Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

apresentação tese mea esevc severino fernandes

No description
by

sev fer

on 8 July 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of apresentação tese mea esevc severino fernandes

a) É possível abordar o conceito de identidade na disciplina Educação Visual e Tecnológica? Como?
Foi possível abordar o conceito de identidade na disciplina Educação Visual e Tecnológica recorrendo a actividades que vão em busca de respostas para a pergunta – Quem sou eu?. Ao optar pelo uso da fotografia como prática artística multicultural não só foi possível abordar, como também experimentar e descobrir a identidade;

b) Reflectir sobre o conceito de identidade contribui para uma melhor compreensão de si e do outro?
A reflexão sobre o conceito de identidade, em grupo/turma, contribuiu para uma melhor compreensão de si e do outro. A identidade pôde ser entendida como um conjunto de características próprias e exclusivas de cada aluno que, ao serem experimentadas e apresentadas diante de todos, não só potenciaram o conhecimento de si, como também o conhecimento acerca dos demais;

c) A consciência de si e das diferentes identidades presentes em um grupo sociocultural pode contribuir para que os alunos valorizem os princípios de uma escola inclusiva?
Sim, os alunos, ao tomarem consciência de si – da sua identidade –, mas também das identidades dos demais – identidades do grupo sociocultural – apercebem-se que, apesar da individualidade e singularidade de cada um, existem também características comuns com os demais. Assim, a partir deste diálogo e contacto constante entre o “eu” e o “outro”, processou-se a aceitação do que é diferente e, nesse sentido, também foram valorizados os princípios de uma escola inclusiva;

d) Discutir a identidade dos alunos colabora para que os professores venham a conhecer melhor cada aluno em particular?
Ao discutir a identidade com os alunos, os professores, para além de irem ao encontro dos dados considerados objectivos – nome, idade, filiação, etc – conseguem também obter um conjunto de informações acerca das características próprias de cada aluno que constituem a sua subjectividade e que os alunos consideram mais importantes na definição da sua identidade. É a explicitação desses dados subjectivos que possibilita ao professor conhecer melhor os seus alunos;

e) A fotografia pode ser usada como recurso para a compreensão do conceito de identidade? Como?
A fotografia foi usada como recurso para a compreensão do conceito de identidade, e para tal, o recurso a uma actividade como a que foi apresentada aos alunos no decurso da pesquisa – Identidade ou a sua ausência X e Y – parece-me viável quando o objectivo é a compreensão desse conceito. APRESENTAÇÃO
27 MAIO 2011
11h 30m QUESTÕES DA INVESTIGAÇÃO É possível abordar o conceito de identidade na disciplina de Educação Visual e Tecnológica? Como? Reflectir sobre o conceito de identidade contribui para uma melhor compreensão de si e do outro? Palavras-chave:

Identidade
Educação artística
Fotografia
Escola inclusiva A consciência de si e das diferentes identidades presentes em um grupo sociocultural pode contribuir para que os alunos valorizem os princípios de uma escola inclusiva ? Discutir a identidade dos alunos colabora para que os professores venham a conhecer melhor cada aluno em particular? A fotografia pode ser usada como recurso para a compreensão do conceito de identidade? Como? A identidade característica do sujeito pós-moderno não é fixa ou permanente, antes pelo contrário, é “uma celebração móvel: formada e transformada continuamente em relação às formas pelas quais somos representados ou interpelados nos sistemas culturais que nos rodeiam” (Hall, 2005, p. 13). Os professores vivem em constante exaustão e com sobrecarga de trabalho. A falta de esperança em poder actuar em melhores condições de trabalho reduzem suas poucas oportunidades de reflexão acerca de questões fundamentais para a educação escolar. (Fullan, 2000; Fullan & Hargreaves, 1999). METODOLOGIA DA INVESTIGAÇÃO Investigação-acção Optei por este tipo de metodologia, por se tratar de um tipo de investigação prática, em que o investigador se envolve activamente num trabalho colaborativo (Bogdan & Biklen, 1994), e com intenção de estudar e melhorar os conhecimentos num dado contexto (Stenhouse, 1984). Também porque a investigação-acção é considerada um método vantajoso quando aplicada no campo educacional, podendo contribuir para a melhoraria da qualidade da educação (Kemmis & Mc Taggart, 1992; Elliot, 1994; Ainscow, 1999; Coutinho, 2008). 1 2 3 Num mundo cada vez mais globalizado e multicultural (Hall, 2005), os sistemas de ensino querem-se também mais inclusivos, mais abertos a todos, e onde todos os alunos sejam igualmente valorizados (UNESCO, 1994; Booth & Ainscow, 2002; Sanches & Teodoro, 2007). Elliot (1994) Qualitativa Para Bell (1993), “Os investigadores que adoptam uma perspectiva qualitativa estão mais interessados em compreender as percepções individuais do mundo. Procuram compreensão, em vez de análise estatística” (p.20). Sujeitos 17 alunos do 5º ano de escolaridade da Escola do Ensino Básico 2º e 3º Ciclo de Briteiros idade: entre os nove e os doze anos género: 10 rapazes e 7 raparigas ciclo ciclo ciclo Revisão da literatura
Constituição da equipa de trabalho
Formulação das questões da investigação
Escolha da metodologia de investigação
Definição dos instrumentos de recolha de dados Recolha de autorizações
Reformulação das questões da investigação
Planificação da intervenção curricular Intervenção curricular 8 aulas 6 de Dezembro 2010 e 3 de Janeiro de 2011 Quem sou eu?
Quem somos nós? Recolha de dados Setembro e 12 de Novembro 2010 4 reuniões 15 de Novembro 3 de Dezembro 3 reuniões Tradições da minha família ou da minha terra. Os dados foram recolhidos por meio de observação participante, questionários e vídeo gravações, em notas de campo, registos audiovisuais, planos de aula e produções dos alunos (fotografias e comentários escritos). Para esse autor a investigação-acção requer um trabalho colaborativo de pessoas interessadas em contribuírem para a resolução imediata de preocupações práticas nas quais todos estão envolvidos, agindo de acordo com uma estrutura acordada. A investigação foi desenvolvida com a finalidade de avaliar a eficácia de novas estratégias de ensino/aprendizagem em Educação Visual e Tecnológica, capazes de fomentar a compreensão do conceito de identidade. Descobrir a identidade através da fotografia ANEXO H

