Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

POLÍTICAS EDUCACIONAIS

No description
by

Paulo Gomes Lima

on 9 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of POLÍTICAS EDUCACIONAIS

POLÍTICAS EDUCACIONAIS,
PARTICIPAÇÃO E GESTÃO DEMOCRÁTICA DA ESCOLA NA CONTEMPORANEIDADE
Políticas educacionais: consensualidade e naturalização
Segundo Freitas(2004, p.8):
Sobre a realidade da escola a partir dos anos de 1990
Resultado:
Consensualidade quanto aos idearios neoliberais - final da década de 1980 e toda a década de 1990 em diante;
Naturalização dos pressupostos neoliberais no espaço nacional
Ganha força as ideias de solidarização global, erradicação da pobreza e ampliação dos espaços democráticos;
A escola como um dos instrumentos da reprodução social (do capital), incorpora o âmbito da gestão democrática em seu núcleo por meio de instrumentos de sua legitimação: Conselhos de escola, Projeto Político-Pedagógico, APM...
Ideia fragilizada de gestão democrática, pq. centrada no espírito autocrático e participação relativizada
politicas socias voltadas para o populismo;
ratificação do sistema capitalista, sem qualquer
cogitação de sua superação;
O Brasil como signatário de vários eventos, financiados por organismos multilaterais com foco na elaboração de políticas educacionais, assistencialismo e capacitação para o "poder de compra" - nesse sentido a ênfase sobre a universalização do ensino fundamental e erradicação do analfabetismo
Segundo Freitas (2004, p.8):

Estados como o Brasil, sob o efeito das mudanças nas relações internacionais (a chamada globalização) foram colocados na contingência de induzir soluções pré- concebidas além fronteira em seus assuntos locais, sob o controle de organismos internacionais que passaram a ocupar o papel central na aplicação da política internacional dos países ricos, em associação com o direcionamento dos fluxos de capitais.

As políticas educacionais
para a educação básica geraram outro núcleo de preocupação:
alunos excluídos
dentro da própria escola
, marcado por um acentuado analfabetismo
funcional, escola para poucos da Educação Básica ao ensino superior
e o posicionamento equivocado de que estamos avançando sustentados
pela teoria social do neoliberalismo.

Propõe-se
justiça
mas não a sua socialização em sentido amplo e universal, muito embora esse seja o discurso; legitima-se
a universalização
da educação básica, mas não se rompe com as desigualdades sociais e continua-se a registrar índices alarmantes de baixa
qualidade
do ensino no Brasil e no mundo, pois partem de um pressuposto contingenciado e utópico de equidade: legal, mas não de fato.

PARTICIPAÇÃO E DEMOCRACIA INDUZIDAS NA E PARA A ESCOLA NO BRASIL
Discurso centrado na participação popular X inibição da percepção dos sujeitos históricos quanto ao autoritarismo crônico - pois
"[...] tudo que há de essencial e substantivo está previamente decidido
" (DI GIORGI, 2004, P.120).
A gestão democrática para ser legítima deve fazer valer a participação e democracia sem mascaramentos, isto é, considerados serão o ideário da consciência coletiva e suas solicitações quanto à leitura de mundo.


GESTÃO DEMOCRÁTICA: OLHARES E LEITURAS DE MUNDO
- A democratização é mais uma aspiração do que efetivação;

Quando questionados sobre o conceito de gestão democrática - educadores de Uberlândia/MG afirmaram:
Participação imposta por meio da legislação;
A democracia na escola é um processo;
instrumento de colaboração e fortalecimento do Estado
Para vc o que deveria ser a gestão democrática ?
Deveria ser a articulação de todos, mas não é...
busca de maior participação dos setores da sociedade na manutenção da escola
Como tem sido implementada a gestão democrática na instituição em que você trabalha ?
Processo lento;
burocrático;
que depende da liderança;
Não participação de servidores;
Centralização na tomada de decisões
Quais os elementos que definem a gestão escolar enquanto gestão democrática ?
Preceitos coletivos, participativos e políticos;
busca de autonomia;
manutenção da escola;
participação efetiva (Mais consulta do do que poder de deliberação nas falas dos entrevistados;
Oscilação entre modelo instrumental e solidário.
Considerações finais
A gestão democrática centra-se no busca e materialização do sentido de consciência coletiva e isso solicita posicionamento político dos sujeitos envolvidos... rompendo-se com a lógica


"Só os dominados aceitam como necessidade intangível o processo que, a cada decreto elevando o nível da vida, aumenta o grau de sua impotência.” Adorno & Horkheimer (1985, p.48)



Isso é possível ??? A partir de que perspectiva ou olhar ?
REFERÊNCIAS
LIMA, P.G. (Org). Temas em políticas e gestão da educação. Dourados/MS: Editora da UFGD, 2013.
Gestão democrática no Brasil
Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
UFSCAR - Sorocaba 2013
Full transcript