Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

CUIDADOS DE ENFERMAGEM A UM PACIENTE EM USO DE DEXMEDETOMIDI

No description
by

Claudinei Brum

on 15 November 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of CUIDADOS DE ENFERMAGEM A UM PACIENTE EM USO DE DEXMEDETOMIDI

Apresentação do caso
SML, feminino, 65 anos, aposentada, viúva, procedente de laranjeiras/RJ em pré-operatório imediato de troca de sistema de presão negativa e reparação lesional, internada na UTI de um hospital terciário de referência em traumatologia e ortopedia do estado do RJ com diagnóstico médico de sepse cutânea por complicações cirúrgicas de artrodese de joelho direito.
Cuidados de enfermagem na Administração
* Vigilância hemodinâmica contínua;
*Atentar para alteração do nível de consciência;
* Atentar-se à episódios heméticos;
* Avaliar perfusão periférica;
* Avaliar função renal ( BH, URÉIA, CREATININA);
*Aplicar escala de sedação de Ramsay e atentar para sinais de agitação psicomotora;
* Atentar-se aos padrões gastrintestinais;
* Realizar curva glicemica a fim de evitar hiperglicemia de rebote medicamentoso;
Indagar sobre o cliente ser portador de IAM e depressão grave e miastenia grave.
CUIDADOS DE ENFERMAGEM A UM PACIENTE EM USO DE DEXMEDETOMIDINA (PRECEDEX): ESTUDO DE CASO.

Alexsander de Almeida
Aline Ferreira Juca da Silva
Claudinei Brum
Evandro Luis
Jucineide Batista
Mayara Lizie
Nathalia de Azevedo
Patricia Marcela
Raquel Martins
Thamires Santos

Ao exame físico (25/09/15):
Apresentava-se sonolenta, respondendo a estímulos verbais,
graduando rass -1.
Em ar ambiente, hemodinamicamente estável, com AVC em JD em uso de HV+ ATB ( Claritromicina) + Precedex 4ml/h. MMSS edemaciados AP: MVU + bilateral, s/RA. AC: RCR, 2T,BNF.
Ao monitor: FC: 76 bpm, PA: 110X65 mmHg, TAX: 36,4º FR: 18 irpm.
Abdome globoso, flácido, RHA +.Diurese por CVD, cor amerelo ampar, bom débito, evacuações ausentes no período. MMII edemaciado, MID ferida operatória de aspecto infectado, exsudato purulento em grande quantidade, sob terapia de pressão negativa (VAC) a 150 mmHg com débito de 250 ml. Segue em
pré-operatório imediato
sob cuidados intensivos.
Por que o precedex foi prescrito para o
paciente?

Cliente com lesão tissular cavitária, dolorosa sem respostas à opiáceos e em pré-operaório imediato, portanto, a terapia medicamentosa fora prescita, a fim de promove sedação e analgesia sem depressão respiratória, visto que, a cliente é idosa assim evitanto um desmame de sedação ineficiente e tardio.
COMPARAÇÃO HEMODINÂMICA
Antes da terapia ( 25/09/15) às 9h:
PA: 110 x 65 mmHg
/ FR: 18 irpm / FC: 76bpm/ TAX36,4 / Sp02: 98%
Após a infusão ( 25/09/15) às 10h:
PA: 130x82 mmHg
/ FR : 20 irp, / FC: 80bpm / TAX 36,5 Spo2: 99%