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros
Ano Lectivo 2010/2011

Questionário inicial aos alunos

1. APRESENTAÇÃO DOS PARTICIPANTES

1.1.Nome
____________________________________________________________________________

1.2. Idade ___
1.3. Tipo de currículo: Normal NEE

2. PERGUNTAS
2.1.Costumas fotografar?

Sim Não

Se respondeste sim, em que situações/locais o fazes, e que aparelho(os) utilizas?
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2.2.O que fazes com essas fotografias?

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


2.3.Em casa, os teus pais usam fotografias, para te falarem das tradições da tua família ou da tua terra?

Sim Não

2.4 Se respondeste não, gostavas que isso acontecesse?


Sim Não

Briteiros, 6 de Dezembro de 2010
OBRIGADO PELA COLABORAÇÃO

O Professor
Severino Domingos Mendes Fernandes ANEXO H

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros
Ano Lectivo 2010/2011

Questionário inicial aos alunos

1. APRESENTAÇÃO DOS PARTICIPANTES

1.1.Nome
____________________________________________________________________________

1.2. Idade ___
1.3. Tipo de currículo: Normal NEE

2. PERGUNTAS
2.1.Costumas fotografar?

Sim Não

Se respondeste sim, em que situações/locais o fazes, e que aparelho(os) utilizas?
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2.2.O que fazes com essas fotografias?

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


2.3.Em casa, os teus pais usam fotografias, para te falarem das tradições da tua família ou da tua terra?

Sim Não

2.4 Se respondeste não, gostavas que isso acontecesse?


Sim Não

Briteiros, 6 de Dezembro de 2010
OBRIGADO PELA COLABORAÇÃO

O Professor
Severino Domingos Mendes Fernandes ANEXO L

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros
Ano Lectivo 2010/2011



Quem somos nós? – Tradições da minha família ou da minha terra.

Guião para leitura da fotografia


Durante a tua investigação, tenta responder às questões seguintes sobre cada fotografia. É apenas um guião, que pode ser alterado (retirando ou acrescentando questões), caso consideres pertinente.
O objectivo é conseguir de cada fotografia o máximo de informação possível.



Data?
Local?
Qual a ocasião retratada?
Quem é o fotógrafo?
Quem são as pessoas fotografadas?
Qual o parentesco entre os fotografados?
O que está fotografado?
Quais os objectos?
Qual o cenário retratado?
O que faziam as pessoas naquele local e naquele momento?
Porque foi realizada a fotografia?
Quem te forneceu as informações?
Porque consideras essa fotografia importante?

__________________________________?
___________________________________________?
________________________________________?
________________________________________?

