Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Praticas Conservacionistas - Vegetativas

No description
by

Lucas Estorino

on 5 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Praticas Conservacionistas - Vegetativas

Práticas
Conservacionistas Vegetativas Práticas Vegetativas Plantio Direto Plantio Direto Plantio Direto Plantio Direto Cordões de Vegetação
Permanente Manejo de Pastagens
(Uso Racional) Plantas de Cobertura Floresta e Reflorestamento O que são? Práticas Vegetativas Práticas Conservacionistas Práticas Conservacionistas São procedimentos realizados com o objetivo de manter o solo produtivo ou recuperar lhe as condições de produtividade. Algumas práticas visam o controle da erosão. Outras recuperam o solo, dando-lhe melhores condições químicas, físicas e biológicas. Práticas Edáficas;
Práticas Mecânicas;
Práticas Vegetaticas As práticas de caráter vegetativo são aquelas
em que se utiliza a vegetação para defender o
solo contra a erosão. Consiste no plantio de florestas, repovoamento das florestas existentes e/ou florestas que foram esgotadas. PRV (Pastoreio Racional Voisin) As culturas de cobertura, incluindo os adubos verdes e a manutenção dos restos culturais na superfície do solo, diminuem as variações de temperatura do solo, reduzem as perdas por erosão, retêm maior quantidade de água, diminuem a evaporação e o escoamento superficial, evitam processos erosivos e promovem maiores rendimentos dos cultivos agrícolas São fileiras de plantas perenes de crescimento denso, de largura específica, dispostas em contorno e niveladas entre faixas de rotação.
As plantas mais utilizadas são a cana-de-açúcar, capim-vetiver, erva-cidreira, capim gordura, capim elefante.
Estes cordões são pequenos terraços de base estreita, demarcados em nível ou desnível, com capim plantado sobre o camalhão.
Diminui em até 80% as perdas de terra e adubo. O termo Plantio Direto (PD) origina-se do conceito de plantar diretamente sobre o solo não lavrado, e o termo na palha acrescenta a ideia de manter o solo sempre protegido por resíduos orgânicos. O plantio direto na palha é um sistema de produção agropecuária em que se evita a perturbação do solo e se mantém sua superfície sempre recoberta de resíduos e/ou de vegetação. Danilo Almeida Rodrigues
Lucas Mariano Estorino
Tomas Ferreira Silvani Ajuda a conservar o solo;
Protege as encostas;
Retêm gases nocivos;
Possuem valor econômico para o produtor. É a arte e a ciência de combinar os interesses do pasto e do gado, através da divisão da pastagem e rotação do rebanho, de forma que o pasto possa rebrotar a cada saída dos animais Plantas de Cobertura Principais Plantas Utilizadas: Estiolizante Gramíneas e Leguminosas Aveia Cultura de Faixas Inhame e Guandu Mandioca + Feijão Café e Braquiara A cultura em faixas consiste no cultivo de duas ou mais espécies em faixas alternadas localizadas em bandas adjacentes de largura variável ou em diferentes camadas, na mesma parcela e na mesma época de cultivo. capim-vetiver capim gordura Alternância de Capinas Consiste na prática de alternar as épocas de capinas em ruas ou “leiras” adjacentes, durante o período de chuvas Ceifa de Mato Consiste em cortar as plantas daninhas a uma pequena altura da superfície do solo, evitando danificar seu sistema radicular que aumenta a resistência a desagregação do solo.
A parte da planta daninha que não é cortada torna-se uma vegetação protetora de cobertura. Cobertura Morta Cobertura Morta Cobertura Morta A cobertura morta é uma prática agrícola que consiste em cobrir a superfície do solo, preferencialmente nas entrelinhas, com uma camada de material orgânico, geralmente com sobras de culturas como a palha ou cascas. Cultivo de couve-flor em cobertura morta: palha de arroz Cultivo de couve-flor em cobertura morta: palha de arroz Trata-se do estabelecimento de faixas nas áreas marginais às terras cultivadas, que objetivam, principalmente, controlar a velocidade do vento, evitar o excesso de enxurrada e criar um ambiente adequado para plantas e animais. Quebra Ventos São barreiras utilizadas para reduzir e/ou redirecionar o vento. Geralmente, são formados por árvores e arbustos, mas também podem ser de outros materiais. Sem quebra ventos seria impossível produzir café em algumas regiões. Quebra Ventos Lavoura de soja em Sistema de Plantio Direto Milho Integração Lavoura-Pecuária-Floresta
(ILPF) Na ILPF estabelece-se o cultivo da espécie florestal com espaçamento ampliado entrelinhas, possibilitando a implantação de uma cultura de interesse comercial na região como soja, milho, feijão, sorgo, girassol, mandioca entre outros. Na ILPF estabelece-se o cultivo da espécie florestal com espaçamento ampliado entrelinhas, possibilitando a implantação de uma cultura de interesse comercial na região como soja, milho, feijão, sorgo, girassol, mandioca entre outros. Sistema Santa Fé: Milho Consorciado com Brachiara Em seguida implanta a cultura forrageira consorciada com o milho ou com o sorgo, sistema este denominado Santa Fé desenvolvido pela Embrapa. Considerações finais Considerações Finais Considerando o conteúdo abordado, verificamos que as práticas vegetativas conservasionistas são métodos que, se forem seguidos corretamente, trazem grandes vantagens ao produtor, tanto na conservação do solo, em que irá diminuir a utilização de implementos agrícolas que revolvem e desestruturam o solo, quanto também diminuirá a incidência de erosão por meios naturais como ventos e chuvas, além de manter uma temperatura ideal, e a umidade do solo protegido pela palhada como acontence no plantio direto e em outras práticas. Considerações Finais Além da conservação do solo, o produtor também economiza na compra de corretivos e defensivos para a correção, pois estará mantendo o teor de matéria orgânica, aumentará a atividade da microbióta do solo, vai diminuir a acidez, terá um sistema radicular abundante capaz de absorver os nutrientes necessários e, com isso plantas bem nutridas e bem desenvolvidas consequentemente, aumentando a produção e o lucro de forma sustentável. Obrigado a Todos! Professora: Flávia Nery Fupac - Fundação Presidente Antônio Carlos Faixa de Bordadura
Full transcript