Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A história do teatro

No description
by

Ana Márcia Braga

on 14 October 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A história do teatro

A HISTÓRIA DO TEATRO
A Arte de Representar
O teatro foi a forma que o homem descobriu para manifestar seus sentimentos de amor, dor e ódio.
São quatro os gêneros teatrais mais conhecidos: a tragédia, a comédia, a tragicomédia e o drama.

A
tragédia
: nascida na Grécia, é a representação viva das paixões e dos interesses humanos, tendo por fim a moralização de um povo ou de uma sociedade.

A
comédia
: representa os ridículos da humanidade ou os maus costumes de uma sociedade e também segue três vertentes: a política, a alegória e a moral.

A
tragicomédia
: é a transição da comédia para o drama. Representa personagens ilustres ou heróis, praticando atos irrisórios.

O
drama
(melodrama): é representado acompanhado por música. No palco, episódios complicados da vida humana como a dor e a tristeza combinadas com o prazer e a alegria.
O TEATRO NO BRASIL
Elementos do Teatro
Pré-história
Ninguém sabe ao certo como e quando surgiu o teatro. Provavelmente, nasceu junto com a curiosidade do homem, desde o tempo das cavernas, de tanto observar os animais, acabou conseguindo imitar esses bichos, para se aproximar deles sem ser visto numa caçada, por exemplo. Depois, o homem desta época deve ter encenado essa caça para seus companheiros para contar a eles como foi, já que não existia ainda a linguagem como conhecemos hoje.
LINHA DO TEMPO - A HISTÓRIA DO TEATRO
Pré-história
Antiguidade
Teatro Grego
Teatro Romano
Idade Média
Renascimento
Romantismo
Realismo e
Naturalismo
Século XX
O Teatro Hoje
O Teatro Hoje
Dá para perceber que, com tantas influências, o teatro de hoje é uma arte muito rica.
Existe a ópera, o teatro de bonecos, os musicais, o teatro feito em espaços alternativos, entre outros.
Quando apareceu o cinema, há mais de cem anos, muita gente previu o fim do teatro. Falavam que o cinema iria substituí-lo, porque podia criar histórias com muito mais semelhança com a realidade. Ainda bem que isso não aconteceu!
Século XX
A partir do realismo e naturalismo, o teatro evolui e se torna um instrumento de discussão e crítica da sociedade, mesmo com a falta de preocupação da reprodução da realidade nos cenários e figurinos, os temas tratados ilustram a realidade social.
O teatro nessa época trabalha questões políticas e questões que refletem criticamente aspectos da sociedade vigente.
Realismo e
Naturalismo
Até o século XVIII, o teatro era frequentado pelo povo e essa realidade foi se modificando, a burguesia começou a ser maioria nas plateias e o teatro passou a mostrar as realidades burguesas com temas como a vida social, o casamento, o dinheiro entre outros.
As representações também começaram a ser mais naturais, mostrando pessoas comuns, mais próximas da vida real.
Romantismo
Nos séculos XVIII e XIX a Europa teve várias revoluções. Nesse período, a burguesia tem uma ascensão e o teatro sofre influências, o drama substitui a tragédia e a comédia se desenvolve, o foco do teatro se torna muito mais individual e não é mais social.
No romantismo, o teatro volta-se para o ser humano, as peças falam sobre emoção, e surge o melodrama. Liberdade, fraternidade e igualdade são os lemas desse período.
Renascimento
Idade Média
Período de intensa atividade católica. Durante as missas eram representadas passagens da bíblia, porém as autoridades católicas, com medo da perda do caráter sagrado da missa, proibiram as exibições e as peças foram para as praças públicas.
Teatro Romano
O teatro romano não é um reflexo do teatro grego. Eles importaram a cultura grega, porém tinham seu próprio estilo. O teatro romano perde o caráter de sagrado e visa à diversão e ao prazer, a comédia toma o lugar da tragédia.
Teatro Grego
A etmologia da palavra teatro provem do grego “theatron” – ver, olhar,
contemplar - referindo-se ao local onde as peças teatrais eram apresentadas.

O teatro grego surgiu das cerimônias e rituais gregos como as Dionisíacas que eram celebrações de caráter religioso ao deus Dionísio, o deus do vinho. Foi na Grécia que surgiu a dramaturgia com Téspis criando o ofício de ator e arte de compor peças teatrais.
Antiguidade
As pessoas acreditavam que por meio dos rituais era possível invocar deuses e forças da natureza para fazer chover, tornar a terra mais fértil e as caças mais fáceis, ou deixar os desastres naturais bem longe de sua comunidade. Esses rituais envolviam cantos, danças e encenações de histórias dos deuses, que assim deveriam ficar felizes com a homenagem e ser piedosos com os homens.
Existe algo em comum entre eles?
Rir ou chorar?
Eis a questão!
Heranças medievais

