Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Mentes ocultas. uma história do inconsciente

No description
by

on 2 March 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Mentes ocultas. uma história do inconsciente

O autor e a obra
Santo Agostinho
Foi o primeiro a reconhecer que partes da mente estão indisponíveis para a introspeção

A consciência tem capacidade limitada
Sigmund Freud
Nas
"Lições Introdutórias à Psicanálise"
, afirmou ter desferido o terceiro golpe à Humanidade.


Afirmou que os processos que determinam o que somos e o que fazemos ocorrem abaixo do limiar da consciência.
Séc. XVIII
Descobriu-se que o inconsciente pode ser programado para influenciar o comportamento


Séc. XIX
Ópio como libertador do conteúdo do inconsciente


O método científico da comunicação com o inconsciente é a
estimulação subliminar
Contextualização temporal
Mentes ocultas. Uma História do Inconsciente
Nascido a 1 de setembro de 1958

Escritor e psicólogo clínico

Estudou no Instituto de Psiquiatria e no King’s College, em Londres
Inconsciente - O que é?
Inconsciente com propriedades de uma máquina
Partes da mente que são inacessivéis à consciência
Inconsciente com propriedades associadas à consciência
Frank Tallis
Copérnico
Arrancou a Terra do Universo
Darwin
Descendência do Homem de primatas
Freud
Sugeriu que o
livre-arbítrio
, a
racionalidade
e a
consciência de si
são ilusões
1º golpe
2º golpe
3º golpe
Leibniz & Locke
John Locke escreveu o
"Ensaio sobre a Compreensão Humana"
em 1960

Como forma de crítica a Locke, Leibniz escreveu
"New Essays on Human Understanding"

Leibniz postulou um
Continuum de Consciência
"A mente é semi-opaca"
"A mente é transparente"
Continuum de Consciência
Aperceções
Perceções
Perceções Mínimas
O século do Romantismo
Os modelos mecaniscistas da mente rejeitados

O conceito de inconsciente adotado

Existência do inconsciente
aceite

No séc. XIX, o inconsciente tinha evoluído para algo afastado das "Perceções Mínimas" de Leibniz
Séc.XVIII
Iluminismo
Séc.XX
Romantismo
Psicologia
Séc.XIX
Mesmer
23 de maio de 1734 - 5 de março 1815

Aristrocata

Medicina

Magnitismo animal

Efeito Placebo
Puységur
Aristrocata

Crise perfeita
->
Sono magnético
->
Sonambolismo artificial

Divisão do Mesmerismo:
- tradicionalistas
- revisionistas

Sugestão pós-hipnótica
Freud

Janet & Charcot
Médico e psicólogo francês

Trabalho sobre neurose e histeria

Trabalhou com Jean Charcot

Teoria para compreender o desenvolvimento humano
Professor e clínico francês

Estudo clínico da histeria

Mestre na hipnose, através da sugestão

Contribuiu para avanços notáveis na área da Psicologia
Epistemologia e Modelos Teóricos em Psicologia
Docente: Teresa Almeida Rocha

Breuer
Caso Anna O

Acesso às memórias do inconsciente
Capítulo 4 - O ícone
Capítulo 3 - O professor de Filosofia
Capítulo 2 - Mistério e Imaginação
O inconsciente

Líbido
Mente segundo Freud
Id

Ego
Superego
Pré-consciente
Inconsciente
Consciente
Livre associação

Lapso freudiano

Transferência

Conteúdo manifesto

Conteúdo latente
Inconsciente segundo Freud
Sonho
Raquel Brito - 23417

Inês Rouquinho - 23485
1T5
Desenvolvimento da mente
02 Março 2015
Capítulo 1 - Profundidades Abaixo das Profundidades
Três agentes mentais
A vida mental ocorre a 3 níveis distintos:
Wordsworth & Coleridge
Publicaram "Lyric Ballads" em 1798

Poemas de ambos classificados como produtos de auto-questionamento e auto-análise

Reflexões de Coleridge sobre a mente e faculdades imaginativas mais penetrantes do que as de Wordsworth
De Quincey
Na obra
"Suspiria"
, considera a relação entre o cérebro, os sonhos e o "sombrio"

Sugere um modelo da mente dividido em
duas partes
distintas: -
consciente
-
inconsciente
Full transcript