Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O Frade

No description
by

Joana Campos

on 27 January 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O Frade

"Auto da Barca do Inferno" O Frade Joana Campos e Filipe Valente Assinala as passagens onde estão explícitas ou implícitas as características que fazem do Frade um cortesão. As passagens onde estão explícitas ou implícitas as características que fazem do Frade um cortesão são: Quando este, no início do texto, traz consigo um broquel, um casco e uma espada; Quando este diz “Deo gratias! Som cortesão.”E quando, perante o Diabo, decide demonstrar as suas habilidades de esgrima. Relê o verso 383 e explica de que forma esta
resposta do Frade aponta para a generalização da crítica
que Gil Vicente pretende fazer. “E eles fazem outro tanto!”
Esta resposta aponta para a generalização da critica que Gil Vicente pretende fazer porque este, critica todo o clero presente no convento de ter uma mulher, o que, naquela altura, era contra as leis da religião católica. “Nom ficou isso n’avença.” (verso 404) A que contrato se referirá o Frade? Avença significa acordo ou contrato. O contrato a que o Frade se refere é ao “contrato” com Deus, porque supostamente quem entra para o Clero só pratica o bem e isso permitia-lhe entrar na barca do Paraíso coisa que o Frade não pôde fazer, porque tinha praticado o Mal. Que tipo de cómico é mais evidente nos versos em que o Frade ensina ao Diabo as técnicas de esgrima? O cómico que é mais evidente nos versos em que o Frade ensina ao Diabo as técnicas de esgrima é o Cómico de Carácter pois o Frade mostra-se muito convencido por saber esgrima. Por exemplo nos versos 443 e 444 em que o Diabo diz “Ó que valentes levadas!” e o Frade responde “Ainda isto nom é nada…” Como interpretas o facto de Florença,
ao contrário do Pajem da cena do Fidalgo,
entrar também na Barca do Inferno? Justifica o silêncio do Anjo e a intervenção
do Parvo (versos 465-466) Símbolos caracterizadores do Frade O silêncio do Anjo é a certeza do seu destino., como se este não tivesse nada de bom a apontar à cerca do Frade para ele embarcar na barca Paraíso. E a intervenção do Parvo veio traçar definitivamente o destino do Frade, o Inferno. O silêncio do Anjo é a certeza do seu destino, como se este não tivesse nada de bom a apontar à cerca do Frade para ele embarcar na barca Paraíso. E a intervenção do Parvo veio traçar definitivamente o destino do Frade, o Inferno. Na cena do Fidalgo o Pajem era um símbolo cénico, tal como o rabo e a cadeira, enquanto que Florença (mulher do Frade) acompanha o Frade na sua viagem para o Inferno porque, esta foi sua cúmplice em vida, pois foi sua mulher mesmo sabendo que as leis da igreja não o permitiam. Broquel; Espada; Casco;Hábito; Cruz; Florença. Argumentos de acusação Utilizados pelo Diabo:
v. 377 “Essa dama, é ela vossa?”
v.385 “Entrai, padre reverendo!”
v. 388 “que nom temeste vivendo”
v.391 “Gentil padre mundanal”
v. 415 “Devoto padre marido”

Utilizados pelo Parvo:
v. 466 “Furtaste o trinchão, frade?” Argumentos de defesada personagem v. 372 “Deo Gratrias! Som cortesão”
v.378/379 “Por minha la tenho eu,/ e sempre a tive de meu”
v.390 “E est’hábito nom me val?”
v.v.396/397/398/399 “Eu hei-de ser condenado? / Um padre tão namorado/ e tanto dado à virtude?/ Assi Deos me dê saúde,/ que eu estou maravilhado!”
v.404 “Nom ficou isso n’avença”
v. 412 “com tanto salmo rezado” Movimentação cénica Cais


Barca do Inferno


Barca do Paraíso


Barca do Inferno


Embarque Tipos de cómico Cómico de linguagem – “ Devoto padre marido ”
Cómico de carácter –pensava que a relação proibida com a moça seria perdoada por ter rezado muito
Cómico de situação – a entrada do Frade com uma Moça pela mão Registo de língua Linguagem corrente: v.471 "Eu não vejo aqui maneira senão enfim... concrudir"

Linguagem popular: v.455 "Ah! nom praza a São Domingos"

Linguagem cuidada: v.474 "Agasalhai-me lá Florença" Recursos expressivos Eufemismo: v. 387 «fogo ardente»
Ironia: v. 380 «Fezeste bem, que é fermosa!»
Antítese: v. 415 «padre marido»
Comparação: v.441/442 «Tão bem guardado como a palha n’albarda» Bibliografia Manual "Com Todas as Letras" 9ºano http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/portugues/portugues_trabalhos/autobarcainferno.htm
Full transcript