Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Cólera

No description
by

Isabelle Sasso

on 2 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Cólera

Toxina da Cólera (CT)
Vibrio Cholerae
CASCATA DE ADENILATO CICLASE
Alguns ligantes agem nas células mediante cascata de AMPc, que amplifica o sinal, promovendo uma resposta específica.

Pandemias
Sintomas
Alterações
Referências
LIVROS:
Nelson & Cox, Lehninger Principles of Biochemistry, 3rd ed., 2000
ROBBINS. Patologia Básica. 7ª Edição. Rio de Janeiro: Elsevier
VERONESI, Ricardo; FOCACCIA, Roberto - Tratado De Infectologia - 2 Volumes - 4ª Edição, Editora Atheneu, 2010.
Devlin, Thomas M.; Textbook of Biochemistry with Clinical Correlations, 6th Edition, Wilwy-Liss publication, 2006.
ALBERTS, B.; BRAY, D.; HOPKIN, K.; JOHNSON, A.; LEWIS, J.; RAFF, M.; ROBERTS, K.; WALTER, P. 2011. Fundamentos da Biologia Celular. 3ª Edição. Editora Artmed.

IMAGENS:
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/colera/imagens/colera-11.jpg
http://163.178.103.176/Fisiologia/gen_activ_basica4_8.html
http://163.178.103.176/Fisiologia/general/activ_bas_4/BoronFig3_12B.jpg
http://163.178.103.176/Fisiologia/general/activ_bas_4/BoronFig3_11.jpg
http://163.178.103.176/Fisiologia/general/activ_bas_4/BoronFig3_10.jpg

ONLINE:
http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/ssaude/doencas/colera.pdf
http://www.cives.ufrj.br/informacao/colera/col-iv.html
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_integrado_vigilancia_colera2ed.pdf
http://www.minsaude.gov.cv/index.php/sua-saude/colera
http://www.cives.ufrj.br/informacao/colera/col-iv.html
http://bvs.per.paho.org/texcom/colera/PMendengo.pdf
http://books.google.com.br/books?id=4rUndm-sAnAC&pg=PA532&lpg=PA532&dq=ampc+e+NHE&source=bl&ots=N-DEU32lLP&sig=rQKTj8kFqUHJHVqq4zrIKmH9r5k&hl=pt-BR&sa=X&ei=RaADVLadCo-mggTbn4Ag&ved=0CDEQ6AEwAw#v=onepage&q=bomba%20de%20s%C3%B3dio%20e%20pot%C3%A1ssio&f=false
Cólera
Tratamento
Reposição de líquidos e eletrólitos
Leve/Moderado: SRO, soro caseiro
Grave: Terapia de reidratação venosa e antibioticoterapia (doxiciclina).

Antidiarreicos não são indicados

Ativa
Aumenta [Cl-] lúmen
Aumenta [HCO3-] lúmen

Primeira: de 1817 a 1823
Segunda: de 1826 a 1837
Terceira: de 1846 a 1862
Quarta: de 1864 a 1875
Quinta: de 1887 a 1896
Sexta: de 1899 a 1923
Cascata da Adenilato Ciclase Normal
A CTB irá se ligar ao enterócito por GM1
Definição da Doença
AMPc (Adenosina Monofosfato Cíclico)
Segundo mensageiro
Ativa proteínas quinases (PKA) fosforila proteínas
Liga-se a canais iônicos altera abertura de canais
Doença infecciosa intestinal aguda causada pelo
Vibrio cholerae
.
Transmissão hídrica.

Micrografia eletrônica de varredura da bactéria
Vibrio cholerae.
Seminário de Bioquímica II
Medicina UFPR 2º período 14.1 Turma B
Bruna Pignataro
Caio de Oliveira Freitas
Isabelle Sasso Teixeira
Michelle Souza
Biótipos
Clássico
El Tor
Formas antigênicas
Ogawa
Inaba
Hikojima
Histórico
Registros datando de 800 a.C
A cólera permaneceu restrita ao Vale do Rio Ganges até a ocorrência da primeira pandemia
A sétima Pandemia
Início na Indonésia, em 1961
Causada pelo biótipo El Tor
Rios Solimoes e Amazonas importantes difusores

A toxina
É dividida em:
CTA = Ação toxigênica
CTB = Adesão
A)
Anel pentamérico das subunidades B
B)
Visualização dos polipeptídeos (A1 e A2) da subunidade A no poro do anel
Ação da Toxina
(Imagem: Lehninger 3ªedição cap 13 - Biossinalização)
Recapitulando...
Inibe
Aumenta [H+] intracelular
Aumenta [Na+] lúmen

Lúmen
Intracelular
Lúmen
Intracelular
Ativa
Aumenta [Na+] lúmen
Aumenta [K+] intracelular

Extracelular
Intracelular
Ativa
Aumenta [Cl-] lúmen
Aumenta [K+] Intracelular
Aumenta [Na+] lúmen

Vasos
Intracelular
Terapia de Reidratação Oral
Fig. 12-36 (Nelson & Cox, Lehninger Principles of Biochemistry, 3rd ed., 2000): Glucose transport in intestinal epithelial cells

Beneficios da Terapia
Entrada de água
Reposição de eletrólitos


O soro utilizado deve ser isotônico ao sangue para evitar acentuar a desidratação

Prevenção
Sistema de esgoto sanitário adequado
Mantar higiene pessoal
Lavar as mãos frequentemente
Acesso a água limpa
Evitar acúmulo de lixo
Resumindo...
Adenilato Ciclase

Localiza-se na membrana
Enzima ativada por receptor ligado a proteína G
Converte ATP em AMPc

AMPc
Ligante se liga ao receptor de proteína G.

O GDP é trocado por GTP, o que desprende a subunidade alfa.

A subunidade alfa da proteína G faz translocação até a adenilato ciclase, ativando-a.

A adenilato ciclase transforma ATP em AMPc, que fica livre no citosol.

Dois AMPc se ligam as subunidades regulatórias da PKA, liberando as subunidades catalíticas.


A PKA vai fosforilar alguma outra enzima, dependendo da AKAP (quinase ancoradora de proteínas) na qual ela será ligada

Como termina a sinalização
Saída do Receptor
Fosfodiesterase hidroliza o AMPc ao quebrar a ligação fosfodiester, formando AMP.
Desativação da Proteína G
Obrigado!
Imagem: Lehninger cap 12 Biossinalização página 434
Distribuição da Cólera no Brasil
Acidose Metabólica
Desidratação / Diarreia com aspecto de água de arroz (sem sangue)
Choque hipovolêmico
Taquicardia
Hiperventilação
Hipotermia
Caimbras
Vômitos


Sais para Reidratação Oral:
1000 bactérias/mL de alimento
100000 bactérias/mL de Água

pH ótimo: de 7 a 9
Composição Recomendada - OMS (para 1L de água fervida)

Cloreto de sódio..............................3,5g
Citrato trissódico, diidratado.......2,9g
Cloreto de potássio.........................1,5g
Glicose...........................................20,0g
Full transcript