Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Necessidade das bases de dados.

No description
by

rafaela vinagre

on 26 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Necessidade das bases de dados.

Base de dados:
Necessidade das bases de dados.
Serve para gerir vastos conjuntos de informação de modo a facilitar a organização, manutenção e pesquisa de dados.

Sistemas de gestão de bases de dados.
Os sistemas de gestão de base de dados são programas que permitem criar e manipular bases de dados, em que dados estão estruturados com independência relativamente aos programas de aplicação que os manipulam.

Exemplos: Microsoft Access.

Modelos utilizados na gestão de bases de dados.
Os modelos que são utilizados para a criação de bases de dados podem ser classificados em dois agrupamentos principais:
- Modelos baseados em objectos;
- Modelos baseados em registos ;

Bases de dados relacionais: conceitos de termos.
Modelo Entidade-Relacionamento (Modelo E-R): procura criar uma simulação ou representação da realidade através dos conceitos de entidade e de relacionamento.
Modelo ER para representar uma base de dados.
O diagrama E-R representa, tal como o seu nome indica, as entidades envolvidas no sistema em estudo e as relações que existem entre essas entidades.

O símbolo usado para representar uma entidade é um rectângulo.
O símbolo usado para representar uma entidade relacionamento é um losango.
O símbolo usado para representar um atributo é uma elipse.

Este sistema está estruturado em 3 nivéis:


Os ficheiros são guardados em suportes de armazenamento informático e, a partir daí são manipulados pelo SGBD em execução no computador;

Nível físico:
Nível Conceptual:
Organização da informação em tabelas e relacionamentos;

Nível de visualização:
Corresponde à forma como os dados são apresentados aos utilizadores finais,
através de interfaces gráficos proporcionados pelo SGBD.

Conceitos principais da aproximação E-R.

Entidade: é um conjunto de objectos do mesmo tipo (pessoas, lugares, objectos, acontecimentos ou conceitos) acerca dos quais se pretende recolher e guardar informação.

Ao recolher e guardar informação acerca de uma qualquer entidade, podemos ter essa informação organizada por categorias ou itens, a que se designa por atributos.

Atributo: são os diferentes elementos ou itens de informação que caracterizam uma entidade, na prática, os atributos de uma entidade vão dar origem aos campos de uma tabela de uma base de dados.

Exemplos de algumas entidades e possíveis atributos:
Livros (Código, Título, Autor, Preço, …)
Clientes (Número, Nome, Morada, Telefone, …)
Alunos (Número, Nome, Ano, Turma, …)

Entre as diferentes entidades é possível estabelecer diferentes tipos de relação, que define uma associação ou ligação entre duas entidades.

Tipos de grau de associação (Tipos de relação):
Um para um (1:1)
Um para muitos (1:N)
Muitos para um (N:1)
Muitos para muitos (N:N)

Um para um (1:1): Este tipo de relação implica que o registo da tabela de origem só tenha uma entrada no registo da tabela de destino.

A uma ocorrência da entidade E1 corresponde a uma e uma só ocorrência da entidade E2 (zero ou uma).
Exemplo:


Um doente tem uma e uma só cama e cada cama tem um e um só doente.

Modelo E-R – Tipos de grau de associação (Cont.)

Muitos para um (N:1): A entidade E1 só pode corresponder uma ocorrências da entidade E2 (zero, ou uma), mas a esta entidade E2 corresponde uma ou mais ocorrências da entidade E1 (zero, uma ou mais).
Uma enfermaria pode ter um ou mais doentes. Um doente pertence a uma e uma só enfermaria.
Full transcript