Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Ensaio

O ensaísmo como forma de expressão
by

Giselle Silveira

on 20 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ensaio

Ensaio
Considerando que a palavra "ensaio", nesta aula usada para referir-se a um tipo de texto, deriva do latim "exagiu(m)",o que vem a ser esse gênero?

essay - exagium: ação de pesar, exame valorativo, balança de moedas.
"O ensaio é, por isso, sinônimo de pensamento livre, livre de todo o autoritarismo, venha de onde vier; a "verdade", concebe-a como fruto de uma procura que não cessa jamais, por vias da Razão, não dum encontro efetuado algures por alguém e que agora cumpre reproduzir mecanicamente, como lei absoluta. "
Massaud Moisés, "Ensaio", em Criação Literária, Ed. Cultrix
Busca por novas perspectivas
Experimentalismo
Pesquisa
Dúvida
como sinônimos de liberdade e autonomia
"Julgar por si, não ser um eco."
Problematização
Relativização
Análises não epidérmicas
Recusa à tranquilidade

turista VS. viajante
A obra de Montaigne inaugura o nome 'ensaio', em 1580.
O que acontecia nessa época?
Renascimento
Mundo mudado
Novo mundo
Grandes Navegações
Antropocentrismo
Razão
Experimentalismo crítico
Rejeição à autoridade
externa
"Os portugueses e os espanhóis duplicaram para os habitantes da Europa a obra da criação." (Humboldt)

"Novos mundos ao mundo irão mostrando" (Camões)

"Vistes aquela insana fantasia
De tentarem o mar, com vela e remo;
Vistes, e ainda vemos cada dia
Soberbas e insolências tais, que temo
Que do mar e do céu, em poucos anos,
Venham deuses a ser, e nós humanos! "

Os Lusíadas, Canto VI
- O ensaio como atitude crítica
- Fundamento pessoal
- Experiência/ contextualização e relativização
- Não esgotamento da questão - permite a continuidade da discussão
- Persuadir, encantar, seduzir a fim de inquietar o leitor
- Assemelha-se mais ao diálogo, não a um "monólogo matematicamente arquitetado"
- Evita frases polêmicas e enfáticas, sua veste é a da ponderação e serenidade - amadurecimento
Estrutura e linguagem

- Começo, meio e fim: proposição genérica, contextualização e reflexões, retomada e conclusão

- levemente coloquial

- 1ª e 3ª pessoa

- digressões


Para saber mais:

"Sobre a ociosidade",
"Os canibais", de Montaigne
"Saponáceos e detergentes",
"Cozinha ornamental", de Roland Barthes
"A nova geração", de Machado de Assis
"The danger of a single story", Chimamanda Adichie (TED)
"Epístola a Porfírio", Augusto Meyer

Reflexão
Argumentação
Full transcript