Bom trabalho
Até ao dia 3 de Janeiro…



O professor
Severino Domingos Mendes Fernandes ANÁLISE INTERPRETATIVA Sobre o comportamento e interesse dos alunos e encarregados de educação Sobre a opção pela fotografia Sobre a opção pela educação artística multicultural Sobre a descoberta da identidade Sobre a educação inclusiva Para Bogdan e Biklen (1994) a análise objectiva encontrar respostas às questões da investigação e para os investigadores qualitativos, interessa mais o processo do que propriamente os resultados. Respostas às questões da investigação O projecto possibilitou aos alunos entender o conceito de identidade, ampliar o conhecimento que têm de si e proporcionar o conhecimento de si aos outros, além de passarem a considerar como positiva a diferença; favoreceu as interacções casa/escola e, aos professores participantes da pesquisa, possibilitou conhecerem melhor cada aluno em particular. [...] O professor disse para fotografar ou procurar fotografias nas férias. Fui à casa dos meus avós e lá é que tinha fotografias muito antigas.
- Trouxeste-as?
- Não. […] a minha avó não deixou, mas fotografei-as e tenho-as no meu telemóvel.
- Que vais fazer com elas?
- Vou guardá-las, porque mais tarde posso usá-las para falar dos meus avós. E isso até pode ser muito bom, para quando eu for grande.
(Vídeo gravação, 3 de Janeiro de 2011). Sobre o comportamento e interesse dos alunos e encarregados de educação Sobre a opção pela fotografia Com o projecto aprendi que com as fotografias podemos reflectir sobre quem somos e aprender os costumes da nossa terra e da nossa família. (A12, questionário final, 3 de Janeiro de 2011). Sobre a opção pela educação artística multicultural Aprendi muitas coisas, entre elas […] a necessidade de respeitar outras culturas. (A1,questionário final, 3 de Janeiro de 2011).

Aprendi que devemos respeitar as outras pessoas […]. (A3, questionário final, 3 de Janeiro de 2011).

[…] devemos respeitar sempre aqueles que são diferentes de nós, porque também temos muito em comum [...]. (A7, questionário final, 3 de Janeiro de 2011). Sobre a descoberta da identidade Durante este projecto aprendi que a nossa identidade é um aspecto da nossa vida que se vai alterando conforme o tempo, e por isso devemos reflectir sobre nós. (A10, questionário final, 3 de Janeiro de 2011). Foi difícil dizer quem sou […]. (A1, narrativa textual, 15 de Dezembro de 2010). Às vezes parecia que dentro de mim existiam dois “eus.” (A3, vídeo gravação, 15 de Dezembro de 2010). Sobre a educação inclusiva Aprendi com este projecto que todos temos uma identidade, que devemos aproveitar o que os mais velhos nos podem ensinar e que devemos respeitar sempre aqueles que são diferentes de nós, porque também temos muito em comum.
(A7, questionário final, 3 de Janeiro de 2011). a) É possível abordar o conceito de identidade na disciplina Educação Visual e Tecnológica? Como?
Foi possível abordar o conceito de identidade na disciplina Educação Visual e Tecnológica recorrendo a actividades que vão em busca de respostas para a pergunta – Quem sou eu?. Ao optar pelo uso da fotografia como prática artística multicultural não só foi possível abordar, como também experimentar e descobrir a identidade;

b) Reflectir sobre o conceito de identidade contribui para uma melhor compreensão de si e do outro?
A reflexão sobre o conceito de identidade, em grupo/turma, contribuiu para uma melhor compreensão de si e do outro. A identidade pôde ser entendida como um conjunto de características próprias e exclusivas de cada aluno que, ao serem experimentadas e apresentadas diante de todos, não só potenciaram o conhecimento de si, como também o conhecimento acerca dos demais;

c) A consciência de si e das diferentes identidades presentes em um grupo sociocultural pode contribuir para que os alunos valorizem os princípios de uma escola inclusiva?
Sim, os alunos, ao tomarem consciência de si – da sua identidade –, mas também das identidades dos demais – identidades do grupo sociocultural – apercebem-se que, apesar da individualidade e singularidade de cada um, existem também características comuns com os demais. Assim, a partir deste diálogo e contacto constante entre o “eu” e o “outro”, processou-se a aceitação do que é diferente e, nesse sentido, também foram valorizados os princípios de uma escola inclusiva;

d) Discutir a identidade dos alunos colabora para que os professores venham a conhecer melhor cada aluno em particular?
Ao discutir a identidade com os alunos, os professores, para além de irem ao encontro dos dados considerados objectivos – nome, idade, filiação, etc – conseguem também obter um conjunto de informações acerca das características próprias de cada aluno que constituem a sua subjectividade e que os alunos consideram mais importantes na definição da sua identidade. É a explicitação desses dados subjectivos que possibilita ao professor conhecer melhor os seus alunos;

e) A fotografia pode ser usada como recurso para a compreensão do conceito de identidade? Como?
A fotografia foi usada como recurso para a compreensão do conceito de identidade, e para tal, o recurso a uma actividade como a que foi apresentada aos alunos no decurso da pesquisa – Identidade ou a sua ausência X e Y – parece-me viável quando o objectivo é a compreensão desse conceito.
Full transcript