Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O Inconsciente

Trabalho da disciplina de Bases da Teoria Psicanalítica
by

Sonia Maria Madalosso

on 12 February 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O Inconsciente

Inconsciente

É um lugar (do ponto de vista tópico da metapsicologia, na qual estão descritas as instâncias psíquicas. Inconsciente está em "todo o lugar" e não tem um "lugar" definido no sujeito psíquico), com conteúdo, mecanismos e uma energia específica.
Onde estão elementos instintivos não acessíveis à consciência, além disso há também material que foi “excluído” da consciência, censurado e reprimido.
É regido pelo
princípio do prazer.
FREUD X LACAN
O Inconsciente
Inconsciente / Psicanálise
Acesso ao Inconsciente
Somente pode ser acessado através de sua manifestação na consciência como: sonhos, atos falhos, chistes, transferência, sintoma e esquecimentos. Devido a isso, a manifestação dos conteúdos do inconsciente está distorcida e modificada na consciência.


Alguns anos depois, Freud reformula a teoria do aparelho psíquico e postula a Segunda Tópica – Instâncias
Aparelho Psíquico
ID

Inato e Instintivo
Amoral
Atividade só ICs
Princípio do Prazer
Obscuro
Reservatório de Libido



Freud postula o aparelho psíquico em 3 instâncias:
o
inconsciente
,
pré-consciente
e o
consciente
.
Além disso, foi conceituado o processo psíquico através do qual o sujeito rejeita determinadas representações, ideias, pensamentos, lembranças ou desejos, submergindo-os na negação inconsciente, no esquecimento, bloqueando assim os conflitos geradores de angústia, o recalcamento.

Sigmund Freud
PAI da PSICANÁLISE

Lacan
A.
O inconsciente é uma estrutura
B.
O porquê do sofrimento não é importante
C.
O inconsciente só existe quando dito e escutado – estruturado como linguagem
D.
A cura é a alternância entre os significantes
E.
No inconsciente existem significantes que constantemente se revezam para transparecerem no dito do sujeito
F.
Não existem nenhuma das três. Os significantes que são, vão ser ou já foram ditos são incontroláveis e aleatórios. Não se tem o conceito de mais ou menos energia, nem caminhos que ela possa seguir
G.
Um inconsciente se manifesta em mim, um em ti e um terceiro na nossa relação (paciente-analista)
H.
O importante é como a pessoa expressa esta manifestação
Freud
A.
O inconsciente é um lugar (não definido no sujeito)
B.
Precisa-se entender o porquê do sofrimento
C.
Todos temos um inconsciente
D.
A cura é o entendimento
E.
No inconsciente estão representantes de pulsões que são catexizados e tentam ir para o consciente
F.
Tópica, Econômica e Dinâmica
G.
Cada um tem um inconsciente
H.
O importante é o conteúdo da manifestação do inconsciente
EGO
Formado a partir do ID
Moral (Pragmático)
Atividade ICs / PCs / + Cs
Princípio da Realidade
Conciliador
Orienta-se por princípios lógicos
SUPEREGO
Formado a partir do EGO
Hipermoral
Atividade + ICs / PCs / Cs
Princípio do Dever
Herdeiro do Complexo de Édipo
Corresponde à interiorização das normas, dos valores sociais e morais.
Metodologia de Investigação
Freud construiu um método como meio de explorar o ICs, adaptando um conjunto de técnicas que permitiram trazer ao consciente as causas ICs dos problemas e conflitos das pessoas.
Associação Livre
Interpretação de Sonhos
Análise de Transferência
Análise dos Atos Falhos

Pergunta para FREUD:
Qual poderia ser a causa de os pacientes esquecerem tantos fatos de sua vida interior e exterior?
O esquecimento era sempre algo penoso para o indivíduo, e era exatamente por isso que havia sido esquecido e o penoso não significava, necessariamente, sempre algo ruim, mas podia se referir a algo bom que se perdera ou que foi intensamente desejado.
No tratamento dos pacientes,
Freud percebeu que muitas vezes, estes ficavam embaraçados e envergonhados de expor ideias ou imagens que lhes ocorriam.
A esta força psíquica que se opunha a tornar consciente, Freud chamou de
resistência
.
E chamou de
repressão
o processo psíquico que visa encobrir, fazer desaparecer da consciência, uma ideia ou representação insuportável (que está na origem do sintoma).
Estes conteúdos “localizam-se" no

Inconsciente.

Carine Menna Barreto, Céres H. Stolnik, Marina Schmitt, Raquel Q. da Silva,
Renata Stürmer, Sônia Madalosso
Referências
Processo Primário
Modo de funcionamento do
Inconsciente
. Sistema de ações imediatas ou reflexas, sendo associado, assim, ao prazer, ao emocional do indivíduo e ao fenômeno de arco reflexo. Nele, a energia presente no aparelho mental flui livremente pelas representações, do pólo do estímulo ao da resposta. Procura a descarga de maneira mais rápida e direta quanto possível.

Sistema dinâmico do ICS
É dizer que ele se estrutura como um campo de forças conflitantes entre as barreiras, podendo haver o represamento ou a liberação de energia.
Primeira Tópica
Segunda Tópica
GARCIA-ROZA, L.A. Freud e o inconsciente. 25ª, 2 ed. - Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2014.
LAPLANCHE, J.; PONTALIS, J. B. (1982). Trad. Pedro Tamen. Vocabulário da psicanálise. 7 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.
FRED, S. (1915). Trad. Jayme Salomão. O inconsciente. In: História do Movimento Psicanalítico. Rio de Janeiro: Imago, 1996. (Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, vol. XIV, p. 165-209).
Inconsciente
Funciona segundo mecanismos de
deslocamento
e
condensação
.


circulação de energia
Processo Secundário
É o modo de funcionamento do sistema
Consciente/Pré-Consciente
. Nesse processo a energia é ligada de modo mais lento, mais controlado.
Freud criou um conjunto conceitual para dar nome ao que ele foi construindo, a
Metapsicologia
.
Esta pode ser entendida sob os pontos de vista:

Tópico;
Dinâmico;
Econômico.

Vem de lugar; das instâncias psíquicas.
Tem a ver com o movimento da pulsão através do aparelho psíquico.
Tem a ver com o investimento de energia.
Pulsões de autoconservação.
Relembrando...
Principais diferenças entre os sistemas Inonsciente e Pré-Consciente/Consciente:
ICS:
Princípio do prazer/desprazer;
Processo primário;
Representação de coisa;
O que não temos ciência;
Funciona por mecanismos de condensação e deslocamento;
Busca prazer imediato;
Pulsões sexuais.
CS/PCS:
Princípio da realidade;
Processo secundário;
Representação palavra;
O que nos damos conta;
Incita á moderação;
Pulsões de autoconservação.
Full transcript