Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Doença Celíaca

No description
by

kesley henrique

on 21 October 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Doença Celíaca

A doença celíaca é erroneamente diagnosticada na maioria das vezes como:

Síndrome do intestino irritado;
Deficiência de lactase;
Doença da vesícula biliar.

Justamente porque as manifestações e o inicio da doença variam bastante.


As farinhas de milho, batata, arroz, soja, tapioca, amaranto, quinoa podem ser utilizadas como substitutivas nas receitas. Com ferro, folato ou vitamina B¹².

Substituição

A maioria dos produtos sem glúten não é fortificado com ferro e vitaminas do complexo B. Logo a anemia deve ser tratada com ferro, folato ou vitamina B¹².

Déficit de vitamina

A eliminação de peptídeos de glúten da dieta é o único tratamento da doença celíaca. A dieta restringe o trigo, centeio e cevada, que são as principais fontes das frações de prolaminas.

Tratamento

Diarréia;
Inchaço abdominal;
Fadiga;
Perda de peso;
Déficit na absorção de nutrientes;
Dermatite herpertiforme;
Hipoplasia do esmalte dentário.

Apresentação Clássica da doença celíaca.

Entendendo a Doença Celíaca

Trigo (gliadina e glutenina)

Centeio (sacalina)

Cevada (hordeína)
O gluten é uma fração peptídica específica de proteínas presente no:

A dieta verdadeiramente sem glúten requer uma analise cuidadosa dos rótulos;
Evitar comer em lanchonetes;
Acompanhamento nutricional;
Orientações para familiares e etc.

Mudando de vida

A recuperação da mucosa intestinal ocorre após o início da primeira dieta sem glúten, melhora a absorção de nutrientes. A maioria dos pacientes que ingerem dietas sem glúten bem balanceadas não precisam de suplementação.

Tratamento II

A enteropatia sensível ao glúten, é caracterizada por uma combinação de quatro fatores:
Suscetibilidade genética;
Exposição ao glúten;
Fatores ambientais desencadeantes;
Resposta imunológica.


Doença Celíaca

É um distúrbio autoimune caracterizado por uma resposta inadequada ao glúten.

Doença Celíaca

Em pessoas celíacas, esses peptídios percorrem o lúmen intestinal, atravessam
o epitélio intestinal e chegam a lâmina própria, onde desencadeiam uma resposta inflamatória
que resulta no achatamento das vilosidades intestinais e alongamento das células secretoras.

Entendendo melhor a doença celíaca.
LEI Nº 10.674, DE 16 DE MAIO DE 2003.
Todos os alimentos industrializados deverão conter em seu rótulo, obrigatoriamente, as inscrições "contém Glúten" ou "não contém Glúten". Deve ser impressa em caracteres com destaque, nítidos e de fácil leitura.


Diagnóstico
Biópsia do intestino delgado;
Estudos da função digestivo/absortiva;
Estudos de rastreamento sorológico;
Estudos histopatológicos do intestino delgado.

Prognóstico da Doença Celíaca
Com relação ao prognóstico a muito longo prazo há relatos de uma série de complicações não-malignas da mesma, tendo exemplo:
Esterilidade, osteoporose, distúrbios neurológicos e psiquiátricos
Curiosidades
Algumas igrejas católicas produzem hóstias sem glúten para os fieis;
Contaminação cruzada: alimentos fritos, bufês, frascos de condimentos.


Ingredientes: 100g ou ¹/² de margarina em temperatura ambiente

400g ou 2 xicaras de açúcar refinado

240 g ou 4 ovos grandes inteiros

420g ou 3 e ½ xícaras de farinha de arroz (controlar)

15 g ou 1 envelope de fermento para bolo (1 colher de sopa)

150 g ou 1 xícara de suco de laranja

raspas da casca da laranja

CUPCAKE DE LARANJA SEM GLÚTEN
Rotulagem Nutricional
Modo de preparo
Bata no liquidificador todos os ingredientes, menos a farinha de arroz, que será adicionada depois, em uma tigela;
Coloque em fôrmas para cupcakes;
Leve ao forno pré-aquecido, temperatura média/baixa para assar (não ficar muito dourado);
Rende: 20 porções;
Tempo de preparo: 30 minutos.
(*) % Valores Diários de Referência com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 KJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.
Full transcript