Na Itália, surge a Commedia Dell'Arte, que se baseava em espetáculos teatrais populares, apresentados nas ruas, com textos improvisados e personagens de destaques como Arlequim, Pierrot, Colombina, entre outros.
Na Ingleterra, as peças contribuíram para contar a história de seus heróis reforçando o sentimento do nacionalismo. O principal dramaturgo era Sheakespeare, que também idealizou e construiu o mais famoso teatro inglês: o Globe Theatre.
Na França, destacou-se o dramaturgo Moliére, que foi considerado um dos mestres da comédia satírica, usando suas obras para criticar os costumes da época.
Commedia Dell'Arte
Romeu e Julieta - Sheakespeare
O Avaranto - Moliére
Teatro de rua
Teatro de Nova Jerusalém - PE
Coliseu - Roma
Maracanã - RJ
Octógono do UFC
O ápice do teatro europeu
O teatro sem fronteiras
O Cortiço - Aluísio Azevedo
Nasce o teatro de costumes no Brasil
O Poeta e a Inquisição -
Gonçalves de Magalhães
Epidauro
Nasce o teatro de costume no Brasil
Os rituais
O teatro e suas faces
O Teatro Catequizador
Uma das primeiras manifestações do teatro no Brasil ocorreu no século XVI como forma de catequização.
O teatro era utilizado pelos jesuítas para instruir religiosamente os índios e colonos.
O padre José de Anchieta é um dos principais jesuítas que utilizou estes tipos de representações que eram chamadas de teatro de catequese.
Teatro de Resistência
O teatro ficou esquecido, adormecido por longos anos e a sua renovação veio, em 1943, com a estreia de Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, , que escandalizou o público e modernizou o palco brasileiro.
O Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, também fez grande sucesso e foi muito importante para o teatro brasileiro.


Em 1855 surge o teatro realista no Brasil, o teatro deixa de lado os dramalhões e visa o debate de temas atuais, problemas sociais e conflitos psicológicos tentando mostrar e revelar o cotidiano da sociedade, a falsidade, a má educação e o egoísmo humano.
Teatro Realista
Com a chegada da família real no Brasil, em 1808, o teatro dá um grande salto.
O ator João Caetano formou uma companhia totalmente brasileira.
"Antônio José ou O Poeta e Inquisição" foi primeira tragédia escrita por um brasileiro e única de assunto nacional, do autor Gonçalves de Magalhães.
E "O Juiz de Paz na Roça" foi a primeira comédia de costumes, escrita por Martins Pena, que gênero mais característico da nossa tradição cênica.

Teatro Real
Teatro
catequizador
O teatro dos jesuítas
Teatro Real
A liberdade do teatro brasileiro
O Poeta e a Inquisição -
Gonçalves Magalhães
O Juiz de Paz na Roça-
Martins Pena
Teatro Realista
A Moreninha - Joaquim Manoel de Macedo
O teatro do cotidiano
Teatro Renovado
Teatro Renovado
A arte de renovar
Vestido de Noiva -
Nelson Rodrigues
O Auto da Compadecida -
Ariano Suassuna
Teatro de Resistência
Com o golpe militar em 1964 veio a censura e um número enorme de peças foram proibidas. Somente a partir dos anos 70 o teatro novamente ressurge mostrando produções constantes.

Fernanda Montenegro -
A dama do teatro brasileiro
Geninha da Rosa Borges -
A dama do teatro pernambucano
O teatro e suas divas
O teatro está atingindo, nas temporadas recentes, um equilíbrio que ressalta todos os componentes. E, cada vez mais, os artistas brasileiros continuam criando e produzindo os mais variados espetáculos, sejam eles: tradicionais, musicais, de sombras, de bonecos, entre outros.
Teatro Multicultural
Teatro Multicultural
Teatro Multicultural
Uma peça teatral não é feita apenas pelos atores que aparecem no palco, outras pessoas também participam de uma peça e, mesmo que não apareçam, são fundamentais para que o espetáculo se realize.
Muito mais do que decoração e ornamentação, a cenografia é técnica, técnica de organizar todo o espaço onde as ações dramáticas são encenadas. A cenografia cria e transforma o espaço cênico.
O cenógrafo é aquele que cria o cenário.
Cenário
Figurino
É um elemento importante da linguagem visual do espetáculo formado por, além das vestimentas, pelos acessórios. O figurino auxilia na compreensão do personagem, ele é carregado de simbologia e pode acentuar o perfil psicológico do personagem, objetivos e características da história.
O figurinista é o responsável pelas roupas e acessórios utilizados na peça teatral.
A maquiagem é parte da composição do espetáculo, é um instrumento fundamental que auxilia na criação do personagem e na transformação estética dos atores.
O maquiador é o responsável pela pintura do rosto ou do corpo dos atores e atrizes.
Maquiagem
Sonoplastia
A sonoplastia é um som ou conjunto de sons que auxilia a enfatizar as cenas e as emoções dos atores. O sonoplasta trabalha os elementos sonoros ajudando a envolver o público na construção de imagens e sensações. As músicas e sons utilizados devem estar intimamente ligados ao que acontece na cena, o sonoplasta deve estudar o texto e depois acompanhá-lo passo a passo.
O sonoplasta é aquele que compõe e faz funcionar os ruídos e sons de um espetáculo teatral.
lIuminação
A iluminação é muito importante para o teatro, pois através dela podemos ambientar a cena e ampliar as emoções nela exploradas.
O iluminador é aquele que concebe e planeja a colocação das luzes em uma peça teatral.
O que significa
teatro
para você?

O teatro realista
Referências
Governo do Estado do Paraná. Dia a dia educação. Disponível em: <http://www.arte.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=178> Acesso em: 1 de ago. 2013.

Portal São Francisco. História do Teatro. Disponível em: <http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/historia-do-teatro/historia-do-teatro.php> Acesso em 1 de ago. 2013.

Youtube. Gruppe Pilobolus Amazing Shadow Dance. Disponível em: <www.youtube.com/watch?v=FYftvseVzuI> Acesso em: 3 de ago. 2013.

Youtube. Vinheta Funceb. Disponível em: <www.youtube.com/watch?v=lVp5w4-kAmA> Acesso em: 17 de ago. 2013.
Professora: Ana Márcia Braga
Full transcript