Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

MASP

Disciplina de Gestão de Produção e Operações - Hélio D.
by

Raquel Hauschild

on 9 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of MASP

O que é MASP?
5. Agir
Get to work!
MASP
Método de Análise e Solução de Problemas
Ferramenta que possui 8 passos estruturados para analisar, planejar, executar, verificar, padronizar e documentar a solução de um problema relacionado com produção ou serviço, nos fornecendo através de diversos tipos de análises alternativas de ação para resolução do caso.

*** IMPORTANTE:
Apenas utilizado para casos de problemas considerados
CRÔNICOS
dentro da empresa!
'
GESTÃO DE PRODUÇÃO E OPERAÇÕES

Giórdan Marmitt
Raquel Hauschild
Tatiana Z. Hemsing

Professor: Hélio Diedrich

Setembro/2014
1. Identificar o problema
O QUE É UM PROBLEMA
?
“Um problema é o resultado indesejável de um processo.” (Kume)
“É a diferença entre o desempenho obtido e as metas, ou a maneira como as coisas deveriam ser.” (JUSE)

Nessa etapa deve-se definir claramente o problema para atacá-lo nas etapas posteriores. Analisar o seu histórico cuidando para não indicar a causa do mesmo.

Ferramentas utilizadas:
Brainstorming, Análise de Dados Históricos, Diagrama de relações.
2. Observar o problema
Momento de se realizar uma observação profunda sobre o problema em questão para que a etapa posterior de análise possa ser efetuada com o máximo de informações possíveis.

* IMPORTANTE:
-
Verificar diferentes pontos de vista para especular sobre a causa do problema;
- Observar o problema
in loco
;
- Estimar um cronograma para referência (deve ser
atualizado a cada processo);
- Definir orçamento e uma meta a ser atingida.

Ferramentas utilizadas:
Benchmarking, estratificação do problema, lista de verificação, Diagrama de Causa e Efeito, Pareto, Histogramas.
Objetiva melhorar as funções e processos de empresas, através de comparações, sendo um importante aliado para vencer a concorrência, analisa as estratégias e possibilita criar e ter ideias novas em cima do que já é realizado.
Analisa-se a situação e constrói-se um gráfico de Pareto, ordenando-se os itens em ordem decrescente de ocorrência (frequência) e traçando-se uma linha que mostra o percentual acumulado dessas “causas”.

Assim, consegue-se observar que, em geral, um pequeno número de causas (idealmente 20%) é responsável pela maioria dos efeitos (80%, em teoria).
Organizar as idéias, normalmente surgidas em uma sessão de Brainstorming.

Facilita a análise e seleção das melhores sugestões, assim como registra todos os fatores influentes no assunto, ferramenta direcionada para controle de qualidade.

Também conhecido como 6M possui em sua estrutura, todos os tipos de problemas podem ser classificados: Método, Matéria-prima, Mão-de-obra, Máquinas, Medição, Meio ambiente.
É uma ferramenta de análise e representação de dados quantitativos, agrupados em classes de freqüência que permite distinguir a forma, o ponto central e a variação da distribuição, além de outros dados como amplitude e simetria na distribuição dos dados.
3. Analisar o problema
Objetiva descobrir as suas possíveis causas fundamentais (estabelecendo hipóteses - brainstorming).

Após é necessário verificar e testar se as possíveis causas possuem alguma real ligação e qual é esta relação, e o quão forte é.

Atacando as causas, será possível solucionar o problema de forma eficaz.

Ferramentas utilizadas:
Questionários, Benchmarking, Diagrama de Causa e Efeito.
4. Planejar
* Elaborar um
PLANO DE AÇÃO!
Com o objetivo de combater os efeitos indesejados, com ações corretivas para eliminar as causas reais do problema.

Certificar-se que as ações tomadas não gerem outros problemas, por este motivo é fundamental testar, conforme o item anterior.

Ferramentas utilizadas:
plano de ação 5W 1 ou 2H. Outra ferramenta que auxilia é o Cronograma da ação.
É composto por uma série de tarefas a serem efetuadas a partir de um planejamento. Estas devem ser listadas de acordo com a prioridade e ordem cronológica.