Objetivo
Planejar a Sistematização da Assistência de Enfermagem no cuidado a um paciente internado em uso de dexmetomidina em uma instituição pública, através de seus achados clínicos.
Metodologia
Trata-se de um estudo descritivo, do tipo
estudo de caso.
O estudo foi realizado em uma
UTI de um hospital de referência na atenção terciária em traumatologia e ortopedia
da rede pública do estado do RJ. A amostra foi composta por um paciente do sexo feminino que se encontrava internado no referido hospital.
Para a coleta de dados utilizou-se da
observação,exame físico e informações do prontuário do paciente,
no período de
setembro de 2015.
Os dados foram coletados e analisados, no intuito de elaborar um conjunto textual interpretativo a fim de responder ao objetivo do estudo.
A pesquisa respalda-se conforme os princípios éticos legais de acordo com a
Resolução do Conselho Nacional de Saúde nº 466/12
que fala sobre as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos, onde serão respeitados os princípios bioéticos como a autonomia, não meleficiência,beneficências e justiça, garantindo ao participante da pesuisa,o anonimato.
História Clínica
Meropenem 500mg IV, 12/12h.
Precedex (dexmedetomidina) 2 FA+ 100ml de SF EV 4 ml/h.
Omeprazol 40mg EV 12/12h
Dolantina SOS
Clexane 1x ao dia
Regular (insulina) 8UI SC às 6h e 4UI às 22h
Prescrição Médica (25/09/2015)
Mecanismo de Ação
Precedex ( Cloridrato de dexmedetomidina) é um sedativo agonista alfa-2 adrenérgino com propiedades analgésicas ligando a proteínas G, que modula a atividade celular por um sistema de segundos-mensageiros. Promove sedação e analgesia sem depressão respiratória. As propriedades simpatolíticas adicionais incluem diminuição da ansiedade, estabilidade hemodinâmica, brusca diminuição da resposta hormonal ao estresse e redução da pressão intraocular.
Diagnósticos de Enfermagem
Percepção sensorial perturbada relacionado à distúrbios bioquímicos evidenciado por mudança na acuidade sensorial
Risco de integridade tissular corneana prejudicada relacionado à imobilidade imposta secundário à sedação
Risco para integridade da pele prejudicada relaciona à sedação
Eliminação urinária prejudicada relacionado à disfunção sensorial imposta por sedação evidenciado por retenção.
Alternativa para reduzir a incidência de coma e delirium, e reduz o tempo de ventilação mecânica
.
Distribuição: rápida fase de distribuição, com uma meia-vida de distribuição de aproximadamente seis minutos;
Meia-vida de eliminação total de aproximadamente duas horas;
Farmacocinéticas
Referencias
Risco de quedas relacionado à uso de sedativo.
VAMOS EVITAR DANOS AO PACIENTE EM SEDAÇÃO??
Identificação correta do paciente;
Vigilância hemodinâmica contínua;
Fomentar registro eficaz ( história do paciente,alergias,etc.);
Melhore a comunicação efetiva;
Praticar com eficácia a farmacovigilância;
Fazer uso dos certos na administração de medicamentos.

Higiene e umidificação com sf 0,9% a fim de evitar ressecamento.
Avaliar constantemente mucosa ocular quanto a sua coloração e integridade.
Instalar Balanço hídrico de 24h.
Monitorar os efeitos dos medicamentos prescritos.
Estimular a bexiga reflexa aplicando técnicas não invasivas ( calor, frio, sonoridade)
Avaliar padrões de função renal ( Creatinina, uréia);

Caracteristica e coloração da urina;

Determinar ingestão hídrica
Mudança de decúbito 2/2h.
Utilizar protetores em proeminências ósseas.
Manter lençois secos e esticados.
Avaliar padrão cutâneo, quanto a sinais de pressão tecidual.
Promover hidratação cutânea a base de ácido graxos essenciais.
Avaliar estímulos táteis, dolorosos e térmicos
Avaliar nível de consciência
Considerar risco ambientais.
Garantir segurança do paciente.
Identificação do paciente com risco com a sinalização à beira do leito ou
pulseira.
Fornecer meios de comunicação durante o processo.
Limitar e monitorar cuidadosamente o uso de sedativos principalmente por ser idosa.
Adotas medidas de segurança eficaz conforme as necessidades ( grades laterais, iluminação, angulo do leito.)
Rever exames laboratórias tais como eletrólitos, gasometria arterail e dosagem sérica do fármaco.
Realizar teste de acuidade visual.
Avaliar e registrar padrão pupilar
Estimular mobilidade precoce.
DILUIÇÃO EM
ADMINISTRAÇÃO SOMENTE EM
NANDA, NORTH AMERICAN NURSING DIAGNOSIS ASSOCIATION. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: definições e classificação 2012-2014. Porto Alegre: Artmed, 2010. (reimpressão 2013).
VIANA, Renata Andréa Pietro Pereira; WHITAKER, Iveth Yamaguchi. Enfermagem em terapia intensiva: práticas e vivências. Porto Alegre: Artmed, 2011.
Precedex: Cloridrato de dexmedetomidina. São Paulo: Hospira Produtos Hospitalares (200?). Bula de remédio. Disponível em < http://www.medicinanet.com.br/bula/4197/precedex.htm> Acesso em 21 de out de 2015 às 17h20min.
OBRIGADO
ESQUEMA PRÁTICO DE DRIPPING
Full transcript