Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Multimedia

No description
by

on 17 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Multimedia

Introdução JPEG - É o formato mais utilizado atualmente devido á sua boa qualidade e elevada taxa de compressão. Formatos de Imagem Hoje em dia as aplicações multimedia apresentam um papel muito importante na nossa vida, tanto para trabalho como para lazer. Neste trabalho vamos abordar alguns dos aspetos mais importantes relacionados com este tema. Multimédia Trabalho realizado por: Pedro Correia 12ºE
João Romão 12ºE Uma aplicação multimédia tem de englobar diferentes características de modo a apresentar informação em mais que um meio (Áudio, vídeo, imagens, gráficos, texto e animação), estimulando mais que um sentido do utilizador. Multimédia
Um Conceito O conceito de multimédia passa pela utilização de varios tipos de média, organizadas de modo a estimular os vários sentidos humanos, com o intuito de passar uma mensagem, a multimedia é então uma experiência multi-sensorial.
As tecnologias multimédia podem integrar uma combinação de áudio, video, texto e animações. Considerações a Tomar numa Aplicação Multimédia Sinal Digital e Analógico Temos o exemplo de uma fotografia. Mesmo quando visualizada numa aplicação informática,
apenas se utiliza um sentido na sua visualização, a visão,
e como apenas se utiliza um meio, não se considera
como uma aplicação multimédia. Num vídeo, por exemplo... Já se considera como uma aplicação multimédia porque não possui apenas a imagem do vídeo em si, mas também contém uma componente áudio. A as aplicações multimédia precisam de ser armazenadas, e para isso existem vários formatos de ficheiros. GIF - Utilizado apenas na Internet devido á sua elevada compressão, apesar da sua baixa qualidade, suportando apenas 256 cores. Este formato permite animações. PNG - Formato ideal para a internet, criado para substituir o GIF apresentando uma maior palete de cores e suporte para fundos transparentes Sinal Analógico Num sinal analógico, a informação é transmitida por meio de ondas eletromagnéticas. Este sinal é bastante frágil e pode ser afetado por outros campos elétricos que danificam a qualidade do sinal. Este tipo de sinal também sofre bastante quando tem de percorrer grandes distancias, que por sua vez, diminui a qualidade do sinal. Para ultrapassar este problema, são utilizados amplificadores de sinal. No entanto, o "ruido" também é um sinal elétrico, e a amplificação tende a também aumentar o ruido. Sinal Digital Num sinal digital, a informação é transmitida por "pacotes" de bits binários. Além de ser um meio que apresenta maior rapidez qualidade e confiança ao utilizador, o sinal enfraquece duma forma mais lenta, reduzindo significativamente as despesas na amplificação do sinal. Adicionalmente, os amplificadores são mais eficazes visto que, dada a natureza do sinal, conseguem distinguir o ruido do sinal, permitindo uma melhor clareza e qualidade mesmo nas comunicações de longa distancia. Bitmap - É o formato original do Windows, guarda a imagem fazendo uma descrição detalhada de cada pixel, e ocupando assim muito espaço TIFF - É um tipo de bitmap, muito utilizado para edição de imagem, apresentando boas taxas de compressão sem perca de qualidade. PDF - Utilizado para guardar ficheiros como textos, livros, catalogos, entre outros, mantendo o mesmo aspeto independente da plataforma. O Sinal Analogico
é um sinal contínuo - Digamos que o sinal varia entre os valores de 0 a 10 - O Sinal Analogico como é um sinal contínuo, teria de passar por todos os valores. Sendo assim... - O sinal tem uma frequência alta Como o sinal analogico tem uma frequencia alta SINAL POUCO CONFIÁVEL O Sinal Digital é um sinal descontínuo - Digamos que o sinal varia entre os valores de 0 a 10 - O Sinal Digital, como é um sinal descontínuo, usaria valores mais estáveis e bem definidos O Sinal Digital... Sinal mais estável Sinal mais comprimido Sinal com maior qualidade Diminui o tempo de processamento Diminui os custos de armazenamento SINAL BASTANTE CONFIÁVEL Formatos de Vídeo AVI- Formato de video produzido pela Microsoft, tem fraca compressão MPEG-2 - É utilizado na televisão digital em alguns paises, e também em DVD’s de video. Permite video em alta resolução. MPEG-4 - Formato usado pela TDT Portuguesa MKV-Formato muito utilizado hoje em dia principalmente nas redes P2P FLV-Flash video, formato principalmente utilizado na Internet. Formatos de Som MP3 - Formato mais utilizado atualmente por possuir uma qualidade decente e uma compressão impressionante. AAC - Projetado para ser o sucessor do MP3, apresenta melhor qualidade a custo de uma taxa de compressão menor. WAV - Formato padrão de arquivo de audio da Microsoft FLAC ( Free Lossless Audio Codec) - É um formato que comprime o audio sem que se perca infomação. Tipos de Dados Multimédia Existem várias formas sob as quais podemos guardar os vários tipos de informação digital, sendo estas diferentes caso estejamos a tratar de Texto, Video, Audio, Imagens, Graficos e Animações. Texto Imagem Vídeo Áudio Gráficos Animação O texto é o elemento mais simples numa aplicação multimédia. Existem várias formas de gerar texto, mas a mais comum é a da utilização de um teclado, podendo também ser feita através de teclados virtuais e scanners. Outro tipo de dados que podemos encontrar numa aplicação multimédia são os gráficos, cuja criação é por norma baseada em modelos fisicos, geométricos ou matemáticos atravez de folhas de cálculo, sistemas CAD ou aplicações como o Matlab. É a combinação de imagens dinamicas e sons, tendo tido inicio na televisão, mas com os avanços tecnológicos passou a ser cada vez mais transferido para os computadores, incluindo as set-top boxes que hoje em dia utilizamos na nossas televisões, passando pelos leitores de DVD e BluRay-Disc de sala.