Com a sua elaboração é possível determinar uma estratégia para o alcance de uma situação ou performace desejada tanto para empresas como em nossas vidas.

Neste caso o plano pretende atacar as causas fundamentais dos problemas, defina responsabilidades, prazos, custos, métodos de execução e indicadores para monitorar a eficácia da ação.


Plano de Ação!
Como estruturar um Plano de Ação
O registro destas informações podem ser realizados em planilhas ou diagramas de árvore.

Indicadores de resultado: meio para gerenciar o plano de ação e verificar se resultado está sendo atingido. São eles que quantificam e qualificam o resultado. São fontes importantes para a avaliações.
Neste momento é só colocar tudo em prática, então mãos a obra! Mas precisamos ter alguns cuidados antes de começar e durante!

Treinar pessoal: divulgar o plano aos envolvidos, apresentar claramente as tarefas e a razão delas, certifircar-se de que todos entenderam e concordam com as medidas tomadas.

Comparar os dados do problema (resultados indesejáveis relativos ao tema) antes e depois das ações (utilizando sempre que possível, tabelas, gráficos, diagramas).

Registrar todas as ações.
6. Verificar
Deve ser verificado se o que foi determinado foi executado.

Comparar resultados obtidos com os previstos (utilizando dados coletados antes, durante e depois), para verificar o grau de redução dos resultados indesejáveis e efetividade.

Listar defeitos secundários (colaterais) não previstos. Se continuar, significa que a solução apresentada foi falha (voltar ao item 2).

Ferramentas utilizadas:
Análise de dados e gráficos, pesquisa de satisfação, indicadores, inspeção.
7. Padronizar
Definir mudanças que devem ser incorporadas ao procedimento padrão operacional da empresa ou rever o antigo através do plano de ação.

Estabelecer a data de início desta nova atividade, e comunicar aos envolvidos, deixando bem clara a situação.

Realizar acompanhamento periódico da utilização do novo padrão.

Ferramentas utilizadas:
Formulários, procedimentos, vídeos, tutoriais, fluxogramas, palestras e treinamentos.
8. Concluir
Este é um momento para gestão do conhecimento, documentar e refletir sobre os problemas e utilizar como insumos para o planejamento de futuros projetos e processos. É através da conclusão e raciocínio que nós e as organizações conseguimos melhorar continuamente.

Algumas Ferramentas do MASP
-
AZEVEDO
, A., 2013.
Ferramenta 5W2H para Plano de Ação.
Disponível em: <http://www.antonioazevedo.com.br/archives/1192>. Acesso em 23/08/2014.

-
FREITAS
, F., 2009.
Estudo sobre a aplicação da metodologia MASP em uma empresa transformadora de termoplásticos.
Disponível em: <http://fateczl.edu.br/TCC/2009-2/tcc-108.pdf>. Acesso em 15/08/14.

-
GAUSS
, S/D. MASP -
Metodologia de Análise e Solução de Problemas.
Disponível em: <http://www.sgc.goias.gov.br/upload/arquivos/2012-11/oficina-analise-e-solucao-de-problemas.pdf>. Acesso em 15/08/14.

-
MIGUELANDO
, S/D.
Sistema para cronograma de Plano de Ação.
Disponível em: <http://www.miguelando.com/5w2h/sistema/index.php>. Acesso em 22/08/14.

-
ORIBE
, C., 2012.
A História do MASP.
Disponível em: <http://www.qualypro.com.br/artigos/a-historia-do-masp>. Acesso em 30/08/2014.

-
SILVEIRA
, C., 2012.
Diagrama de causa e efeito - Ishikawa ou Espinha de Peixe.
Disponível em: <http://www.citisystems.com.br/diagrama-de-causa-e-efeito-ishikawa-espinha-peixe/>. Acesso em 30/08/14

Referências!
* Benchmarking
* Gráfico de Pareto
* Diagrama de Causa e Efeito / Diagrama de Ishikawa / Espinha de Peixe
* Histograma
Sistemas que auxiliam...
Site Miguelando
H - Quanto custa (How Much)
Full transcript