitivos do pensamento. É responsável pelas demandas mais primitivas e perversas

Ego: permanece entre ambos, alternando nossas necessidades primitivas e nossas crenças étnicas e morais. É a instância na que se inclui a consciência

Superego: a parte que contra-age ao id, representa os pensamentos morais e éticos internalizados
* Teoria da representação
rede de neurônios associados
O fenômeno sobre a teoria representacional está relacionado ao sistema nervoso humano. As representações, segundo Freud, são analógicas e imagéticas. As representações são originadas da percepção sensorial do indivíduo. São unidades mentais tanto de objetos, como de situações, sensações, relações
Nascido Sigmund Schlomo Freud, em 1856. Aos quatro anos de idade sua família transferiu-se para Viena por problemas financeiros e problemas de saúde. Morou em Viena até 1938 quando, após o Anschluss (em razão de sua etnia judaica), refugia-se na Inglaterra, onde já se encontrava parte de sua família.

Freud ingressou na Universidade de Viena aos 17 anos. Ele planejava estudar direito mas, ao invés disso, entrou para a faculdade de medicina. Graduou-se em medicina em 1881.
Em 1882 conheceu Martha Bernays, e em 1886, se casam. Freud e Martha diveram seis filhos, a caçula Ana tornou-se uma famosa psicanalista

Freud trabalhou com o neurologista francês Jean Martin Charcot, que lhe mostrou o uso da hipnose. Despertando seu interesse pelo estudo dos distúrbios mentais. Tornou-se especialista em doenças nervosas. Fundamenta então suas teorias psicanalíticas da mente
Segundo Freud, o processo de pensamento é a ativação ou inibição dos complexos de sensações associadas que tornam possível o fenômeno reprentacional psíquico. Nesse processamento, podemos distinguir dois níveis:

Processo Primário: o processo primário do pensamento é aquele que dirige ações imediatas ou reflexas, sendo associado, assim, ao prazer, ao emocional do indivíduo e ao fenômeno de arco reflexo

Processo Secundário: o processo sencudário, está associado ao pré-consciente. Nele, o escoamento de energia mental fica retido, só acontecendo após uma série de associações, as quais se refletem no aparelho psíquico
A consciência do ser humano é descrita por Freud em três níveis:

Consciente: é somente uma pequena parte da mente, incluindo tudo do que estamos cientes num dado momento

Pré-Consciente: é uma parte do Inconsciente, uma parte que pode tornar-se consciente com facilidade

Inconsciente: no inconsciente estão elementos instintivos não acessíveis à consciência. Além disso, há também material que foi excluído da consciência, censurado e reprimido
Complexo de Édipo
No centro do “Id”, determinando toda a vida psíquica, constatou o que chamou Complexo de Édipo, isto é, o desejo incestuoso pela mãe, e uma rivalidade com o pai. Segundo ele, é esse o desejo fundamental que organiza a totalidade da vida psíquica e determina o sentido de nossas vidas.

Freud atribui o complexo de Édipo às crianças de idade entre 3 e 6 anos. Ele disse que o estágio geralmente terminava quando a criança se identificava com o parente do mesmo sexo e reprimia seus instintos sexuais
Full transcript