São utilizadas várias normas relativas á transmisão televisiva, sendo utilisado o formato NTSC nos Estados Unidos da América e Japão, PAL na maior parte da Europa, e SECAM. Numero de Frames por segundo:

NTSC - 30 FPS
PAL e SECAM - 25 FPS

Resolução

NTSC - 480i
PAL e SECAM - 576i A animação é uma sequência de imagens, desenhadas á mão ou geradas por computador, visualizadas a uma velocidade elevada criando a sensação de movimento.
As animações podem ser feitas a partir de técnicas como Tweening e Tracing.

A técnica Tweening consiste na possibilidade do utilizador criar um objeto num frame e depois colocá-lo noutra posição num frame diferente, encarregando-se o software de criar as frames intermédias.

Na técnica de Tracing o utilizador necessita de criar todas as frames, sendo apenas auxiliado atravez da criação de frames fazios e da cópia de frames. Um Exemplo de Animação... Conclusão Bibliografia MIDI - Formato que utiliza sons como instruções não contendo sons no ficheiro em sim. Muito utilizado nos primórdios da internet. A imagem é também um elemento que é muito comum encontrar numa aplicação multimédia, mas não se pode considerar como multimedia apenas este elemento.
A sua utilização em computadores requer três fases... Obtenção da imagem Tratamento da imagem Inserção da imagem Dispositivos de Entrada Dispositivos de Saída O áudio é outro tipo de dados que se pode encontrar numa aplicação multimédia. Só é possivel a utilização de áudio em ambiente informático se possuirmos uma placa de som que permite a entrada e saida deste formato, em conjunção, por exemplo, com a ajuda de microfone, colunas, speakers e leitores de CD-ROM http://pt.wikipedia.org

http://www.cgrbrasil.com.br/artigos/diferenca-entre-sinal-digital-e-analogico/

http://student.dei.uc.pt/~jsilva/informaticabasica/multimedia/componentes/animacao/index.html Maquinas Fotográficas Digitais
Scanners Neste trabalho aprofundámos os nossos conhecimentos sobre multimédia e pudemos rever e testar os que já possuiamos.
Para além dos conhecimentos adquiridos este trabalho também serviu para o grupo se conhecer e aprender a trabalhar em equipa Placas Gráficas
Monitores
Projetores Tecnico de Animação O técnico de animação é o profissional qualificado para a animação de imagens digitalmente e executar o grafismo e o movimento em 2D e 3D, dando vida a acontecimentos, objetos, ás ações e gestos das personagens, utilizando técnicas artisticas. Dispositivos de Entrada Teclado
Teclado Virtual
Scanner Monitor
Impressora Dispositivos de Saída
Full transcript